Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Geral
Equipe do SAMU realiza parto no Centro de Balneário Camboriú

Moradora da Rua 990 teve o bebê em casa, com ajuda dos socorristas

Segunda, 2/5/2016 9:50.
Divulgação

Publicidade

Os socorristas do SAMU passaram por uma situação emocionante na noite de domingo (1º). Eles realizaram um parto na Rua 990, no Centro de Balneário Camboriú.

Um dos socorristas que atenderam a ocorrência, Renaldo Marquato, conta que foram chamados pela avó (mãe da mãe) às 21h40.

“Ela nos ligou de um telefone público e informou que a bolsa de sua filha havia rompido”, diz. Renaldo e seus colegas foram até a casa da mulher de 32 anos e verificaram que o bebê não estava completamente encaixado, mas que a mãe estava tendo contrações fortes e constantes.

Foi pedido que a mulher tentasse se levantar para deitar na maca, assim ela seria encaminhada ao Hospital Municipal Ruth Cardoso. Porém, quando ela se levantou sentiu contrações mais fortes. “Então tivemos que fazer o parto, pois o bebê já começou a coroar. Deu tudo certo. A Vitória nasceu muito bem. Após terminarmos tudo encaminhamos ela e a mãe ao Ruth Cardoso, para conferirem se as duas estavam bem – e estavam”, comemora.

Renaldo acrescente que 99% das vezes o SAMU somente encaminha a grávida para o hospital. “Nos 10 anos que trabalho no SAMU já fiz muitas conduções e cerca de 40 ‘quase partos’, mas parto mesmo foram quatro. Trabalhei muito ontem (1º), infelizmente atendi muitas coisas ruins, mas terminar o dia com uma ocorrência assim foi gratificante. Você sente que tudo faz sentido, que todo o esforço vale a pena”, explica.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Divulgação

Equipe do SAMU realiza parto no Centro de Balneário Camboriú

Moradora da Rua 990 teve o bebê em casa, com ajuda dos socorristas

Publicidade

Segunda, 2/5/2016 9:50.

Os socorristas do SAMU passaram por uma situação emocionante na noite de domingo (1º). Eles realizaram um parto na Rua 990, no Centro de Balneário Camboriú.

Um dos socorristas que atenderam a ocorrência, Renaldo Marquato, conta que foram chamados pela avó (mãe da mãe) às 21h40.

“Ela nos ligou de um telefone público e informou que a bolsa de sua filha havia rompido”, diz. Renaldo e seus colegas foram até a casa da mulher de 32 anos e verificaram que o bebê não estava completamente encaixado, mas que a mãe estava tendo contrações fortes e constantes.

Foi pedido que a mulher tentasse se levantar para deitar na maca, assim ela seria encaminhada ao Hospital Municipal Ruth Cardoso. Porém, quando ela se levantou sentiu contrações mais fortes. “Então tivemos que fazer o parto, pois o bebê já começou a coroar. Deu tudo certo. A Vitória nasceu muito bem. Após terminarmos tudo encaminhamos ela e a mãe ao Ruth Cardoso, para conferirem se as duas estavam bem – e estavam”, comemora.

Renaldo acrescente que 99% das vezes o SAMU somente encaminha a grávida para o hospital. “Nos 10 anos que trabalho no SAMU já fiz muitas conduções e cerca de 40 ‘quase partos’, mas parto mesmo foram quatro. Trabalhei muito ontem (1º), infelizmente atendi muitas coisas ruins, mas terminar o dia com uma ocorrência assim foi gratificante. Você sente que tudo faz sentido, que todo o esforço vale a pena”, explica.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade