Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Geral
Pais responderão judicialmente por deixarem filho trancado em casa para ir à academia

Eles responderão po abandono de incapaz

Segunda, 25/1/2016 10:10.
Divulgação PM

Publicidade

Os pais do menino de apenas dois anos, que foi deixado sozinho em casa, na noite de sábado (23), no Centro de Balneário Camboriú, irão responder judicialmente por abandono de incapaz. O Conselho Tutelar está acompanhando a situação.

Entenda o caso

A Polícia Militar foi chamada por moradores de um prédio na Avenida Brasil esquina com a Rua 2.700, porque uma criança gritava desesperadamente em um dos apartamentos.

Os policiais tiveram que arrombar a porta para localizar o menino, que estava sozinho na residência, sem ventilação e no escuro.

Os pais dele logo foram encontrados – haviam ido à academia. Eles vão responder judicialmente por abandono de incapaz.

Conselho Tutelar

A conselheira Huanita Radke Carolo atendeu ao caso e conta que vai se reunir com os pais para discutir o ocorrido. “A Polícia Militar me chamou e quando eu cheguei lá os pais já haviam sido localizados. Eles foram notificados e devem comparecer ao Conselho. Além de responderem judicialmente, vão ser advertidos por nós”, explica.

Huanita confirma a versão da polícia de que os pais foram na academia. “Essa foi a única explicação que eles deram. Disseram que o menino costuma dormir muito no horário em que saíram e acharam que por isso não teria problema. Expliquei para eles que isso pode causar danos psicológicos à criança, além de poder acontecer acidentes, como um incêndio. Outro perigo é a sacada, que estava entreaberta, e ele poderia cair”, comenta.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Divulgação PM

Pais responderão judicialmente por deixarem filho trancado em casa para ir à academia

Eles responderão po abandono de incapaz

Publicidade

Segunda, 25/1/2016 10:10.

Os pais do menino de apenas dois anos, que foi deixado sozinho em casa, na noite de sábado (23), no Centro de Balneário Camboriú, irão responder judicialmente por abandono de incapaz. O Conselho Tutelar está acompanhando a situação.

Entenda o caso

A Polícia Militar foi chamada por moradores de um prédio na Avenida Brasil esquina com a Rua 2.700, porque uma criança gritava desesperadamente em um dos apartamentos.

Os policiais tiveram que arrombar a porta para localizar o menino, que estava sozinho na residência, sem ventilação e no escuro.

Os pais dele logo foram encontrados – haviam ido à academia. Eles vão responder judicialmente por abandono de incapaz.

Conselho Tutelar

A conselheira Huanita Radke Carolo atendeu ao caso e conta que vai se reunir com os pais para discutir o ocorrido. “A Polícia Militar me chamou e quando eu cheguei lá os pais já haviam sido localizados. Eles foram notificados e devem comparecer ao Conselho. Além de responderem judicialmente, vão ser advertidos por nós”, explica.

Huanita confirma a versão da polícia de que os pais foram na academia. “Essa foi a única explicação que eles deram. Disseram que o menino costuma dormir muito no horário em que saíram e acharam que por isso não teria problema. Expliquei para eles que isso pode causar danos psicológicos à criança, além de poder acontecer acidentes, como um incêndio. Outro perigo é a sacada, que estava entreaberta, e ele poderia cair”, comenta.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade