Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Empresa aérea anuncia desconto para passageiros sem bagagem

Segunda, 20/2/2017 5:19.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Gol terá duas faixas diferentes de preços para suas passagens: uma, com bagagem, e outra, mais barata, sem direito a despachar malas.

A medida será adotada a partir do dia 14 de março, quando passa a valer a norma da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) que elimina a franquia mínima de bagagem gratuita, que hoje é de 23 kg para voos nacionais.

Com a nova regra, as companhias ficam livres para estipular as tarifas sobre as malas. Em dezembro, a Abear (Associação Brasileira das Empresas Aéreas) afirmou que as empresas diminuiriam o valor das passagens para compensar a queda da franquia.

A Gol quer incentivar, ainda, a compra antecipada da franquia de bagagem pelo site. Quem optar por despachar as malas no balcão, ao fazer o check-in, terá que pagar mais caro do que quem se antecipar e declarar a opção on-line.

Outras empresas que operam na aviação nacional, como Latam e Azul, ainda não decidiram qual será a política adotada em relação às bagagens. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Variedades

Parece coisa feita para promover o ex-prefeito, mesmo que prejudicando a imagem da cidade  


Variedades


Cidade

Ela participa há 8 anos da Associação Empresarial de Balneário Camboriú e Camboriú 


Seu Dinheiro

Reforma de Bolsonaro é mais dura que a proposta por Michel Temer 


Publicidade


Publicidade


Policia


Divulgação

Excelente opção para os micro empreendedores, pequenas empresas e freelancers.


Geral

Conselho Comunitário de Segurança Náutica e Cidadania de Balneário Camboriú


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Empresa aérea anuncia desconto para passageiros sem bagagem

Segunda, 20/2/2017 5:19.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Gol terá duas faixas diferentes de preços para suas passagens: uma, com bagagem, e outra, mais barata, sem direito a despachar malas.

A medida será adotada a partir do dia 14 de março, quando passa a valer a norma da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) que elimina a franquia mínima de bagagem gratuita, que hoje é de 23 kg para voos nacionais.

Com a nova regra, as companhias ficam livres para estipular as tarifas sobre as malas. Em dezembro, a Abear (Associação Brasileira das Empresas Aéreas) afirmou que as empresas diminuiriam o valor das passagens para compensar a queda da franquia.

A Gol quer incentivar, ainda, a compra antecipada da franquia de bagagem pelo site. Quem optar por despachar as malas no balcão, ao fazer o check-in, terá que pagar mais caro do que quem se antecipar e declarar a opção on-line.

Outras empresas que operam na aviação nacional, como Latam e Azul, ainda não decidiram qual será a política adotada em relação às bagagens. 

Publicidade

Publicidade