Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Lancha incendiada era pilotada por funcionário. Dono mora nos EUA
BC M1L GR4U

Quinta, 17/3/2016 16:13.

Um incêndio ocorrido na manhã desta quinta-feira (17), em uma lancha que estava no mar, nas proximidades com a Praia de Taquaras, será investigado pela Marinha e Corpo de Bombeiros. Eles vão apurar as causas e darão prosseguimento ao trâmite para saber se houve crime ambiental. *Moradores relataram nesta manhã, que havia vestígios do incêndio pela praia e forte cheiro de óleo.

Segundo a secretária do Meio Ambiente, Nena Amorim, o proprietário do barco mora nos Estados Unidos e quem estava pilotando a embarcação era o piloto contratado por ele. “Se houve derramamento de óleo no local, isso foi ontem (17). Fui hoje (18) até lá e não tem nada. Acredito que o próprio fogo queimou o óleo. 

Nena conta que seus fiscais também foram até o local ontem, mas que a jurisprudência é da Marinha. “Após o resultado do laudo, nós iremos averiguar se houve ou não crime ambiental”, diz.

O incidente

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a embarcação de 48 pés (cerca de 15 metros de comprimento), estava vindo da Praia de Laranjeiras quando começou a pegar fogo. Havia apenas um tripulante. Ele viu as chamas começarem na parte de trás da embarcação, mas não soube precisar se foi no motor ou no gerador.

O tripulante teve tempo para pedir socorro pelo rádio e depois se jogar ao mar. A Marinha captou o pedido e o retransmitiu. Uma embarcação que estava próxima resgatou o tripulante, que não teve ferimentos.

A lancha ficou a deriva até a chegada dos bombeiros com Jet ski e um bote. Eles tentaram combater o fogo com água do mar, porém não deram conta. A embarcação foi rebocada até a praia e as chamas foram apagadas com água e espuma de um caminhão dos bombeiros.

*Atualizado sexta, às 10h55.

Foto: Cristian Baumgarten

Foto: BR M1L GR4U

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Lancha incendiada era pilotada por funcionário. Dono mora nos EUA

BC M1L GR4U
Quinta, 17/3/2016 16:13.

Um incêndio ocorrido na manhã desta quinta-feira (17), em uma lancha que estava no mar, nas proximidades com a Praia de Taquaras, será investigado pela Marinha e Corpo de Bombeiros. Eles vão apurar as causas e darão prosseguimento ao trâmite para saber se houve crime ambiental. *Moradores relataram nesta manhã, que havia vestígios do incêndio pela praia e forte cheiro de óleo.

Segundo a secretária do Meio Ambiente, Nena Amorim, o proprietário do barco mora nos Estados Unidos e quem estava pilotando a embarcação era o piloto contratado por ele. “Se houve derramamento de óleo no local, isso foi ontem (17). Fui hoje (18) até lá e não tem nada. Acredito que o próprio fogo queimou o óleo. 

Nena conta que seus fiscais também foram até o local ontem, mas que a jurisprudência é da Marinha. “Após o resultado do laudo, nós iremos averiguar se houve ou não crime ambiental”, diz.

O incidente

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a embarcação de 48 pés (cerca de 15 metros de comprimento), estava vindo da Praia de Laranjeiras quando começou a pegar fogo. Havia apenas um tripulante. Ele viu as chamas começarem na parte de trás da embarcação, mas não soube precisar se foi no motor ou no gerador.

O tripulante teve tempo para pedir socorro pelo rádio e depois se jogar ao mar. A Marinha captou o pedido e o retransmitiu. Uma embarcação que estava próxima resgatou o tripulante, que não teve ferimentos.

A lancha ficou a deriva até a chegada dos bombeiros com Jet ski e um bote. Eles tentaram combater o fogo com água do mar, porém não deram conta. A embarcação foi rebocada até a praia e as chamas foram apagadas com água e espuma de um caminhão dos bombeiros.

*Atualizado sexta, às 10h55.

Foto: Cristian Baumgarten

Foto: BR M1L GR4U

Publicidade

Publicidade