Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Chance de neve no Planalto e maré alta no Litoral

Quinta, 9/6/2016 9:00.

A Epagri/Ciram e a Defesa Civil alertam para intensificação do frio entre esta quinta-feira (9) e segunda-feira (13), com a chegada de uma nova massa de ar polar.

Nos próximos dias a temperatura mínima fica próxima e abaixo de zero, na madrugada e amanhecer em grande parte do Estado, ficando entre -4 e -6 ºC (negativos) nas áreas mais altas do Planalto.

Há condição de ocorrência de neve nas áreas mais altas do Planalto Sul, entre a noite de sexta-feira (10) e madrugada de sábado (11). Condição de geada, nos demais dias, generalizada nas áreas altas do Oeste ao Planalto, e isolada nas demais regiões, incluindo o Litoral.

Geou

Na última madrugada houve formação de geada ampla em varias localidades do Oeste, Meio Oeste, Planalto Sul, Planalto Norte e Alto Vale do Itajaí. A menor temperatura do estado foi registrada no Morro de Urupema chegando a -5,3°C. Áreas altas da Grande Florianópolis também tiveram registro de temperaturas negativas (um pouco mais modestas) de -0,9°C em Alfredo Wagner. Até o Litoral Sul chegou perto de zero com 0,5°C em Urussanga. 

Mar agitado e maré alta

Ainda conforme a Epagri, no final de sexta-feira (10) e no sábado (11) a altura de onda aumenta no Litoral de Santa Catarina, com picos de três a quatro metros, mais intensos em áreas afastadas da costa. Risco de ressaca no sábado.

A condição adversa de mar estará associada a um ciclone extratropical no oceano e ao avanço de outra massa de ar polar pelo Sul do Brasil.

Mantêm-se as condições de alagamentos devido à maré alta nas regiões mais baixas do litoral catarinense até o dia 12. O principal fator responsável pelo fenômeno, neste caso, é o vento persistente do quadrante sul que se intensifica ao longo da semana. Este vento provoca empilhamento da água marinha na costa. Previsão de mar agitado com ondas altas reforça o risco de ocorrer os alagamentos.

Entre os pontos mais prováveirs de influência da maré alta estão: locais próximos a desembocaduras de rios, Rod. Diomício Freitas, Centro de Eventos – CentroSul, praias do Sul da Ilha de Santa Catarina, Avenida Atlântica de Balneário Camboriú, Barra Velha, Araranguá, Laguna, Itajaí, Joinville, entre outros.

Por aqui a previsão de maré alta hoje é por volta das 17h30, na sexta o pico será pouco depois das 18h, no sábado pouco antes das 7h e às 19h.

Recomendações da Defesa Civil SC:

Geada: agricultores deverão tomar medidas preventivas.

Onda de Frio: atenção com população mais vulnerável, como enfermos, moradores de rua, idosos e crianças. Além disso, abrigar animais domésticos nas noites mais frias. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, em virtude das doenças causadas pelo frio (gripe, resfriados, pneumonia, meningite) é essencial tomar medidas simples como manter-se bem agasalhado, beber bastante água e evitar locais fechados e de grande circulação de pessoas, além da higiene frequente das mãos. Essas medidas são de grande valia na prevenção destas doenças, ressaltando que crianças e pessoas idosas são mais suscetíveis às doenças agravadas pelo frio e devem estar mais atentas.

Mar agitado: perigo a navegação de pequenas e médias embarcações e atividades de pesca.

Ressaca: proteger embarcações e apetrechos de pesca e maricultura. Atenção para edificações, infraestruturas e vias em áreas de vulneráveis à erosão e inundações costeiras.

 

Qualquer problema deve ser comunicado à coordenadoria municipal de Defesa Civil, através do telefone de emergência 199 ou para o Corpo de Bombeiros, no número 193.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Chance de neve no Planalto e maré alta no Litoral

Quinta, 9/6/2016 9:00.

A Epagri/Ciram e a Defesa Civil alertam para intensificação do frio entre esta quinta-feira (9) e segunda-feira (13), com a chegada de uma nova massa de ar polar.

Nos próximos dias a temperatura mínima fica próxima e abaixo de zero, na madrugada e amanhecer em grande parte do Estado, ficando entre -4 e -6 ºC (negativos) nas áreas mais altas do Planalto.

Há condição de ocorrência de neve nas áreas mais altas do Planalto Sul, entre a noite de sexta-feira (10) e madrugada de sábado (11). Condição de geada, nos demais dias, generalizada nas áreas altas do Oeste ao Planalto, e isolada nas demais regiões, incluindo o Litoral.

Geou

Na última madrugada houve formação de geada ampla em varias localidades do Oeste, Meio Oeste, Planalto Sul, Planalto Norte e Alto Vale do Itajaí. A menor temperatura do estado foi registrada no Morro de Urupema chegando a -5,3°C. Áreas altas da Grande Florianópolis também tiveram registro de temperaturas negativas (um pouco mais modestas) de -0,9°C em Alfredo Wagner. Até o Litoral Sul chegou perto de zero com 0,5°C em Urussanga. 

Mar agitado e maré alta

Ainda conforme a Epagri, no final de sexta-feira (10) e no sábado (11) a altura de onda aumenta no Litoral de Santa Catarina, com picos de três a quatro metros, mais intensos em áreas afastadas da costa. Risco de ressaca no sábado.

A condição adversa de mar estará associada a um ciclone extratropical no oceano e ao avanço de outra massa de ar polar pelo Sul do Brasil.

Mantêm-se as condições de alagamentos devido à maré alta nas regiões mais baixas do litoral catarinense até o dia 12. O principal fator responsável pelo fenômeno, neste caso, é o vento persistente do quadrante sul que se intensifica ao longo da semana. Este vento provoca empilhamento da água marinha na costa. Previsão de mar agitado com ondas altas reforça o risco de ocorrer os alagamentos.

Entre os pontos mais prováveirs de influência da maré alta estão: locais próximos a desembocaduras de rios, Rod. Diomício Freitas, Centro de Eventos – CentroSul, praias do Sul da Ilha de Santa Catarina, Avenida Atlântica de Balneário Camboriú, Barra Velha, Araranguá, Laguna, Itajaí, Joinville, entre outros.

Por aqui a previsão de maré alta hoje é por volta das 17h30, na sexta o pico será pouco depois das 18h, no sábado pouco antes das 7h e às 19h.

Recomendações da Defesa Civil SC:

Geada: agricultores deverão tomar medidas preventivas.

Onda de Frio: atenção com população mais vulnerável, como enfermos, moradores de rua, idosos e crianças. Além disso, abrigar animais domésticos nas noites mais frias. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, em virtude das doenças causadas pelo frio (gripe, resfriados, pneumonia, meningite) é essencial tomar medidas simples como manter-se bem agasalhado, beber bastante água e evitar locais fechados e de grande circulação de pessoas, além da higiene frequente das mãos. Essas medidas são de grande valia na prevenção destas doenças, ressaltando que crianças e pessoas idosas são mais suscetíveis às doenças agravadas pelo frio e devem estar mais atentas.

Mar agitado: perigo a navegação de pequenas e médias embarcações e atividades de pesca.

Ressaca: proteger embarcações e apetrechos de pesca e maricultura. Atenção para edificações, infraestruturas e vias em áreas de vulneráveis à erosão e inundações costeiras.

 

Qualquer problema deve ser comunicado à coordenadoria municipal de Defesa Civil, através do telefone de emergência 199 ou para o Corpo de Bombeiros, no número 193.

 

Publicidade

Publicidade