Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Morador de Balneário morre afogado no Rio Camboriú
Arquivo JP3

Sexta, 26/8/2016 9:15.

Um homem de 38 anos, Matias Henrique Rodrigues, morador de Balneário Camboriú, faleceu na quinta-feira (25), vítima de um afogamento. Ele entrou no Rio Camboriú, perto da ponte da Via Gastronômica, e se afogou.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, eles foram acionados às 12h45, mas nessa hora Matias já havia desaparecido.

No local, os bombeiros conversaram com andarilhos que estavam por lá. Eles informaram que Matias chegou, se despiu e entrou no rio, sumindo pouco tempo depois.

Os próprios bombeiros disseram à reportagem que não se sabe se ele entrou na água para se banhar ou para dar fim na própria vida.

O corpo do homem foi encontrado aproximadamente uma hora depois e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), onde a família o reconheceu. Ele morava no Centro de Balneário.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Saúde

As vizinhas Itapema (185) e Camboriú (105) lideram a lista de doentes autóctones


Justiça

MP diz que aluguel de totens de segurança causou prejuízo ao erário


Geral

Evento será nessa sexta (24) e sábado (25)


Cultura

Livro “Camboriú e Balneário e Camboriú – a história das duas cidades” em nova versão


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Morador de Balneário morre afogado no Rio Camboriú

Arquivo JP3

Publicidade

Sexta, 26/8/2016 9:15.

Um homem de 38 anos, Matias Henrique Rodrigues, morador de Balneário Camboriú, faleceu na quinta-feira (25), vítima de um afogamento. Ele entrou no Rio Camboriú, perto da ponte da Via Gastronômica, e se afogou.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, eles foram acionados às 12h45, mas nessa hora Matias já havia desaparecido.

No local, os bombeiros conversaram com andarilhos que estavam por lá. Eles informaram que Matias chegou, se despiu e entrou no rio, sumindo pouco tempo depois.

Os próprios bombeiros disseram à reportagem que não se sabe se ele entrou na água para se banhar ou para dar fim na própria vida.

O corpo do homem foi encontrado aproximadamente uma hora depois e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), onde a família o reconheceu. Ele morava no Centro de Balneário.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade