Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esporte
Vettel deve deixar a Ferrari no fim do ano, diz a imprensa alemã

Terça, 12/5/2020 7:08.
EBC.

Publicidade

Sebastian Vettel deve deixar a Ferrari no fim do ano. A revelação foi feita, nesta segunda-feira, pelo jornal alemão Bild e pelo tabloide Auto Motor. Segundo a imprensa, o anúncio oficial poderá ser feito nesta terça-feira. A equipe italiana não se pronunciou sobre o caso.

Vettel ingressou na Ferrari em 2015, depois de vencer todos os seus quatro títulos com Red Bull. Seu sonho era repetir o mesmo sucesso de seu compatriota e ídolo Michael Schumacher, campeão cinco vezes pela escuderia de Maranello.

Seu companheiro de equipe, o monegasco Charles Leclerc, que venceu duas corridas no ano passado e tem apenas 22 anos, tem contrato até 2024 e é visto como o futuro primeiro campeão desde Kimi Raikkonen em 2007.

O australiano Daniel Ricciardo, da Renault, e o espanhol Carlos Sainz, da McLaren, foram mencionados nas reportagens da mídia alemã como principais candidatos a ocupar a vaga de Vettel, um dos lugares mais cobiçados da F-1. O hexacampeão Lewis Hamilton, da Ferrari, afirmou que pretende ficar na Mercedes pelo menos mais um ano.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
EBC.

Vettel deve deixar a Ferrari no fim do ano, diz a imprensa alemã

Publicidade

Terça, 12/5/2020 7:08.

Sebastian Vettel deve deixar a Ferrari no fim do ano. A revelação foi feita, nesta segunda-feira, pelo jornal alemão Bild e pelo tabloide Auto Motor. Segundo a imprensa, o anúncio oficial poderá ser feito nesta terça-feira. A equipe italiana não se pronunciou sobre o caso.

Vettel ingressou na Ferrari em 2015, depois de vencer todos os seus quatro títulos com Red Bull. Seu sonho era repetir o mesmo sucesso de seu compatriota e ídolo Michael Schumacher, campeão cinco vezes pela escuderia de Maranello.

Seu companheiro de equipe, o monegasco Charles Leclerc, que venceu duas corridas no ano passado e tem apenas 22 anos, tem contrato até 2024 e é visto como o futuro primeiro campeão desde Kimi Raikkonen em 2007.

O australiano Daniel Ricciardo, da Renault, e o espanhol Carlos Sainz, da McLaren, foram mencionados nas reportagens da mídia alemã como principais candidatos a ocupar a vaga de Vettel, um dos lugares mais cobiçados da F-1. O hexacampeão Lewis Hamilton, da Ferrari, afirmou que pretende ficar na Mercedes pelo menos mais um ano.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade