Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Missa de 7º Dia de Manoel da Silva

Sexta, 15/7/2016 13:57.

Familiares de Manoel da Silva (Seu Maneca), falecido no último dia 6 de julho, em Balneário Camboriú, agradecem as manifestações de pesar e solidariedade neste momento de muita tristeza e convidam parentes e amigos para a Missa de 7º Dia, neste domingo, dia 17 de julho, às 19h, na capela da Igreja Nossa Sra.Aparecida, na Vila Real.

Manoel era figura conhecida na cidade. Nasceu em Balneário, na praia de Taquaras, e viveu toda a vida no município. Ele teve o primeiro entreposto de pesca da região, na Avenida Brasil e na Barra, e também foi pioneiro nos trabalhos de mão de obra, tendo pavimentado várias ruas da cidade, primeiro com paralelepípedo e depois com lajota.

Ele deixou sete filhos Luiz Henrique, José Carlos, Manoel Jaci, Ieda Maria, Romi Terezinha, Márcia Regina e Leonir Aparecida, além de 13 netos, 15 bisnetos e um tataraneto. Manoel era viúvo desde 2003.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Justiça

MP diz que aluguel de totens de segurança causou prejuízo ao erário


Cidade


Geral

Evento será nessa sexta (24) e sábado (25)


Cultura

 André Gevaerd quer trazer eventos de diversas áreas para a cidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Missa de 7º Dia de Manoel da Silva

Publicidade

Sexta, 15/7/2016 13:57.

Familiares de Manoel da Silva (Seu Maneca), falecido no último dia 6 de julho, em Balneário Camboriú, agradecem as manifestações de pesar e solidariedade neste momento de muita tristeza e convidam parentes e amigos para a Missa de 7º Dia, neste domingo, dia 17 de julho, às 19h, na capela da Igreja Nossa Sra.Aparecida, na Vila Real.

Manoel era figura conhecida na cidade. Nasceu em Balneário, na praia de Taquaras, e viveu toda a vida no município. Ele teve o primeiro entreposto de pesca da região, na Avenida Brasil e na Barra, e também foi pioneiro nos trabalhos de mão de obra, tendo pavimentado várias ruas da cidade, primeiro com paralelepípedo e depois com lajota.

Ele deixou sete filhos Luiz Henrique, José Carlos, Manoel Jaci, Ieda Maria, Romi Terezinha, Márcia Regina e Leonir Aparecida, além de 13 netos, 15 bisnetos e um tataraneto. Manoel era viúvo desde 2003.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade