Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Zé Kila preso após condenação de 12 anos por homicídio

Quarta, 29/6/2016 9:27.

José Carlos Koehler Sobrinho, o Zé Kila, 66 anos, ex-diretor do Contribuição para Custeio do Serviço de Iluminação Pública (COSIP) de Balneário Camboriú foi preso na tarde de terça-feira (28), em Ilhota, devido à condenação por matar um homem de 23 anos em dezembro de 2009, no Centro de Balneário Camboriú.

Zé Kila foi condenado a 12 anos de prisão por assassinar o jovem, que era seu vizinho. A vítima tinha problemas com drogas, praticava pequenos furtos e teria  furtado uma arma de fogo de Zé Kila.

O rapaz foi morto a tiros em frente ao edifício onde eles residiam, no Centro de Balneário. Na época circulou a história que Zé Kila disparou da sacada do seu apartamento, atingindo a vítima na cabeça.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Política

Fabrício Oliveira é acusado de omissão em relação ao loteamento clandestino Vila Fortaleza


Política


Cidade

Devido a declarações falsas, BC Port é alvo de investigação 


Cidade

Vice-prefeito quer estudar o assunto com mais cuidado 


Publicidade


Publicidade


Saúde

Evento é especial para mulheres e inscrições estão abertas


Esportes


Publicidade

Revestimento que já foi sucesso é tendência novamente


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Zé Kila preso após condenação de 12 anos por homicídio

Quarta, 29/6/2016 9:27.

José Carlos Koehler Sobrinho, o Zé Kila, 66 anos, ex-diretor do Contribuição para Custeio do Serviço de Iluminação Pública (COSIP) de Balneário Camboriú foi preso na tarde de terça-feira (28), em Ilhota, devido à condenação por matar um homem de 23 anos em dezembro de 2009, no Centro de Balneário Camboriú.

Zé Kila foi condenado a 12 anos de prisão por assassinar o jovem, que era seu vizinho. A vítima tinha problemas com drogas, praticava pequenos furtos e teria  furtado uma arma de fogo de Zé Kila.

O rapaz foi morto a tiros em frente ao edifício onde eles residiam, no Centro de Balneário. Na época circulou a história que Zé Kila disparou da sacada do seu apartamento, atingindo a vítima na cabeça.

Publicidade

Publicidade