Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Moradora da Rua 3.198, por onde passará a Quarta Avenida, denuncia descaso com o local
Leitor

Quinta, 27/10/2016 17:48.

Uma moradora da Rua 3.198 procurou o Página 3 nesta quarta-feira (26) para relatar a situação do local. Esta não é a primeira reclamação sobre o mesmo assunto. Na semana passada, o Página 3 impresso já havia questionado a prefeitura após contato de moradores.

Em julho a prefeitura abriu a rua para fazer a tubulação, mas há cerca de um mês está tudo abandonado e cheio de buracos. Como os bueiros foram tampados, com a chuva dos últimos dias não teve para onde a água escorrer e os moradores ficaram indignados.

A leitora relatou que em dias de sol o local fica coberto por poeira do barro e areia. A Rua 3.198 é por onde passará o novo traçado da Quarta Avenida, mas como tudo parou, se tornou um canteiro de obras abandonado, com delimitações improvisadas de madeira e fita amarela.

“Queremos saber o que a prefeitura vai fazer. Já entramos em contato com a Secretaria de Obras, mas ninguém nos retorna. Agora com a rua alagada não dá para ver os buracos, então se um carro estragar quem é que vai pagar?”, questiona.

O que diz a prefeitura

A assessoria de comunicação da Secretaria de Obras informou que existe a determinação do prefeito Edson Renato Dias para que o trecho seja pavimentado antes mesmo da temporada, independente da obra do prolongamento da Quarta Avenida.

Impasses e justiça

O prolongamento da Quarta tem rendido muita dor de cabeça, à administração e aos moradores. A questão está na justiça, porque proprietários de imóveis do fim da Quarta (e início do trecho a ser aberto), contestam os valores que a prefeitura oferece pelas desapropriações.

Dia de chuva...

Dia de sol...

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Cidade

ATUALIZADO às 7h de 15/12/2018.


Cidade

Balneário Camboriú passa a ser a cidade brasileira com mais bandeiras azuis


Justiça

Ele considera ilegal a lei municipal que permitiu o empreendimento 


Rapidinhas


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Moradora da Rua 3.198, por onde passará a Quarta Avenida, denuncia descaso com o local

Leitor
Quinta, 27/10/2016 17:48.

Uma moradora da Rua 3.198 procurou o Página 3 nesta quarta-feira (26) para relatar a situação do local. Esta não é a primeira reclamação sobre o mesmo assunto. Na semana passada, o Página 3 impresso já havia questionado a prefeitura após contato de moradores.

Em julho a prefeitura abriu a rua para fazer a tubulação, mas há cerca de um mês está tudo abandonado e cheio de buracos. Como os bueiros foram tampados, com a chuva dos últimos dias não teve para onde a água escorrer e os moradores ficaram indignados.

A leitora relatou que em dias de sol o local fica coberto por poeira do barro e areia. A Rua 3.198 é por onde passará o novo traçado da Quarta Avenida, mas como tudo parou, se tornou um canteiro de obras abandonado, com delimitações improvisadas de madeira e fita amarela.

“Queremos saber o que a prefeitura vai fazer. Já entramos em contato com a Secretaria de Obras, mas ninguém nos retorna. Agora com a rua alagada não dá para ver os buracos, então se um carro estragar quem é que vai pagar?”, questiona.

O que diz a prefeitura

A assessoria de comunicação da Secretaria de Obras informou que existe a determinação do prefeito Edson Renato Dias para que o trecho seja pavimentado antes mesmo da temporada, independente da obra do prolongamento da Quarta Avenida.

Impasses e justiça

O prolongamento da Quarta tem rendido muita dor de cabeça, à administração e aos moradores. A questão está na justiça, porque proprietários de imóveis do fim da Quarta (e início do trecho a ser aberto), contestam os valores que a prefeitura oferece pelas desapropriações.

Dia de chuva...

Dia de sol...

Publicidade

Publicidade