Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Fama
Como será o casamento de Meghan Markle e príncipe Harry

Cerimônia, detalhes, convidados, tiara e chapéu

Sexta, 18/5/2018 13:40.
Mark Jones / Divulgação

Publicidade

(FOLHAPRESS)

O mundo poderá acompanhar o casamento do príncipe Harry, 33, sexto na linha de sucessão ao trono britânico, com Meghan Markle, 36, neste sábado (190. A cerimônia religiosa será realizada às 12h (8h, horário de Brasília) na capela de São Jorge, no Castelo de Windsor, cidade vizinha a Londres.

Afro-americana, atriz e divorciada, Meghan divide opiniões sobre o relacionamento com Harry desde que foram flagrados juntos pela primeira vez, em dezembro de 2016. Quase um ano depois, em setembro de 2017, a americana afirmou querer manter a relação discreta e revelou que ela e Harry namoraram por seis meses antes de serem descobertos pelo público.

Em novembro do mesmo ano, o príncipe britânico e a atriz anunciaram seu noivado. O anel de noivado de Meghan, feito pela joalheria britânica Cleave and Company, foi desenhado pelo próprio príncipe, que escolheu dois diamantes da coleção pessoal da princesa Diana, além de uma pedra de Botswana, na África, onde o casal passou férias em 2016.

Embed from Getty Images

CERIMÔNIA

Como de costume, a cerimônia será paga pela família real e deve ser "intimista" para os padrões da família britânica. William e Kate Middleton se casaram na Abadia de Westminster, que tem capacidade de abrigar 1.900 convidados, enquanto a Capela de São Jorge, em Windsor, tem apenas 800 lugares.

A cerimônia será realizada por Justin Welby, arcebispo de Canterbury na Capela de Saint George, no Castelo de Windsor, na Inglaterra, com leituras de trechos da Bíblia e hinos religiosos. A escolha foi em homenagem ao avô de Harry, Phillip, com quem o príncipe passou a infância.

A rainha é a chefe da Igreja Anglicana, um ramo do cristianismo protestante. Por isso, os integrantes da família real devem ser membros ativos da igreja, e Meghan foi batizada em março na Igreja Anglicana.

Até a última semana, o pai de Meghan era quem a levaria ao altar. No entanto, a atriz confirmou nesta quinta (17) que o pai não comparecerá ao casamento. Em meio a confusões com fotos de paparazzo que foram forjadas, Thomas Markle teve problemas cardíacos e precisou passar por cirurgia nesta semana.

Com isso, em comunicado oficial divulgado pelo Palácio de Kesington nesta sexta (18), a atriz deve ser conduzida ao altar pelo futuro sogro, príncipe Charles de Gales.

A mãe da atriz vai ao Reino Unido para conhecer a família de Harry pela primeira vez antes do casamento. Ela deve ir com Meghan no mesmo carro para o castelo de Windsor na manhã do casamento.

Harry será acompanhado por seu irmão William, que será seu padrinho de casamento, a pé até a capela de São Jorge, que fica dentro do castelo de Windsor. Já a noiva não terá uma madrinha. Todas suas damas de honra e pajens serão crianças -entre elas os filhos de Kate Middleton e William.

DETALHES

O casal escolheu a confeiteira Claire Ptak para preparar um bolo de limão que irá incorporar "sabores da primavera". Além disso, os convites da cerimônia foram impressos em dourado e preto, e contam com a insígnia real do príncipe de Gales, Charles, pai do noivo.​

Meghan e Harry escolheramu Alexi Lubomirski, responsável pelas fotos de noivado da dupla, para fazer as imagens da cerimônia. Alexi afirmou, em comunicado, estar feliz em poder presenciar o próximo capítulo de uma "história de amor maravilhosa".

A cerimônia será embalada musicalmente por um coral tradicional, pelo grupo gospel Karen Gibson and The Kingdom Choir e pelo violoncelista Sheku Kanneh-Mason.

Além disso, Harry e Meghan escolheram a carruagem que irá levá-los até o Castelo Windsor após seu casamento. O casal irá andar na Ascot Landau, construída em 1883. Caso chova no dia, Meghan e Harry irão andar na Scottish State Coach, construída em 1830 e restaurada em 1969.

CONVIDADOS

Harry e Meghan também dispensaram seus convidados de comprarem presentes de casamento. Eles solicitaram que o dinheiro seja doado para sete instituições de caridade. Alguns familiares de Meghan reclamaram por não terem sido convidados.

Mais de 2.600 pessoas foram convidadas ao parque do Castelo de Windsor para ver a chegada e a saída de Harry e Meghan. A intenção dos noivos é que "os membros do público também se sintam parte da celebração". A lista de convidados ainda não foi divulgada, mas sabe-se que a estilista e ex-Spice Girls, Victoria Beckham, confirmou que recebeu um convite.

Houve especulação sobre as figuras políticas que estariam presentes na comemoração, como o atual presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e seu antecessor, Barack Obama, que se encontrou com Harry em diversas ocasiões. Contudo, foi decidido que líderes políticos não seriam convidados. Nem a primeira-ministra britânica, Theresa May, recebeu convite.

TIARA E CHAPÉUS

Meghan deve usar uma tiara da família real durante a cerimônia. Quando a princesa Diana morreu, ela deixou suas joias para os filhos, para que fossem utilizadas por suas mulheres. Kate usou a tiara Cartier Halo em seu casamento com William, em 2011.

Mas o público não deve esperar que Meghan apareça com a mesma tiara que Kate usou. A Cartier Halo, emprestada a Kate pela rainha Elizabeth 2ª, está integrando a exposição Cartier: The Exhibition - junto a outras 300 peças como anéis, colares e pulseiras.

Outro destaque no vestuário dos casamentos é o desfile de chapéus extravagantes usados pelas convidadas. O protocolo dita que todas as mulheres da realeza devem cobrir suas cabeças durante os compromissos oficiais.

A tradição começou séculos atrás, quando mulheres no Reino Unido cobriam os cabelos em público durante o dia como uma expressão de modéstia. O costume desapareceu na década de 1950, mas muitas mulheres continuaram a usar chapéus em ocasiões especiais.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Mark Jones / Divulgação

Como será o casamento de Meghan Markle e príncipe Harry

Cerimônia, detalhes, convidados, tiara e chapéu

Publicidade

Sexta, 18/5/2018 13:40.

(FOLHAPRESS)

O mundo poderá acompanhar o casamento do príncipe Harry, 33, sexto na linha de sucessão ao trono britânico, com Meghan Markle, 36, neste sábado (190. A cerimônia religiosa será realizada às 12h (8h, horário de Brasília) na capela de São Jorge, no Castelo de Windsor, cidade vizinha a Londres.

Afro-americana, atriz e divorciada, Meghan divide opiniões sobre o relacionamento com Harry desde que foram flagrados juntos pela primeira vez, em dezembro de 2016. Quase um ano depois, em setembro de 2017, a americana afirmou querer manter a relação discreta e revelou que ela e Harry namoraram por seis meses antes de serem descobertos pelo público.

Em novembro do mesmo ano, o príncipe britânico e a atriz anunciaram seu noivado. O anel de noivado de Meghan, feito pela joalheria britânica Cleave and Company, foi desenhado pelo próprio príncipe, que escolheu dois diamantes da coleção pessoal da princesa Diana, além de uma pedra de Botswana, na África, onde o casal passou férias em 2016.

Embed from Getty Images

CERIMÔNIA

Como de costume, a cerimônia será paga pela família real e deve ser "intimista" para os padrões da família britânica. William e Kate Middleton se casaram na Abadia de Westminster, que tem capacidade de abrigar 1.900 convidados, enquanto a Capela de São Jorge, em Windsor, tem apenas 800 lugares.

A cerimônia será realizada por Justin Welby, arcebispo de Canterbury na Capela de Saint George, no Castelo de Windsor, na Inglaterra, com leituras de trechos da Bíblia e hinos religiosos. A escolha foi em homenagem ao avô de Harry, Phillip, com quem o príncipe passou a infância.

A rainha é a chefe da Igreja Anglicana, um ramo do cristianismo protestante. Por isso, os integrantes da família real devem ser membros ativos da igreja, e Meghan foi batizada em março na Igreja Anglicana.

Até a última semana, o pai de Meghan era quem a levaria ao altar. No entanto, a atriz confirmou nesta quinta (17) que o pai não comparecerá ao casamento. Em meio a confusões com fotos de paparazzo que foram forjadas, Thomas Markle teve problemas cardíacos e precisou passar por cirurgia nesta semana.

Com isso, em comunicado oficial divulgado pelo Palácio de Kesington nesta sexta (18), a atriz deve ser conduzida ao altar pelo futuro sogro, príncipe Charles de Gales.

A mãe da atriz vai ao Reino Unido para conhecer a família de Harry pela primeira vez antes do casamento. Ela deve ir com Meghan no mesmo carro para o castelo de Windsor na manhã do casamento.

Harry será acompanhado por seu irmão William, que será seu padrinho de casamento, a pé até a capela de São Jorge, que fica dentro do castelo de Windsor. Já a noiva não terá uma madrinha. Todas suas damas de honra e pajens serão crianças -entre elas os filhos de Kate Middleton e William.

DETALHES

O casal escolheu a confeiteira Claire Ptak para preparar um bolo de limão que irá incorporar "sabores da primavera". Além disso, os convites da cerimônia foram impressos em dourado e preto, e contam com a insígnia real do príncipe de Gales, Charles, pai do noivo.​

Meghan e Harry escolheramu Alexi Lubomirski, responsável pelas fotos de noivado da dupla, para fazer as imagens da cerimônia. Alexi afirmou, em comunicado, estar feliz em poder presenciar o próximo capítulo de uma "história de amor maravilhosa".

A cerimônia será embalada musicalmente por um coral tradicional, pelo grupo gospel Karen Gibson and The Kingdom Choir e pelo violoncelista Sheku Kanneh-Mason.

Além disso, Harry e Meghan escolheram a carruagem que irá levá-los até o Castelo Windsor após seu casamento. O casal irá andar na Ascot Landau, construída em 1883. Caso chova no dia, Meghan e Harry irão andar na Scottish State Coach, construída em 1830 e restaurada em 1969.

CONVIDADOS

Harry e Meghan também dispensaram seus convidados de comprarem presentes de casamento. Eles solicitaram que o dinheiro seja doado para sete instituições de caridade. Alguns familiares de Meghan reclamaram por não terem sido convidados.

Mais de 2.600 pessoas foram convidadas ao parque do Castelo de Windsor para ver a chegada e a saída de Harry e Meghan. A intenção dos noivos é que "os membros do público também se sintam parte da celebração". A lista de convidados ainda não foi divulgada, mas sabe-se que a estilista e ex-Spice Girls, Victoria Beckham, confirmou que recebeu um convite.

Houve especulação sobre as figuras políticas que estariam presentes na comemoração, como o atual presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e seu antecessor, Barack Obama, que se encontrou com Harry em diversas ocasiões. Contudo, foi decidido que líderes políticos não seriam convidados. Nem a primeira-ministra britânica, Theresa May, recebeu convite.

TIARA E CHAPÉUS

Meghan deve usar uma tiara da família real durante a cerimônia. Quando a princesa Diana morreu, ela deixou suas joias para os filhos, para que fossem utilizadas por suas mulheres. Kate usou a tiara Cartier Halo em seu casamento com William, em 2011.

Mas o público não deve esperar que Meghan apareça com a mesma tiara que Kate usou. A Cartier Halo, emprestada a Kate pela rainha Elizabeth 2ª, está integrando a exposição Cartier: The Exhibition - junto a outras 300 peças como anéis, colares e pulseiras.

Outro destaque no vestuário dos casamentos é o desfile de chapéus extravagantes usados pelas convidadas. O protocolo dita que todas as mulheres da realeza devem cobrir suas cabeças durante os compromissos oficiais.

A tradição começou séculos atrás, quando mulheres no Reino Unido cobriam os cabelos em público durante o dia como uma expressão de modéstia. O costume desapareceu na década de 1950, mas muitas mulheres continuaram a usar chapéus em ocasiões especiais.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade