Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Fama
Com chicote, coleira e colant de couro, Wanessa Camargo lança clipe de 'Mulher Gato'

Sexta, 27/4/2018 15:45.

Publicidade

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Wanessa Camargo, 35, lançou nesta sexta (27) o clipe de 'Mulher Gato', seu novo single. No vídeo, a cantora aparece vestida com um macacão preto e usa objetos que remetem ao sadomasoquismo, prática sexual que envolve prazer e dor, como um chicote e uma coleira com argolas.

O visual acompanha as provocações da letra da música, que tem trechos como "me joga pra cima que eu caio de quatro" e "leitinho quente quer tomar". Segundo Wanessa, a ideia era criar uma canção atrevida, sensual, divertida e empoderada.

"Eu estava com vontade de me divertir um pouco em minha música, mas ao mesmo tempo cantar sobre algo que para mim é libertador, e essa música fala sobre um tema mais sexual. É importante para mim, como mulher, falar também sobre isso", comentou ela.

Na internet, fãs da cantora elogiam a produção. "Maravilhosa, estava com saudade de suas músicas", comentou uma internauta. "Clipe show, corpão lindo, ritmo legal, mas a letra não é boa: é chiclete", disse outro fã.

Alguns também criticaram a escolha da cantora, que transitou entre diversos estilos musicais ao longo da carreira. "Aposta no sertanejo, esse tipo de música é só pra Anitta mesmo", escreveu um seguidor. "Bem vulgar a letra, não acreditei quando ouvi 'balanço o rabinho'. Pare de seguir modinha, talento você já tem, seja você mesma", comentou outra fã.

ACIDENTE

Durante os ensaios do clipe, Wanessa precisou ser hospitalizada após uma crise de espasmos muscular, o que a fez perder, momentaneamente, os movimentos do pescoço.

O problema apareceu 12 horas antes das gravações, enquanto ensaiava a coreografia com seus bailarinos. Usando um colar cervical, Wanessa deu detalhes do ocorrido em vídeo publicado no seu Instagram. Segundo ela, no dia das filmagens, ainda não era possível realizar alguns movimentos no pescoço.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3

Com chicote, coleira e colant de couro, Wanessa Camargo lança clipe de 'Mulher Gato'

Publicidade

Sexta, 27/4/2018 15:45.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Wanessa Camargo, 35, lançou nesta sexta (27) o clipe de 'Mulher Gato', seu novo single. No vídeo, a cantora aparece vestida com um macacão preto e usa objetos que remetem ao sadomasoquismo, prática sexual que envolve prazer e dor, como um chicote e uma coleira com argolas.

O visual acompanha as provocações da letra da música, que tem trechos como "me joga pra cima que eu caio de quatro" e "leitinho quente quer tomar". Segundo Wanessa, a ideia era criar uma canção atrevida, sensual, divertida e empoderada.

"Eu estava com vontade de me divertir um pouco em minha música, mas ao mesmo tempo cantar sobre algo que para mim é libertador, e essa música fala sobre um tema mais sexual. É importante para mim, como mulher, falar também sobre isso", comentou ela.

Na internet, fãs da cantora elogiam a produção. "Maravilhosa, estava com saudade de suas músicas", comentou uma internauta. "Clipe show, corpão lindo, ritmo legal, mas a letra não é boa: é chiclete", disse outro fã.

Alguns também criticaram a escolha da cantora, que transitou entre diversos estilos musicais ao longo da carreira. "Aposta no sertanejo, esse tipo de música é só pra Anitta mesmo", escreveu um seguidor. "Bem vulgar a letra, não acreditei quando ouvi 'balanço o rabinho'. Pare de seguir modinha, talento você já tem, seja você mesma", comentou outra fã.

ACIDENTE

Durante os ensaios do clipe, Wanessa precisou ser hospitalizada após uma crise de espasmos muscular, o que a fez perder, momentaneamente, os movimentos do pescoço.

O problema apareceu 12 horas antes das gravações, enquanto ensaiava a coreografia com seus bailarinos. Usando um colar cervical, Wanessa deu detalhes do ocorrido em vídeo publicado no seu Instagram. Segundo ela, no dia das filmagens, ainda não era possível realizar alguns movimentos no pescoço.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade