Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Funcionário da Fundação de Esportes morre em acidente de trânsito

Segunda, 4/4/2016 12:03.

O servidor público Rodrigo Sebastião da Silva, 31 anos, que trabalhava na Fundação de Esportes de Balneário Camboriú, faleceu na tarde de sábado (2), vítima de um acidente de trânsito.

Rodrigo estava na Honda/Biz dele, no KM 137 da BR-101 quando teve contato com um carro, que acabou fazendo ele cair da motoneta.

O vereador André Meirinho, que é amigo da família, relatou que após a queda Rodrigo foi então atropelado por um caminhão, que saiu do local. Ele foi cremado no domingo (3).

Rodrigo deixa esposa, a também servidora pública da Fundação de Esportes, Luciana Fiamoncini e um filho, o pequeno Rafael.

O Página 3 recebeu informações extra-oficiais de que motoristas seguiram o caminhoneiro até o PA do Bairro da Barra, onde ele foi informado que havia matado Rodrigo. O homem teria ficado em choque, pois teria dito que não sabia do ocorrido.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Cidade

Balneário Camboriú passa a ser a cidade brasileira com mais bandeiras azuis


Política

Estratégia é oferecer cargos nos Estados aos deputados avulsos


Justiça

Empreendedor se defende em nota à imprensa


Cidade

O acordo põe fim a anos de insegurança e desgaste jurídico


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Funcionário da Fundação de Esportes morre em acidente de trânsito

Segunda, 4/4/2016 12:03.

O servidor público Rodrigo Sebastião da Silva, 31 anos, que trabalhava na Fundação de Esportes de Balneário Camboriú, faleceu na tarde de sábado (2), vítima de um acidente de trânsito.

Rodrigo estava na Honda/Biz dele, no KM 137 da BR-101 quando teve contato com um carro, que acabou fazendo ele cair da motoneta.

O vereador André Meirinho, que é amigo da família, relatou que após a queda Rodrigo foi então atropelado por um caminhão, que saiu do local. Ele foi cremado no domingo (3).

Rodrigo deixa esposa, a também servidora pública da Fundação de Esportes, Luciana Fiamoncini e um filho, o pequeno Rafael.

O Página 3 recebeu informações extra-oficiais de que motoristas seguiram o caminhoneiro até o PA do Bairro da Barra, onde ele foi informado que havia matado Rodrigo. O homem teria ficado em choque, pois teria dito que não sabia do ocorrido.

Publicidade

Publicidade