Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Câmara de Vereadores comprou publicidade superfaturada

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Divulgação
Nilson Probst não explicou e quer intimidar o Página 3

Terça, 15/3/2016 7:41.

Levantamento feito pelo jornal Página 3 na semana passada mostrou que a Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú paga publicidade em veículos da região por preços muito mais altos do que os praticados no mercado.

Em alguns casos o preço chega a três e até quatro vezes aqueles normalmente praticados. Tabelas de preços foram forjadas e anexadas aos processos de pagamento dos preços superfaturados.

Em determinado momento, a Câmara contratou e pagou uma pesquisa para verificar a audiência dos veículos de comunicação, mas os aspectos técnicos nunca foram observados, a publicidade continuou sendo distribuída politicamente, inclusive na forma de mesada mensal a veículos e profissionais de imprensa.

O levantamento foi feito pela equipe do Página 3, diretamente em documentos originais da Câmara de Vereadores, na presença de um advogado e uma contabilista do Legislativo.

Ao final, constatado o superfaturamento, informamos que o espaço para o presidente Nilson Probst se manifestar estava à disposição.

O presidente da Câmara de Vereadores, Nilson Probst, não se manifestou sobre o superfaturamento das despesas de publicidade durante sua gestão na Câmara de Vereadores, mas na tentativa de intimidar o Página 3, requereu à prefeitura a lista dos pagamentos feitos ao jornal entre os anos de 2003 e 2008.

Esses foram os anos em que Rubens Spernau governou a cidade. Naquele período os critérios de publicidade eram claros, definidos pela agência Tátticas, de Itajaí, e por funcionários de carreira da prefeitura que continuam na ativa.

O Página 3 tem arquivada, em papel e em arquivos de computador, a maior parte da documentação do período que está à disposição de quem quiser examiná-la.

A agência de publicidade possivelmente tenha as ordens de serviço e com certeza o arquivo do município tem cópia dos documentos. 

Há anos integrantes do grupo político ligado a Edson Piriquito vem revirando, sem sucesso, arquivos na prefeitura procurando algo que possam usar contra o Página 3.

Enquanto perdiam tempo procurando o que não iriam e não irão encontrar, uma quadriilha de cargos de confiança nomeados pelo prefeito assaltou a cidade.

Leia o editorial sobre o assunto aqui.

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade