Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Confirmado primeiro caso de Zica em Balneário Camboriú

Segunda, 4/4/2016 11:42.

O último relatório da Sala de Situação de Combate ao Aedes aegypt confirmou o primeiro caso de Zika Virus de um residente de Balneário Camboriú. Ele contraiu a doença fora do município.

Além disso, com relação à Dengue, Balneário Camboriú já contabiliza, desde o início do ano, 10 casos autóctones, contraídos na cidade; três casos de moradores da cidade em que não foi possível determinar o local de contágio; cinco importados, de residentes que contraíram a doença em outro município; além de 23 turistas que foram atendidos pela rede de saúde da cidade, mas que contraíram a doença em outros municípios e já retornaram para suas residências.

"Apesar do caso de Zika não ser autóctone, agentes de endemias já fazem, desde quando notificado, todo o bloqueio e demais ações para impedir que a doença seja disseminada pelo mosquito. A pessoa contaminada reside na região Central do município. O Departamento de Vigilância Epidemiológica também fez buscativas nas redondezas e não identificou, até o momento, nenhum outro caso sintomático semelhante", diz a nota.

A maioria dos casos confirmados é do Centro e Bairro das Nações e já foram realizadas cerca de 500 averiguações. Foram identificados, somente esse ano, mais de 474 focos positivos do mosquito, por isso continua o alerta para acabar com condições para proliferação do mosquito.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Confirmado primeiro caso de Zica em Balneário Camboriú

Segunda, 4/4/2016 11:42.

O último relatório da Sala de Situação de Combate ao Aedes aegypt confirmou o primeiro caso de Zika Virus de um residente de Balneário Camboriú. Ele contraiu a doença fora do município.

Além disso, com relação à Dengue, Balneário Camboriú já contabiliza, desde o início do ano, 10 casos autóctones, contraídos na cidade; três casos de moradores da cidade em que não foi possível determinar o local de contágio; cinco importados, de residentes que contraíram a doença em outro município; além de 23 turistas que foram atendidos pela rede de saúde da cidade, mas que contraíram a doença em outros municípios e já retornaram para suas residências.

"Apesar do caso de Zika não ser autóctone, agentes de endemias já fazem, desde quando notificado, todo o bloqueio e demais ações para impedir que a doença seja disseminada pelo mosquito. A pessoa contaminada reside na região Central do município. O Departamento de Vigilância Epidemiológica também fez buscativas nas redondezas e não identificou, até o momento, nenhum outro caso sintomático semelhante", diz a nota.

A maioria dos casos confirmados é do Centro e Bairro das Nações e já foram realizadas cerca de 500 averiguações. Foram identificados, somente esse ano, mais de 474 focos positivos do mosquito, por isso continua o alerta para acabar com condições para proliferação do mosquito.

Publicidade

Publicidade