Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Fama
Trump confirma que reembolsou, mas não teve sexo com Stormy Daniels

Ele pagou quase R$ 500 mil por silêncio da donzela

Quinta, 3/5/2018 11:15.
Public Reading Rooms.

Publicidade

O presidente americano, Donald Trump, confirmou nesta quinta-feira (3) ter reembolsado o advogado Michael Cohen pelo dinheiro que este pagou pagou pelo silêncio da atriz pornô Stephanie Clifford, conhecida como Stormy Daniels.

O ex-prefeito de Nova York Rudolph Giuliani, que integra a equipe jurídica de Trump, revelou na quarta-feira (2) em uma entrevista para o canal de TV Fox News o reembolso. Antes disso, o presidente tinha negado ter conhecimento do episódio.

Em uma série de publicações nas redes sociais na manhã desta quinta, porém, Trump reconheceu que pagou US$ 130 mil (R$ 460 mil) para Cohen, o mesmo valor que o advogado deu a Clifford. Em troca, a atriz assinou um acordo que a proibia de divulgar publicamente o caso que ela diz ter tido com o presidente.

"Esses acordos são muito comuns entre celebridades e pessoas ricas", disse Trump, que voltou a negar ter tido um caso com a atriz. Segundo ele, "o acordo foi usado para impedir acusações falsas e extorsões feitas por ela [Clifford] sobre um caso" .

Assim como Giuliani já tinha dito na quarta, Trump afirmou que não usou dinheiro de sua campanha à Presidência para reembolsar Cohen. "Dinheiro da campanha ou doações de apoiadores não foram usados nesta transação", escreveu. Ele também confirmou que o valor foi pago ao advogado em parcelas mensais.

Para o ex-prefeito de Nova York, isso prova que não houve violação da lei eleitoral no episódio, já que o dinheiro não saiu dos fundos de campanha.

Trump, porém, não explicou porque mudou sua versão sobre o episódio. Em 5 de abril ele disse que não sabia sobre o pagamento de Cohen a Clifford e afirmou que os jornalistas deveriam procurar o advogado caso quisessem respostas.

O advogado que representa a atriz, Michael Avenatti, disse à rede de TV MSNBC que as novas afirmações de Trump permitem que ele seja alvo de um novo processo por difamação.

Na quarta ele já tinha dito que as declarações de Giuliani provam que os americanos foram enganados no caso. "Todo americano, não importa sua opinião política, deveria se sentir escandalizado."

Clifford entrou com um processo na Justiça para anular o acordo feito com Cohen.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Public Reading Rooms.

Trump confirma que reembolsou, mas não teve sexo com Stormy Daniels

Ele pagou quase R$ 500 mil por silêncio da donzela

Publicidade

Quinta, 3/5/2018 11:15.

O presidente americano, Donald Trump, confirmou nesta quinta-feira (3) ter reembolsado o advogado Michael Cohen pelo dinheiro que este pagou pagou pelo silêncio da atriz pornô Stephanie Clifford, conhecida como Stormy Daniels.

O ex-prefeito de Nova York Rudolph Giuliani, que integra a equipe jurídica de Trump, revelou na quarta-feira (2) em uma entrevista para o canal de TV Fox News o reembolso. Antes disso, o presidente tinha negado ter conhecimento do episódio.

Em uma série de publicações nas redes sociais na manhã desta quinta, porém, Trump reconheceu que pagou US$ 130 mil (R$ 460 mil) para Cohen, o mesmo valor que o advogado deu a Clifford. Em troca, a atriz assinou um acordo que a proibia de divulgar publicamente o caso que ela diz ter tido com o presidente.

"Esses acordos são muito comuns entre celebridades e pessoas ricas", disse Trump, que voltou a negar ter tido um caso com a atriz. Segundo ele, "o acordo foi usado para impedir acusações falsas e extorsões feitas por ela [Clifford] sobre um caso" .

Assim como Giuliani já tinha dito na quarta, Trump afirmou que não usou dinheiro de sua campanha à Presidência para reembolsar Cohen. "Dinheiro da campanha ou doações de apoiadores não foram usados nesta transação", escreveu. Ele também confirmou que o valor foi pago ao advogado em parcelas mensais.

Para o ex-prefeito de Nova York, isso prova que não houve violação da lei eleitoral no episódio, já que o dinheiro não saiu dos fundos de campanha.

Trump, porém, não explicou porque mudou sua versão sobre o episódio. Em 5 de abril ele disse que não sabia sobre o pagamento de Cohen a Clifford e afirmou que os jornalistas deveriam procurar o advogado caso quisessem respostas.

O advogado que representa a atriz, Michael Avenatti, disse à rede de TV MSNBC que as novas afirmações de Trump permitem que ele seja alvo de um novo processo por difamação.

Na quarta ele já tinha dito que as declarações de Giuliani provam que os americanos foram enganados no caso. "Todo americano, não importa sua opinião política, deveria se sentir escandalizado."

Clifford entrou com um processo na Justiça para anular o acordo feito com Cohen.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade