Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esporte
Fundação de Esportes de Balneário Camboriú anuncia: Surfe é a próxima competição programada

Terça, 20/10/2020 13:02.
Tiago Ott Juchem
Davi Baumgarten, surfista de Balneário Camboriú, nas ondas do nosso litoral

Publicidade

O superintendente da Fundação Municipal de Esportes (FMEBC), Mário Tetto disse que o projeto Surf Treino, organizado pelas escolas da modalidade, está dividido em três etapas este ano: a primeira está programada para o próximo dia 31; a segunda para 28 de novembro e a terceira para 12 de dezembro, todas na Praia Central. A competição tem apoio da Federação Catarinense (Fecasurf). Poderão participar somente surfistas maiores de 16 anos.

“Estamos cumprindo a determinação da Portaria 703 que autoriza só atletas a partir de 16 anos. Temos um torneio de jiu jitsu em vista, mas todas as competições dependem da portaria e do cenário da Covid, se piorar podem ser canceladas”, disse o superintendente.

Ele destacou que todas as determinações da Portaria 703 são seguidas à risca. Por ex: no campeonato de tênis de mesa, não teve público, só tiveram acesso ao ginásio os atletas e a equipe técnica e todos usando máscaras e as demais proteções que a portaria exige.

Risco Grave

Desde que Balneário Camboriú voltou ao Risco Grave, há duas semanas, a Fundação determinou a paralisação de todos os treinos de modalidades de contato, como as artes marciais.

“Somente seguem em treinamento as modalidades individuais sem contato, como o atletismo que no final de semana disputou o Estadual em Timbó e agora prepara-se para o Campeonato Braisleiro em São Paulo, no início de novembro, o tênis de mesa que sediamos no último final de semana e o surfe previsto para iniciar final deste mês’, disse Mário.

Ele explicou que a Fundação está orientando que os atletas sigam o trabalho físico e além disso, façam avaliação e acompanhamento através do setor de Inteligência do Rendimento (SIR), criado ano passado, com profissionais de educação física, para orientar sobre a manutenção do preparo de atletas e técnicos.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Tiago Ott Juchem
Davi Baumgarten, surfista de Balneário Camboriú, nas ondas do nosso litoral
Davi Baumgarten, surfista de Balneário Camboriú, nas ondas do nosso litoral

Fundação de Esportes de Balneário Camboriú anuncia: Surfe é a próxima competição programada

Publicidade

Terça, 20/10/2020 13:02.

O superintendente da Fundação Municipal de Esportes (FMEBC), Mário Tetto disse que o projeto Surf Treino, organizado pelas escolas da modalidade, está dividido em três etapas este ano: a primeira está programada para o próximo dia 31; a segunda para 28 de novembro e a terceira para 12 de dezembro, todas na Praia Central. A competição tem apoio da Federação Catarinense (Fecasurf). Poderão participar somente surfistas maiores de 16 anos.

“Estamos cumprindo a determinação da Portaria 703 que autoriza só atletas a partir de 16 anos. Temos um torneio de jiu jitsu em vista, mas todas as competições dependem da portaria e do cenário da Covid, se piorar podem ser canceladas”, disse o superintendente.

Ele destacou que todas as determinações da Portaria 703 são seguidas à risca. Por ex: no campeonato de tênis de mesa, não teve público, só tiveram acesso ao ginásio os atletas e a equipe técnica e todos usando máscaras e as demais proteções que a portaria exige.

Risco Grave

Desde que Balneário Camboriú voltou ao Risco Grave, há duas semanas, a Fundação determinou a paralisação de todos os treinos de modalidades de contato, como as artes marciais.

“Somente seguem em treinamento as modalidades individuais sem contato, como o atletismo que no final de semana disputou o Estadual em Timbó e agora prepara-se para o Campeonato Braisleiro em São Paulo, no início de novembro, o tênis de mesa que sediamos no último final de semana e o surfe previsto para iniciar final deste mês’, disse Mário.

Ele explicou que a Fundação está orientando que os atletas sigam o trabalho físico e além disso, façam avaliação e acompanhamento através do setor de Inteligência do Rendimento (SIR), criado ano passado, com profissionais de educação física, para orientar sobre a manutenção do preparo de atletas e técnicos.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade