Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Fama
O que é a síndrome de Guillain-Barré, doença que acomete Rochelle em 'Segundo Sol'

Terça, 4/9/2018 12:12.
Globo/Divulgação
Giovanna Lancellotti

Publicidade

BEATRIZ FIALHO (FOLHAPRESS)

Após cair em cima de uma mesa, Rochelle, personagem de Giovanna Lancellotti em "Segundo Sol", machuca-se e é levada para o hospital. Lá, ela é submetida a uma série de exames cujo diagnóstico é Síndrome de Guillain-Barré.

A doença é um distúrbio neurológico em que o sistema imunológico passa a atacar o sistema nervoso, podendo causar alterações motoras, atrofias, fraqueza gradual nas pernas, braços e troncos e, em alguns casos, podendo levar à total paralisia.

Esse distúrbio é desencadeado por infecções bactericidas ou virais e pode ter ligação com o Zika Vírus, transmitido pelo mosquito Aedes aegypti.

O tratamento normalmente é feito com medicação intravenosa com medicamentos imuno-opressores, que diminuam a ação do próprio sistema imunológico, como ocorre no caso de algumas doenças autoimunes. A recuperação envolve também sessões de fisioterapia para a retomada de eventuais movimentos prejudicados.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Globo/Divulgação
Giovanna Lancellotti
Giovanna Lancellotti

O que é a síndrome de Guillain-Barré, doença que acomete Rochelle em 'Segundo Sol'

Publicidade

Terça, 4/9/2018 12:12.

BEATRIZ FIALHO (FOLHAPRESS)

Após cair em cima de uma mesa, Rochelle, personagem de Giovanna Lancellotti em "Segundo Sol", machuca-se e é levada para o hospital. Lá, ela é submetida a uma série de exames cujo diagnóstico é Síndrome de Guillain-Barré.

A doença é um distúrbio neurológico em que o sistema imunológico passa a atacar o sistema nervoso, podendo causar alterações motoras, atrofias, fraqueza gradual nas pernas, braços e troncos e, em alguns casos, podendo levar à total paralisia.

Esse distúrbio é desencadeado por infecções bactericidas ou virais e pode ter ligação com o Zika Vírus, transmitido pelo mosquito Aedes aegypti.

O tratamento normalmente é feito com medicação intravenosa com medicamentos imuno-opressores, que diminuam a ação do próprio sistema imunológico, como ocorre no caso de algumas doenças autoimunes. A recuperação envolve também sessões de fisioterapia para a retomada de eventuais movimentos prejudicados.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade