Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esporte
Brasileiros iniciam fase de grupos da Libertadores na luta por prêmio milionário

Terça, 3/3/2020 9:10.
Divulgação
Flamengo foi campeão da última Libertadores

Publicidade

Por Ciro Campos e Guilherme Amaro

A fase de grupos da Copa Libertadores começa nesta terça-feira com sete clubes brasileiros na disputa: Flamengo, Athletico-PR, Santos, Palmeiras, Grêmio, São Paulo e Internacional. Dentre eles, os gaúchos estão no mesmo grupo e farão dois clássicos históricos. O Flamengo, atual campeão, busca defender o título e disputar a final única em casa, pois a decisão deste ano será realizada em 21 de novembro, no Maracanã

Em comparação ao ano passado, a grande novidade do torneio é na premiação. A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) pagará ao campeão cerca de US$ 15 milhões (R$ 67,2 milhões na cotação atual) enquanto o vice embolsará US$ 6 milhões (R$ 26,9 milhões), um aumento de 20% em relação a 2010. Somadas todas as fases, o time que ficar com o título receberá US$ 22,5 milhões (R$ 100,7 milhões). Ao todo, a entidade continental distribuirá aproximadamente R$ 750 milhões aos participantes.

Fora isso, quem for finalista do torneio terá a vantagem de embolsar parte da renda com a bilheteria da partida decisiva. Cada time receberá 25% do total arrecadado com a venda de ingressos. O campeão terá vaga no Mundial de Clubes, em dezembro, competição que será disputada pela última vez no atual formato, com sete equipes - a partir de 2021, terá 24 times e será realizada a cada quatro anos.

O Santos inicia a trajetória brasileira na fase de grupos nesta terça-feira, a partir das 19h15, contra o Defensa y Justicia. Na Argentina, a equipe de Jesualdo Ferreira encontrará um treinador bastante conhecido pelo que fez como centroavante: Hernán Crespo, de 44 anos, que está em seu terceiro desafio como técnico de times profissionais. O Santos vem de dois empates e uma derrota no Campeonato Paulista, resultados que geraram críticas ao experiente treinador português, de 73 anos. O Grupo G ainda conta com o equatoriano Delfín e o paraguaio Olimpia.

O Inter também estreia na fase de grupos da Libertadores nesta terça, às 19h15, mas em casa. No Beira-Rio, a equipe recebe a Universidad Católica. Os gaúchos passaram por Universidad de Chile e Tolima, da Colômbia, nas fases preliminares da Libertadores até chegarem ao Grupo E.

Mais tarde, a partir das 21h30, pela mesma chave, o Grêmio inicia sua trajetória com a bagagem de ter sido semifinalista em 2019 e 2018 e campeão em 2017. A equipe aposta nessa experiência para começar a Libertadores com um bom resultado na Colômbia diante do América de Cali.

Também às 21h30, o Athletico-PR recebe o Peñarol na Arena da Baixada. Será mais um encontro com um ex-jogador importante que está em fase inicial da carreira como técnico: Diego Forlán, de 40 anos, assumiu a equipe uruguaia no fim de 2019 após ter deixado os campos em agosto.

Outro brasileiro que vai à Argentina é o Palmeiras. A equipe do técnico Vanderlei Luxemburgo tem compromisso diante do Tigre na quarta-feira. Com bons retrospectos no Campeonato Paulista, o time carrega para a competição continental a expectativa de ter feito a melhor campanha na fase de grupos nas duas últimas edições.

