Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Consumidor deve gastar menos no Dia dos Namorados deste ano

Quarta, 8/6/2016 10:59.

Apesar de ser considerada a terceira melhor data para o comércio, com a crise, o setor não tem expectativas altas para este Dia dos Namorados, comemorado no dia 12. A expectativa é de apenas 1% de crescimento nas vendas e queda no tíquete médio de R$ 200 (em 2015) para R$ 170 neste ano.

De acordo com a presidente da Câmara de Dirigentes Lojsitas de Balneário Camboriú (CDL), Eliane Colla, eventos sazonais são ótimos momentos para o empreendedor divulgar seus produtos e serviços de forma mais agressiva. “O Dia dos Namorados traz desafios e oportunidades para o varejo, com a demanda levando o faturamento a uma variação positiva”, afirma.

Eliane destaca que é importante explorar todos os recursos da vitrine para surpreender e atrair a clientela. Pesquisa da Fecomércio destaca que o preço será o fator decisivo na hora da compra, por isso promoções podem incentivar as vendas.

Entre os produtos mais procurados para a data estão roupas, sapatos e acessórios, seguido pelo setor de perfumaria e cosméticos, entre outros objetos e serviços. Outros setores que devem ter as vendas aquecidas neste período, apesar da situação econômica, são as floriculturas, restaurantes e as lojas de chocolate.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Consumidor deve gastar menos no Dia dos Namorados deste ano

Quarta, 8/6/2016 10:59.

Apesar de ser considerada a terceira melhor data para o comércio, com a crise, o setor não tem expectativas altas para este Dia dos Namorados, comemorado no dia 12. A expectativa é de apenas 1% de crescimento nas vendas e queda no tíquete médio de R$ 200 (em 2015) para R$ 170 neste ano.

De acordo com a presidente da Câmara de Dirigentes Lojsitas de Balneário Camboriú (CDL), Eliane Colla, eventos sazonais são ótimos momentos para o empreendedor divulgar seus produtos e serviços de forma mais agressiva. “O Dia dos Namorados traz desafios e oportunidades para o varejo, com a demanda levando o faturamento a uma variação positiva”, afirma.

Eliane destaca que é importante explorar todos os recursos da vitrine para surpreender e atrair a clientela. Pesquisa da Fecomércio destaca que o preço será o fator decisivo na hora da compra, por isso promoções podem incentivar as vendas.

Entre os produtos mais procurados para a data estão roupas, sapatos e acessórios, seguido pelo setor de perfumaria e cosméticos, entre outros objetos e serviços. Outros setores que devem ter as vendas aquecidas neste período, apesar da situação econômica, são as floriculturas, restaurantes e as lojas de chocolate.

Publicidade

Publicidade