Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esporte
Wild e Monteiro perdem e Austrália abre 2 a 0 sobre o Brasil na Davis

Sexta, 6/3/2020 8:29.

Publicidade

O Brasil saiu atrás no confronto com a Austrália, pela fase classificatória da Copa Davis. Na madrugada desta sexta-feira, pelo horário de Brasília, Thiago Monteiro e Thiago Wild foram derrotados em Adelaide, permitindo aos anfitriões abrirem 2 a 0 na série melhor de cinco jogos.

Número 1 do Brasil e 82º do mundo, Monteiro foi superado por Jordan Thompson (63º do ranking) por 2 sets a 0, com duplo 6/4, em 1h41min. Na quadra dura do Memorial Drive Tennis Club, o brasileiro se mostrou bem adaptado à velocidade da superfície e até fez um duelo equilibrado contra o anfitrião.

No entanto, Thompson se saiu melhor nos games mais importantes. Ele faturou quatro quebras de saque, em cinco oportunidades. Monteiro teve mais dificuldade para aproveitar suas chances. Foram apenas duas quebras em oito break points. Os dois tenistas abusaram dos erros não forçados, com 28 para o local e 36 para o brasileiro.

Na sequência do duelo, Thiago Wild levou uma virada de John Millman (43º) pelo placar de 4/6, 7/6 (7/0) e 6/2, em 2h51min. Embalado pelo seu primeiro título de nível ATP na carreira, no fim de semana passado, em Santiago, o 113º do mundo começou bem contra o tenista da casa. No entanto, perdeu rendimento ao longo do duelo.

O jogo foi marcado por uma paralisação no primeiro set. Uma torcedora nas arquibancadas sofreu um enfarte. Até então, Wild vencia com facilidade, por 5/2. Na retomada, o australiano passou a jogar melhor, equilibrou as ações e virou o duelo a partir do segundo set.

"Eu tive minhas chances. Não diria que ele teve sorte, mas certamente ele conseguiu aumentar a sua intensidade, começou a sacar melhor e não errou mais nenhuma bola no terceiro set. Foi uma partida especial para mim, mas, no final, preciso tratar como apenas mais um jogo", comentou Wild.

As duas derrotas não desanimara o capitão Jaime Oncins. "O Thiago Wild estava muito bem, mas a paralisação deu tempo para o Millman pensar no que fazer. Ele conseguiu aumentar o seu nível. Estou bem orgulhoso de nosso time, eles deram 100% em quadra. Não é como gostaríamos de estar, com 2 a 0 atrás, mas vejo um bom futuro para o nosso time. Ainda não está acabado. Temos três jogos neste sábado e vamos ver o que acontece", projetou Oncins.

O time brasileiro tentará reagir no confronto neste sábado, noite desta sexta no horário de Brasília. A partida de duplas está marcada para as 22h30. Marcelo Demoliner e Felipe Meligeni vão enfrentar James Duckworth e John Peers. Se os brasileiros perderem este jogo, a Austrália ficará com a vitória no confronto, assegurando vaga nas Finais da Davis, em novembro.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3

Wild e Monteiro perdem e Austrália abre 2 a 0 sobre o Brasil na Davis

Publicidade

Sexta, 6/3/2020 8:29.

O Brasil saiu atrás no confronto com a Austrália, pela fase classificatória da Copa Davis. Na madrugada desta sexta-feira, pelo horário de Brasília, Thiago Monteiro e Thiago Wild foram derrotados em Adelaide, permitindo aos anfitriões abrirem 2 a 0 na série melhor de cinco jogos.

Número 1 do Brasil e 82º do mundo, Monteiro foi superado por Jordan Thompson (63º do ranking) por 2 sets a 0, com duplo 6/4, em 1h41min. Na quadra dura do Memorial Drive Tennis Club, o brasileiro se mostrou bem adaptado à velocidade da superfície e até fez um duelo equilibrado contra o anfitrião.

No entanto, Thompson se saiu melhor nos games mais importantes. Ele faturou quatro quebras de saque, em cinco oportunidades. Monteiro teve mais dificuldade para aproveitar suas chances. Foram apenas duas quebras em oito break points. Os dois tenistas abusaram dos erros não forçados, com 28 para o local e 36 para o brasileiro.

Na sequência do duelo, Thiago Wild levou uma virada de John Millman (43º) pelo placar de 4/6, 7/6 (7/0) e 6/2, em 2h51min. Embalado pelo seu primeiro título de nível ATP na carreira, no fim de semana passado, em Santiago, o 113º do mundo começou bem contra o tenista da casa. No entanto, perdeu rendimento ao longo do duelo.

O jogo foi marcado por uma paralisação no primeiro set. Uma torcedora nas arquibancadas sofreu um enfarte. Até então, Wild vencia com facilidade, por 5/2. Na retomada, o australiano passou a jogar melhor, equilibrou as ações e virou o duelo a partir do segundo set.

"Eu tive minhas chances. Não diria que ele teve sorte, mas certamente ele conseguiu aumentar a sua intensidade, começou a sacar melhor e não errou mais nenhuma bola no terceiro set. Foi uma partida especial para mim, mas, no final, preciso tratar como apenas mais um jogo", comentou Wild.

As duas derrotas não desanimara o capitão Jaime Oncins. "O Thiago Wild estava muito bem, mas a paralisação deu tempo para o Millman pensar no que fazer. Ele conseguiu aumentar o seu nível. Estou bem orgulhoso de nosso time, eles deram 100% em quadra. Não é como gostaríamos de estar, com 2 a 0 atrás, mas vejo um bom futuro para o nosso time. Ainda não está acabado. Temos três jogos neste sábado e vamos ver o que acontece", projetou Oncins.

O time brasileiro tentará reagir no confronto neste sábado, noite desta sexta no horário de Brasília. A partida de duplas está marcada para as 22h30. Marcelo Demoliner e Felipe Meligeni vão enfrentar James Duckworth e John Peers. Se os brasileiros perderem este jogo, a Austrália ficará com a vitória no confronto, assegurando vaga nas Finais da Davis, em novembro.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade