Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esporte
Com vaias a Abel Braga, Vasco empata com o Resende fora de casa

Domingo, 1/3/2020 5:32.

Publicidade

Sob muitas vaias e críticas ao técnico Abel Braga, o Vasco estreou na Taça Rio com um empate por 1 a 1 com o Resende, na noite deste sábado, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. A Taça Rio equivale ao segundo turno do Campeonato Carioca.

Esses foram os primeiros pontos dos dois times no Grupo B, que tem o Volta Redonda como líder após a vitória sobre o Macaé, por 1 a 0, na última sexta-feira. Agora as atenções do Vasco estão voltadas para o jogo da próxima quinta-feira, contra o ABC, às 21h30, no Maracanã, pela segunda fase da Copa do Brasil.

O Resende começou melhor e criou uma boa chance logo aos nove minutos. Geovani aproveitou sobra e bateu colocado com muito perigo. A resposta cruzmaltina veio na sequência. Marrony subiu livre em cobrança de escanteio e cabeceou rente a trave. Aos 19, Henrique finalizou rasteiro e Ranule defendeu sem dar rebote. No minuto seguinte, o árbitro concedeu a parada técnica.

A revolta da torcida vascaína com Abel Braga explodiu com tudo aos 31 minutos. Após tabela com Kevyn, Rezende cruzou rasteiro e Thauan completou de letra, abrindo o placar para o Resende.

Revoltados, os torcedores xingaram Abel Braga e pediram Guarín, que estava no banco de reservas. O clima ficou um pouco mais tranquilo no Raulino de Oliveira aos 41 minutos com o empate. Henrique escapou pela esquerda e cruzou para trás. Andrey chegou batendo de primeira, a bola desviou em Kevyn e entrou. Houve um princípio de confusão no fim do primeiro tempo, mas os ânimos foram rapidamente controlados.

Pedido pela torcida, Guarín entrou no intervalo no lugar de Raul Em seu primeiro toque na bola, o colombiano deixou Yago Pikachu de frente para o goleiro, mas a finalização saiu para fora. O Resende respondeu em falta cobrada por Geovani por cima. Depois de um bom início, o Vasco caiu de produção e passou a dar espaço para o contra-ataque do Resende. Vitinho e Wescley levaram perigo em chutes de longe.

Aos 38, a zaga cruzmaltina falhou e Alef Manga bateu colocado por cima. Na sequência, Marrony soltou a bomba e Ranule espalmou Foi o bastante para levantar a torcida. Cada time ainda perdeu uma boa chance antes do apito final, que foi a deixa para as vaias e as críticas a Abel Braga tomarem conta do estádio.

FICHA TÉCNICA:

RESENDE 1 x 1 VASCO

RESENDE - Ranule; Dieguinho, Rhayne, Murilo Henrique e Kevyn; Rezende, Vitinho, Wescley, Geovani (Zizu) e Caio Cézar (Anderson Mello); Thauan (Alef Manga). Técnico: Edson Souza.

VASCO - Fernando Miguel; Yago Pikachu, Werley, Leandro Castán e Henrique; Andrey, Raul (Guarín) e Marcos Júnior (Tiago Reis); Marrony, Cano e Ribamar (Vinicius). Técnico: Abel Braga.

GOLS - Thauan, aos 31, e Andrey, aos 41 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Geovani, Kevyn, Vitinho e Murilo Henrique (Resende); Andrey, Guarín e Leandro Castán (Vasco).

ÁRBITRO - Wagner do Nascimento Magalhães.

RENDA - R$ 116.400,00.

PÚBLICO - 4.665 pagantes.

LOCAL - Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ).


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3

Com vaias a Abel Braga, Vasco empata com o Resende fora de casa

Publicidade

Domingo, 1/3/2020 5:32.

Sob muitas vaias e críticas ao técnico Abel Braga, o Vasco estreou na Taça Rio com um empate por 1 a 1 com o Resende, na noite deste sábado, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. A Taça Rio equivale ao segundo turno do Campeonato Carioca.

Esses foram os primeiros pontos dos dois times no Grupo B, que tem o Volta Redonda como líder após a vitória sobre o Macaé, por 1 a 0, na última sexta-feira. Agora as atenções do Vasco estão voltadas para o jogo da próxima quinta-feira, contra o ABC, às 21h30, no Maracanã, pela segunda fase da Copa do Brasil.

O Resende começou melhor e criou uma boa chance logo aos nove minutos. Geovani aproveitou sobra e bateu colocado com muito perigo. A resposta cruzmaltina veio na sequência. Marrony subiu livre em cobrança de escanteio e cabeceou rente a trave. Aos 19, Henrique finalizou rasteiro e Ranule defendeu sem dar rebote. No minuto seguinte, o árbitro concedeu a parada técnica.

A revolta da torcida vascaína com Abel Braga explodiu com tudo aos 31 minutos. Após tabela com Kevyn, Rezende cruzou rasteiro e Thauan completou de letra, abrindo o placar para o Resende.

Revoltados, os torcedores xingaram Abel Braga e pediram Guarín, que estava no banco de reservas. O clima ficou um pouco mais tranquilo no Raulino de Oliveira aos 41 minutos com o empate. Henrique escapou pela esquerda e cruzou para trás. Andrey chegou batendo de primeira, a bola desviou em Kevyn e entrou. Houve um princípio de confusão no fim do primeiro tempo, mas os ânimos foram rapidamente controlados.

Pedido pela torcida, Guarín entrou no intervalo no lugar de Raul Em seu primeiro toque na bola, o colombiano deixou Yago Pikachu de frente para o goleiro, mas a finalização saiu para fora. O Resende respondeu em falta cobrada por Geovani por cima. Depois de um bom início, o Vasco caiu de produção e passou a dar espaço para o contra-ataque do Resende. Vitinho e Wescley levaram perigo em chutes de longe.

Aos 38, a zaga cruzmaltina falhou e Alef Manga bateu colocado por cima. Na sequência, Marrony soltou a bomba e Ranule espalmou Foi o bastante para levantar a torcida. Cada time ainda perdeu uma boa chance antes do apito final, que foi a deixa para as vaias e as críticas a Abel Braga tomarem conta do estádio.

FICHA TÉCNICA:

RESENDE 1 x 1 VASCO

RESENDE - Ranule; Dieguinho, Rhayne, Murilo Henrique e Kevyn; Rezende, Vitinho, Wescley, Geovani (Zizu) e Caio Cézar (Anderson Mello); Thauan (Alef Manga). Técnico: Edson Souza.

VASCO - Fernando Miguel; Yago Pikachu, Werley, Leandro Castán e Henrique; Andrey, Raul (Guarín) e Marcos Júnior (Tiago Reis); Marrony, Cano e Ribamar (Vinicius). Técnico: Abel Braga.

GOLS - Thauan, aos 31, e Andrey, aos 41 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Geovani, Kevyn, Vitinho e Murilo Henrique (Resende); Andrey, Guarín e Leandro Castán (Vasco).

ÁRBITRO - Wagner do Nascimento Magalhães.

RENDA - R$ 116.400,00.

PÚBLICO - 4.665 pagantes.

LOCAL - Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ).


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade