Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Empresário morre em acidente na Avenida Atlântica
Divulgação

Segunda, 15/8/2016 8:30.

Um acidente de trânsito fatal chocou Balneário Camboriú neste final de semana. O empresário Eduardo Prim, 29 anos, bateu em um poste na Avenida Atlântica, às 6h de sábado (13), em frente da balada sertaneja Shed Western Bar, na Barra Sul, e capotou a Mercedes Benz c250 que dirigia.

Segundo informações do SAMU, Eduardo foi arremessado para fora do veículo e sofreu politraumatismo. Ele morreu antes da chegada do atendimento médico. O homem era empresário e sócio da Vetores Topografia e Engenharia.

Acidentes fatais são raros na Avenida Atlântica, considerando que a velocidade máxima permitida para circular no local é de 40km/h. O que piorou o acidente foi o fato de que, segundo informações dos agentes de trânsito, Eduardo estava sem cinto de segurança.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Política

Fabrício Oliveira é acusado de omissão em relação ao loteamento clandestino Vila Fortaleza


Política


Cidade

Devido a declarações falsas, BC Port é alvo de investigação 


Cidade

Vice-prefeito quer estudar o assunto com mais cuidado 


Publicidade


Publicidade


Saúde

Evento é especial para mulheres e inscrições estão abertas


Esportes


Publicidade

Revestimento que já foi sucesso é tendência novamente


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Empresário morre em acidente na Avenida Atlântica

Divulgação
Segunda, 15/8/2016 8:30.

Um acidente de trânsito fatal chocou Balneário Camboriú neste final de semana. O empresário Eduardo Prim, 29 anos, bateu em um poste na Avenida Atlântica, às 6h de sábado (13), em frente da balada sertaneja Shed Western Bar, na Barra Sul, e capotou a Mercedes Benz c250 que dirigia.

Segundo informações do SAMU, Eduardo foi arremessado para fora do veículo e sofreu politraumatismo. Ele morreu antes da chegada do atendimento médico. O homem era empresário e sócio da Vetores Topografia e Engenharia.

Acidentes fatais são raros na Avenida Atlântica, considerando que a velocidade máxima permitida para circular no local é de 40km/h. O que piorou o acidente foi o fato de que, segundo informações dos agentes de trânsito, Eduardo estava sem cinto de segurança.

Publicidade

Publicidade