Já o São Paulo volta a disputar a fase de grupos após ter caído na etapa preliminar em 2019. A equipe estreia nesta quinta-feira, às 21 horas, contra o Binacional, no Peru, embalada pelas duas vitórias no Paulistão. A diretoria manteve o técnico Fernando Diniz, a base do elenco permaneceu e Daniel Alves vai para a sua primeira Libertadores na carreira. LDU e River Plate, atual vice-campeão, completam o Grupo D.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Divulgação
Flamengo foi campeão da última Libertadores
Flamengo foi campeão da última Libertadores

Brasileiros iniciam fase de grupos da Libertadores na luta por prêmio milionário

Publicidade

Terça, 3/3/2020 9:10.
Por Ciro Campos e Guilherme Amaro

A fase de grupos da Copa Libertadores começa nesta terça-feira com sete clubes brasileiros na disputa: Flamengo, Athletico-PR, Santos, Palmeiras, Grêmio, São Paulo e Internacional. Dentre eles, os gaúchos estão no mesmo grupo e farão dois clássicos históricos. O Flamengo, atual campeão, busca defender o título e disputar a final única em casa, pois a decisão deste ano será realizada em 21 de novembro, no Maracanã

Em comparação ao ano passado, a grande novidade do torneio é na premiação. A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) pagará ao campeão cerca de US$ 15 milhões (R$ 67,2 milhões na cotação atual) enquanto o vice embolsará US$ 6 milhões (R$ 26,9 milhões), um aumento de 20% em relação a 2010. Somadas todas as fases, o time que ficar com o título receberá US$ 22,5 milhões (R$ 100,7 milhões). Ao todo, a entidade continental distribuirá aproximadamente R$ 750 milhões aos participantes.

Fora isso, quem for finalista do torneio terá a vantagem de embolsar parte da renda com a bilheteria da partida decisiva. Cada time receberá 25% do total arrecadado com a venda de ingressos. O campeão terá vaga no Mundial de Clubes, em dezembro, competição que será disputada pela última vez no atual formato, com sete equipes - a partir de 2021, terá 24 times e será realizada a cada quatro anos.

O Santos inicia a trajetória brasileira na fase de grupos nesta terça-feira, a partir das 19h15, contra o Defensa y Justicia. Na Argentina, a equipe de Jesualdo Ferreira encontrará um treinador bastante conhecido pelo que fez como centroavante: Hernán Crespo, de 44 anos, que está em seu terceiro desafio como técnico de times profissionais. O Santos vem de dois empates e uma derrota no Campeonato Paulista, resultados que geraram críticas ao experiente treinador português, de 73 anos. O Grupo G ainda conta com o equatoriano Delfín e o paraguaio Olimpia.

O Inter também estreia na fase de grupos da Libertadores nesta terça, às 19h15, mas em casa. No Beira-Rio, a equipe recebe a Universidad Católica. Os gaúchos passaram por Universidad de Chile e Tolima, da Colômbia, nas fases preliminares da Libertadores até chegarem ao Grupo E.

Mais tarde, a partir das 21h30, pela mesma chave, o Grêmio inicia sua trajetória com a bagagem de ter sido semifinalista em 2019 e 2018 e campeão em 2017. A equipe aposta nessa experiência para começar a Libertadores com um bom resultado na Colômbia diante do América de Cali.

Também às 21h30, o Athletico-PR recebe o Peñarol na Arena da Baixada. Será mais um encontro com um ex-jogador importante que está em fase inicial da carreira como técnico: Diego Forlán, de 40 anos, assumiu a equipe uruguaia no fim de 2019 após ter deixado os campos em agosto.

Outro brasileiro que vai à Argentina é o Palmeiras. A equipe do técnico Vanderlei Luxemburgo tem compromisso diante do Tigre na quarta-feira. Com bons retrospectos no Campeonato Paulista, o time carrega para a competição continental a expectativa de ter feito a melhor campanha na fase de grupos nas duas últimas edições.

Já o São Paulo volta a disputar a fase de grupos após ter caído na etapa preliminar em 2019. A equipe estreia nesta quinta-feira, às 21 horas, contra o Binacional, no Peru, embalada pelas duas vitórias no Paulistão. A diretoria manteve o técnico Fernando Diniz, a base do elenco permaneceu e Daniel Alves vai para a sua primeira Libertadores na carreira. LDU e River Plate, atual vice-campeão, completam o Grupo D.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade