Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Balneário Camboriú recebe estoque insuficiente de vacinas

Terça, 1/3/2016 6:40.

De acordo com a prefeitura de Balneário Camboriú, o Departamento de Vigilância Epidemiológica começou a distribuir ontem (29) um estoque de vacinas enviado pelo Estado. A quantidade deve suprir apenas março, mas o setor já alertou que não será suficiente.

“Em função da demanda reprimida, acreditamos que a quantidade não será suficiente neste primeiro momento. Não só para Hepatite B, em falta desde outubro do último ano, mas para os demais imunobiológicos”, enfatiza Zibeilde Ferreira Borges, enfermeira e coordenadora de imunização.

O que veio

Apesar da entrega, o município conta, atualmente, com uma parcela menor de imunobiológicos contra Hepatite A, B, bem como a Tetra viral. A dT, utilizada em casos de tétano e difteria, também foi entregue em menor quantidade.

Até regularização total da situação, gestantes e pessoas que se ferirem com perfuro cortantes são caracterizados, em Balneário Camboriú, como grupo de risco e possuem prioridade para dT.

O que falta

Permanecem em falta em todo estado vacinas especiais como a DTPa e a Hepatite A CRIE.

Conforme a Saúde, o não envio ou entrega parcial de material, afeta todo o país e é consequência de problemas com desembargo alfandegário, falta de matéria prima para produção ou atraso por parte de laboratórios especializados.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Balneário Camboriú recebe estoque insuficiente de vacinas

Terça, 1/3/2016 6:40.

De acordo com a prefeitura de Balneário Camboriú, o Departamento de Vigilância Epidemiológica começou a distribuir ontem (29) um estoque de vacinas enviado pelo Estado. A quantidade deve suprir apenas março, mas o setor já alertou que não será suficiente.

“Em função da demanda reprimida, acreditamos que a quantidade não será suficiente neste primeiro momento. Não só para Hepatite B, em falta desde outubro do último ano, mas para os demais imunobiológicos”, enfatiza Zibeilde Ferreira Borges, enfermeira e coordenadora de imunização.

O que veio

Apesar da entrega, o município conta, atualmente, com uma parcela menor de imunobiológicos contra Hepatite A, B, bem como a Tetra viral. A dT, utilizada em casos de tétano e difteria, também foi entregue em menor quantidade.

Até regularização total da situação, gestantes e pessoas que se ferirem com perfuro cortantes são caracterizados, em Balneário Camboriú, como grupo de risco e possuem prioridade para dT.

O que falta

Permanecem em falta em todo estado vacinas especiais como a DTPa e a Hepatite A CRIE.

Conforme a Saúde, o não envio ou entrega parcial de material, afeta todo o país e é consequência de problemas com desembargo alfandegário, falta de matéria prima para produção ou atraso por parte de laboratórios especializados.

Publicidade

Publicidade