Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esporte
Técnico de atletismo de Balneário Camboriú diz que foi acertada decisão de adiar Olimpíadas

Quinta, 26/3/2020 10:45.
Divulgação/PMBC
O técnico Diogo (C) com os pré-convocados Moacir, Anne, Douglas e Thiago.

Publicidade

O técnico de atletismo da Fundação Municipal de Esportes (FMEBC), Diogo Gamboa, um dos pré-convocados pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) junto com quatro atletas seus, para disputar a Olimpíada, disse que a decisão de adiar a competição foi acertada. A decisão foi anunciada pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) nesta terça-feira (24)., após uma teleconferência entre o presidente do COI, Thomas Bach e o Primeiro-Ministro do Japão, Shinzo Abe.

Na semana passada em entrevista ao Página3, Diogo falou sobre a situação difícil que os atletas estavam enfrentando, sem poder treinar, por causa do Coronavírus.

“A decisão mais acertada, tranquilizou os atletas, porque todos estavam angustiados, precisavam treinar e não tinham onde treinar, porque estavam isolados em suas casas e os Jogos se aproximando”, comentou.

Agora com mais calma, mas sabendo que a competição vai acontecer somente ano que vem, é preciso aguardar o que vai acontecer.

“Ainda não saiu nenhum posicionamento de como será a qualificação. Acredito que os pré convocados se mantém porém deverá entrar mais gente nesta lista, porque é um ano a mais de competição, então estamos aguardando o posicionamento da CBAt e do Comitê Olímpico (COI)”, disse.

Sobre os seus atletas pré-convocados ele acredita que todos seguirão no grupo no próximo ano.

“Acho que com mais um ano, a Anne de Bassi vai estar mais qualificada, o Thiago do Rosário melhor treinado, o Douglas Mendes mais experiente, vai passar para categoria adulto, a chance será maior e o Moacir Zimmermann ainda em idade boa para disputar os Jogos Olímpicos. Acredito que nosso time se manterá bem”, acrescentou.

Neste novo cenário, o técnico salienta que nesse momento o importante é manter o atleta ‘vivo’ emocionalmente.

“Cabeça boa, manter acesa a chama dos resultados, das competições que virão, todos seguem treinando em casa até passar esse período crítico e podermos reorganizar novamente os treinos e nossos compromissos”, finalizou.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Divulgação/PMBC
O técnico Diogo (C) com os pré-convocados Moacir, Anne, Douglas e Thiago.
O técnico Diogo (C) com os pré-convocados Moacir, Anne, Douglas e Thiago.

Técnico de atletismo de Balneário Camboriú diz que foi acertada decisão de adiar Olimpíadas

Publicidade

Quinta, 26/3/2020 10:45.

O técnico de atletismo da Fundação Municipal de Esportes (FMEBC), Diogo Gamboa, um dos pré-convocados pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) junto com quatro atletas seus, para disputar a Olimpíada, disse que a decisão de adiar a competição foi acertada. A decisão foi anunciada pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) nesta terça-feira (24)., após uma teleconferência entre o presidente do COI, Thomas Bach e o Primeiro-Ministro do Japão, Shinzo Abe.

Na semana passada em entrevista ao Página3, Diogo falou sobre a situação difícil que os atletas estavam enfrentando, sem poder treinar, por causa do Coronavírus.

“A decisão mais acertada, tranquilizou os atletas, porque todos estavam angustiados, precisavam treinar e não tinham onde treinar, porque estavam isolados em suas casas e os Jogos se aproximando”, comentou.

Agora com mais calma, mas sabendo que a competição vai acontecer somente ano que vem, é preciso aguardar o que vai acontecer.

“Ainda não saiu nenhum posicionamento de como será a qualificação. Acredito que os pré convocados se mantém porém deverá entrar mais gente nesta lista, porque é um ano a mais de competição, então estamos aguardando o posicionamento da CBAt e do Comitê Olímpico (COI)”, disse.

Sobre os seus atletas pré-convocados ele acredita que todos seguirão no grupo no próximo ano.

“Acho que com mais um ano, a Anne de Bassi vai estar mais qualificada, o Thiago do Rosário melhor treinado, o Douglas Mendes mais experiente, vai passar para categoria adulto, a chance será maior e o Moacir Zimmermann ainda em idade boa para disputar os Jogos Olímpicos. Acredito que nosso time se manterá bem”, acrescentou.

Neste novo cenário, o técnico salienta que nesse momento o importante é manter o atleta ‘vivo’ emocionalmente.

“Cabeça boa, manter acesa a chama dos resultados, das competições que virão, todos seguem treinando em casa até passar esse período crítico e podermos reorganizar novamente os treinos e nossos compromissos”, finalizou.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade