Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Estudante de Balneário tem redação vencedora em concurso do MPSC

Terça, 12/4/2016 10:20.

O estudante de Direito Filipe Bellincanta de Souza, 23, morador de Balneário Camboriú ficou em 1º lugar na redação de concurso promovido pelo Ministério Público. 

Natural de Campos Novos, o estudante ficou sabendo do concurso durante um estágio no Fórum de Itajaí. "Busco estar sempre atualizado com o que o Direito exige, sendo que este concurso não é divulgado na universidade nem para os acadêmicos, então só quem tem interesse é que fica sabendo", conta.

Leia a redação

O novo horizonte

“A corrupção no Brasil possui raízes profundas e antigas, é também praticada em instituições públicas e no dia-a-dia dos brasileiros. Mas com o amadurecimento das condutas sociais e legislativas, surgiu o Ministério Público, o qual exerce a fiscalização de atos ilícitos com suporte legal.

Devido às recentes manifestações dos habitantes do Brasil nas ruas e na internet, houve uma abertura e encorajamento no combate de comportamentos corruptos. E a atuação do Ministério Público mostra que a mudança positiva é necessária para haver uma democracia eficaz, a qual assegura respeito e confiança ao povo.

Os atos judiciais, administrativos e investigações podem receber auxílio do Ministério Público, porém esta ajuda não pode ser vista como heroísmo, mas como um meio inspirador de liderança e demonstração de que há pessoas interessadas na construção da moralidade, eficácia, ética e solidez das estruturas institucionais.

O desempenho ministerial contra a corrupção é um fato esclarecido nos gabinetes, no marketing e atualmente tem orientado pela TV e por políticas públicas como estratégias de desenvolver melhores cidadãos. Esta ideia é possível pois impacta diretamente na influência que a população tem nas decisões dos Juízes. Como exemplo, temos a Operação Lava Jato e a transparência e cuidado com princípios, direitos e deveres.

Desta forma, pode-se crer que a atmosfera que corrompe gerações tem sido destruída para formar uma sociedade mais justa, humana e compatível com as exigências que a lei impõe”.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Estudante de Balneário tem redação vencedora em concurso do MPSC

Terça, 12/4/2016 10:20.

O estudante de Direito Filipe Bellincanta de Souza, 23, morador de Balneário Camboriú ficou em 1º lugar na redação de concurso promovido pelo Ministério Público. 

Natural de Campos Novos, o estudante ficou sabendo do concurso durante um estágio no Fórum de Itajaí. "Busco estar sempre atualizado com o que o Direito exige, sendo que este concurso não é divulgado na universidade nem para os acadêmicos, então só quem tem interesse é que fica sabendo", conta.

Leia a redação

O novo horizonte

“A corrupção no Brasil possui raízes profundas e antigas, é também praticada em instituições públicas e no dia-a-dia dos brasileiros. Mas com o amadurecimento das condutas sociais e legislativas, surgiu o Ministério Público, o qual exerce a fiscalização de atos ilícitos com suporte legal.

Devido às recentes manifestações dos habitantes do Brasil nas ruas e na internet, houve uma abertura e encorajamento no combate de comportamentos corruptos. E a atuação do Ministério Público mostra que a mudança positiva é necessária para haver uma democracia eficaz, a qual assegura respeito e confiança ao povo.

Os atos judiciais, administrativos e investigações podem receber auxílio do Ministério Público, porém esta ajuda não pode ser vista como heroísmo, mas como um meio inspirador de liderança e demonstração de que há pessoas interessadas na construção da moralidade, eficácia, ética e solidez das estruturas institucionais.

O desempenho ministerial contra a corrupção é um fato esclarecido nos gabinetes, no marketing e atualmente tem orientado pela TV e por políticas públicas como estratégias de desenvolver melhores cidadãos. Esta ideia é possível pois impacta diretamente na influência que a população tem nas decisões dos Juízes. Como exemplo, temos a Operação Lava Jato e a transparência e cuidado com princípios, direitos e deveres.

Desta forma, pode-se crer que a atmosfera que corrompe gerações tem sido destruída para formar uma sociedade mais justa, humana e compatível com as exigências que a lei impõe”.

Publicidade

Publicidade