Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Porto Belo também quer adotar pedágio para automóveis

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Visite Porto Belo

Quinta, 7/1/2016 17:50.

O município de Porto Belo também pretende adotar pedágio para automóveis e os estudos neste sentido iniciarão neste ano em parceria com a Univali. A exemplo da vizinha Bombinhas, a alegação é gerar compensações ambientais.

A ideia inicial é que quem pagar o pedágio terá direito a desconto no mesmo valor em compras no comércio local. Com isso a conta não fecha porque sobra para a prefeitura custear a infraestrutura de arrecadação e controle do pedágio, que é cara para um município cujo orçamento é pequeno, apenas R$ 72 milhões neste ano.

Em Bombinhas, por exemplo, esse gasto em 2015 foi de R$ 2,8 milhões nos últimos 12 meses.

O presidente da Fundação de Turismo, Cláudio Souza, disse que o custo para administrar a taxa ambiental será baixo porque se trata de outra administração, mas não entrou em detalhes porque os estudos estão apenas iniciando.

Ele comentou que a medida deve trazer grande retorno ambiental, mas aparentemente está errando o foco, talvez propositadamente, porque este pedágio vai movimentar é o comércio que hoje assiste a maioria dos turistas passando direto em direção a Bombinhas.

Para os turistas restará o dissabor de pagar um pedágio em Porto Belo e outro, minutos depois em Bombinhas.
 


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade