Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Colégio Santa, abandonado pelo prefeito Edson Piriquito
Página 3
Na entrada da escola o cartão de visitas é o desleixo, a falta de conservação.

Segunda, 27/6/2016 11:28.

Prosseguindo com a série de reportagens fotográficas que mostram o estado de abandono a que estão submetidos os prédios e espaços públicos em Balneário Camboriú o foco hoje é no Colégio Santa, talvez o maior da cidade, construído na sua quase totalidade no governo Rubens Spernau e concluído no governo atual.

Em sete anos e meio de governo o prefeito Edson Piriquito não construiu nenhuma escola e poderia ao menos ter conservado as que outros prefeitos construíram.

O abandono com a coisa pública é generalizado, custará caro ao futuro prefeito recuperar o que for necessário. O espantoso é que esse abandono se verifica em locais onde não poderia acontecer, como no Hospital Ruth Cardoso (mostrado na primeira reportagem desta série); postos de saúde e escolas.

 
Placa na entrada da escola, rasgada e desbotada.

 
Paredes do bloco das salas de aula desgastadas. Poderiam ao menos lavar. 

 
Aqui é a portal principal da escola.


Fizeram um reparo e deixaram o entulho jogado num canto. Coisa de gente porca. 

 
Poderiam ao menos passar uma tinta no muro do pátio da escola.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Cidade

O presidente da Caixa parece ter concordado com a necessidade de preservação


Variedades

No Sardinhas Bar e Bistrô, em Itajaí, o melhor do jazz e da música instrumental brasileira.


Cidade

Um cano rompido levava o esgoto para o pluvial


Esportes

A recordista dos 100m e 200m rasos é de Balneário Camboriú


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Colégio Santa, abandonado pelo prefeito Edson Piriquito

Página 3
Na entrada da escola o cartão de visitas é o desleixo, a falta de conservação.
Na entrada da escola o cartão de visitas é o desleixo, a falta de conservação.
Segunda, 27/6/2016 11:28.

Prosseguindo com a série de reportagens fotográficas que mostram o estado de abandono a que estão submetidos os prédios e espaços públicos em Balneário Camboriú o foco hoje é no Colégio Santa, talvez o maior da cidade, construído na sua quase totalidade no governo Rubens Spernau e concluído no governo atual.

Em sete anos e meio de governo o prefeito Edson Piriquito não construiu nenhuma escola e poderia ao menos ter conservado as que outros prefeitos construíram.

O abandono com a coisa pública é generalizado, custará caro ao futuro prefeito recuperar o que for necessário. O espantoso é que esse abandono se verifica em locais onde não poderia acontecer, como no Hospital Ruth Cardoso (mostrado na primeira reportagem desta série); postos de saúde e escolas.

 
Placa na entrada da escola, rasgada e desbotada.

 
Paredes do bloco das salas de aula desgastadas. Poderiam ao menos lavar. 

 
Aqui é a portal principal da escola.


Fizeram um reparo e deixaram o entulho jogado num canto. Coisa de gente porca. 

 
Poderiam ao menos passar uma tinta no muro do pátio da escola.

Publicidade

Publicidade