Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Fama
Trump reembolsou advogado por pagamento a atriz pornô, diz ex-prefeito de NY

Quinta, 3/5/2018 9:15.
Arquivo Página 3/Folhapress.

Publicidade

(FOLHAPRESS) - O ex-prefeito de Nova York Rudolph Giuliani, que integra a equipe jurídica de Donald Trump, disse nesta quarta (2) que o presidente dos EUA reembolsou US$ 130 mil que seu advogado pessoal, Michael Cohen, pagou pelo silêncio da atriz pornô Stephanie Clifford, conhecida como Stormy Daniels.

A declaração do novo defensor quebra a versão de seu cliente, que nega saber do pagamento para ocultar a suposta relação sexual que a atriz reivindica ter tido com ele em 2006 semanas antes da eleição presidencial de 2016.

"Eles canalizaram isso por meio de um escritório de advocacia e o presidente reembolsou", afirmou Giuliani no canal Fox News. "Até onde sei ele não sabia de detalhes [da operação], mas sabia do acordo geral com Michael [Cohen] para cuidar de coisas como essas."

Segundo o ex-prefeito, o pagamento não violou a lei eleitoral porque o dinheiro não saiu dos fundos de campanha. Nem a Casa Branca nem o presidente comentaram as declarações até a publicação deste texto.

Desde que o caso foi revelado, em fevereiro, Trump nega qualquer relação com a atriz. Já Cohen diz que era dele o dinheiro pago pelo acordo com Clifford, que processa os dois para anular o pacto de confidencialidade.

O advogado de defesa, Michael Avenatti, considera que as declarações de Giuliani provam que os americanos foram enganados no caso. "Todo americano, não importa sua opinião política, deveria se sentir escandalizado."


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Arquivo Página 3/Folhapress.

Trump reembolsou advogado por pagamento a atriz pornô, diz ex-prefeito de NY

Publicidade

Quinta, 3/5/2018 9:15.

(FOLHAPRESS) - O ex-prefeito de Nova York Rudolph Giuliani, que integra a equipe jurídica de Donald Trump, disse nesta quarta (2) que o presidente dos EUA reembolsou US$ 130 mil que seu advogado pessoal, Michael Cohen, pagou pelo silêncio da atriz pornô Stephanie Clifford, conhecida como Stormy Daniels.

A declaração do novo defensor quebra a versão de seu cliente, que nega saber do pagamento para ocultar a suposta relação sexual que a atriz reivindica ter tido com ele em 2006 semanas antes da eleição presidencial de 2016.

"Eles canalizaram isso por meio de um escritório de advocacia e o presidente reembolsou", afirmou Giuliani no canal Fox News. "Até onde sei ele não sabia de detalhes [da operação], mas sabia do acordo geral com Michael [Cohen] para cuidar de coisas como essas."

Segundo o ex-prefeito, o pagamento não violou a lei eleitoral porque o dinheiro não saiu dos fundos de campanha. Nem a Casa Branca nem o presidente comentaram as declarações até a publicação deste texto.

Desde que o caso foi revelado, em fevereiro, Trump nega qualquer relação com a atriz. Já Cohen diz que era dele o dinheiro pago pelo acordo com Clifford, que processa os dois para anular o pacto de confidencialidade.

O advogado de defesa, Michael Avenatti, considera que as declarações de Giuliani provam que os americanos foram enganados no caso. "Todo americano, não importa sua opinião política, deveria se sentir escandalizado."


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade