Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Manifestantes pararam a BR-101 e prometem novos atos em Balneário Camboriú
Fábio Fernandes
Na noite desta quinta, BR-101 foi fechada por cerca de 20 minutos

Sexta, 18/3/2016 9:13.

A manifestação que ocorreu entre o fim da tarde e a noite de quinta-feira (17) em Balneário Camboriú reuniu, segundo informações da Polícia Militar, cerca de três mil pessoas. O ápice do ato foi o bloqueio da BR-101 por 20 minutos.

Entre as palavras de ordem estavam pedidos de prisão do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva e pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff. A paralisação da BR-101 causou fila de aproximadamente 1,5km nos dois sentidos, mas logo tudo se normalizou.

Nas redes sociais houve divergências – pessoas apoiando e outras contra a manifestação, principalmente porque os manifestantes pararam a rodovia. Um morador de Balneário questionou o impedimento do tráfego e usou como exemplo os profissionais da área da saúde, que precisam se deslocar com urgência para atender seus pacientes. “Quer fazer manifestação? Beleza, mas não atrapalha a inda e vinda dos outros”, disse.

Uma mulher que estava no protesto rebateu, dizendo que se tivesse ambulância ou algum médico ‘era só ter passado pelo acostamento que teria autorização da polícia para passar’.

Outro manifestante opinou que para ele a BR deveria ser fechada até mais do que 30 minutos. “Abre uma exceção para ambulância e vamos fechar sim, se não nunca vai dar em nada. Nós temos que ser vistos sim, tem que afetar todo mundo, temos que ser notados, se não vamos ficar nessa aí o resto da vida batendo panela e cantando ‘sou brasileiro com muito orgulho e com muito amor’. Ah, pelo amor, discurso de moralidade uma hora dessa? Vamos para a BR sim!”, escreveu.

Houve até um homem que pediu que os protestos acontecessem na passarela do Bairro da Barra, o elefante branco de Balneário.

Mais protestos

Há grupos se organizando para voltarem às ruas nesta sexta-feira (18) e nos dias seguintes, contra a posse de Lula como ministro da Casa Civil e para pressionar o impeachment ou a renúncia de Dilma. Em Balneário um dos pontos de encontro hoje (18) será na Avenida Brasil, esquina com Central, a partir das 18h.

Neste momento protestos continuam a acontecer em todo o país, como na Avenida Paulista, em São Paulo, que está trancada desde as 18h de quarta-feira (16). Lá há inclusive manifestantes acampados com barracas.

Veja as imagens do protesto de ontem:

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Cidade

ATUALIZADO às 7h de 15/12/2018.


Cidade

Balneário Camboriú passa a ser a cidade brasileira com mais bandeiras azuis


Justiça

Ele considera ilegal a lei municipal que permitiu o empreendimento 


Rapidinhas


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Manifestantes pararam a BR-101 e prometem novos atos em Balneário Camboriú

Fábio Fernandes
Na noite desta quinta, BR-101 foi fechada por cerca de 20 minutos
Na noite desta quinta, BR-101 foi fechada por cerca de 20 minutos
Sexta, 18/3/2016 9:13.

A manifestação que ocorreu entre o fim da tarde e a noite de quinta-feira (17) em Balneário Camboriú reuniu, segundo informações da Polícia Militar, cerca de três mil pessoas. O ápice do ato foi o bloqueio da BR-101 por 20 minutos.

Entre as palavras de ordem estavam pedidos de prisão do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva e pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff. A paralisação da BR-101 causou fila de aproximadamente 1,5km nos dois sentidos, mas logo tudo se normalizou.

Nas redes sociais houve divergências – pessoas apoiando e outras contra a manifestação, principalmente porque os manifestantes pararam a rodovia. Um morador de Balneário questionou o impedimento do tráfego e usou como exemplo os profissionais da área da saúde, que precisam se deslocar com urgência para atender seus pacientes. “Quer fazer manifestação? Beleza, mas não atrapalha a inda e vinda dos outros”, disse.

Uma mulher que estava no protesto rebateu, dizendo que se tivesse ambulância ou algum médico ‘era só ter passado pelo acostamento que teria autorização da polícia para passar’.

Outro manifestante opinou que para ele a BR deveria ser fechada até mais do que 30 minutos. “Abre uma exceção para ambulância e vamos fechar sim, se não nunca vai dar em nada. Nós temos que ser vistos sim, tem que afetar todo mundo, temos que ser notados, se não vamos ficar nessa aí o resto da vida batendo panela e cantando ‘sou brasileiro com muito orgulho e com muito amor’. Ah, pelo amor, discurso de moralidade uma hora dessa? Vamos para a BR sim!”, escreveu.

Houve até um homem que pediu que os protestos acontecessem na passarela do Bairro da Barra, o elefante branco de Balneário.

Mais protestos

Há grupos se organizando para voltarem às ruas nesta sexta-feira (18) e nos dias seguintes, contra a posse de Lula como ministro da Casa Civil e para pressionar o impeachment ou a renúncia de Dilma. Em Balneário um dos pontos de encontro hoje (18) será na Avenida Brasil, esquina com Central, a partir das 18h.

Neste momento protestos continuam a acontecer em todo o país, como na Avenida Paulista, em São Paulo, que está trancada desde as 18h de quarta-feira (16). Lá há inclusive manifestantes acampados com barracas.

Veja as imagens do protesto de ontem:

Publicidade

Publicidade