Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Bombeiros alertam sobre abelhas em Balneário Camboriú

Terça, 8/11/2016 9:36.

O Corpo de Bombeiros de Balneário Camboriú relatou ao Página 3 na manhã de hoje (8) que o 193 vem recebendo diversas ligações de pessoas reclamando de problemas com abelhas. O alerta é para que a pessoa não tente combatê-las sozinha.

O sargento Jamir explica que as reclamações são de abelhas em vários locais da cidade, como prédios, casas e piscinas. “Solicitamos que o público mantenha a calma, isole o local e afaste dele animais domésticos e crianças”, diz.

Se os insetos oferecerem risco iminente para a comunidade, os bombeiros têm autorização de atender a ocorrência, se não, a repassam para apicultores. “Estamos proibidos pelo Ministério Público de exterminar abelhas, mas mesmo assim pedimos que liguem para nós, e repassamos para especialistas”, acrescenta.

O bombeiro destaca que até o momento não houve nenhum ataque, apenas pessoas que se assustaram ao ver enxames. “Essa mudança de temperatura atrai os insetos. Hoje, por exemplo, há um enxame no parquinho da Barra Norte. Já recomendamos que isolem a área, para manter o público seguro”, diz.

Jamir lembra ainda que o adequado é combater abelhas à noite, que é quando elas estão mais calmas. “Recomendamos que a pessoa só tente agir por conta própria se possuir uma roupa especializada”, ressalta.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Bombeiros alertam sobre abelhas em Balneário Camboriú

Terça, 8/11/2016 9:36.

O Corpo de Bombeiros de Balneário Camboriú relatou ao Página 3 na manhã de hoje (8) que o 193 vem recebendo diversas ligações de pessoas reclamando de problemas com abelhas. O alerta é para que a pessoa não tente combatê-las sozinha.

O sargento Jamir explica que as reclamações são de abelhas em vários locais da cidade, como prédios, casas e piscinas. “Solicitamos que o público mantenha a calma, isole o local e afaste dele animais domésticos e crianças”, diz.

Se os insetos oferecerem risco iminente para a comunidade, os bombeiros têm autorização de atender a ocorrência, se não, a repassam para apicultores. “Estamos proibidos pelo Ministério Público de exterminar abelhas, mas mesmo assim pedimos que liguem para nós, e repassamos para especialistas”, acrescenta.

O bombeiro destaca que até o momento não houve nenhum ataque, apenas pessoas que se assustaram ao ver enxames. “Essa mudança de temperatura atrai os insetos. Hoje, por exemplo, há um enxame no parquinho da Barra Norte. Já recomendamos que isolem a área, para manter o público seguro”, diz.

Jamir lembra ainda que o adequado é combater abelhas à noite, que é quando elas estão mais calmas. “Recomendamos que a pessoa só tente agir por conta própria se possuir uma roupa especializada”, ressalta.

Publicidade

Publicidade