Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esporte
Goiás vence a 3ª seguida e afunda o Cruzeiro na degola na estreia de Abel

Terça, 1/10/2019 7:01.

Publicidade

Wilson Baldini Jr.

O Goiás conquistou a terceira vitória consecutiva ao derrotar o Cruzeiro, por 1 a 0, nesta segunda-feira à noite, no Serra Dourada. Assim, ampliou a sua boa fase, tanto que é o único time a somar nove pontos nas três primeiras rodadas do segundo turno do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o Goiás chegou aos 30 pontos, em 11º lugar. E agora enfrentará o Ceará, domingo, em Fortaleza, pela 23.ª rodada. O Cruzeiro, que teve a estreia do técnico Abel Braga, permanece em 17.º lugar, com 19 pontos. Nem se vencer o Internacional, sábado, no Mineirão, vai conseguir deixar a zona de rebaixamento.

Com destaque para David pela esquerda, o Cruzeiro começou melhor o primeiro tempo. O atacante foi o responsável por boas jogadas até os 16 minutos, que não foram bem concluídas por Thiago Neves, Sassá e Robinho.

Tímido nos contra-ataques, o Goiás teve o atacante Michel como principal jogador com ímpeto para incomodar o goleiro Fábio, em duas oportunidades. Rafael Moura tentou uma vez de cabeça. Com melhor toque de bola, o Cruzeiro ameaçou no fim dos primeiros 45 minutos mais duas vezes com Sassá, mas o atacante errou o alvo.

O segundo tempo começou da mesma forma que o primeiro. Pela esquerda e com David, o Cruzeiro atacou e Thiago Neves completou a jogada para as redes. Gol que o árbitro, com o auxílio do VAR, precisou de três minutos para anular, pois David estava impedido no início da jogada.

O gol anulado não diminuiu a vontade do Cruzeiro, que seguiu no ataque. Sassá desperdiçou mais uma boa chance, enquanto o Goiás foi perigoso nos contra-ataques. Aos 16, Michel, sempre muito rápido e habilidoso, pegou a bola na direita do ataque, foi para o meio e fez ótimo lançamento para Alan Ruschel. O lateral-esquerdo bateu de primeira e venceu Fábio para abrir o placar.

Se o Goiás tinha jogado o tempo todo no contra-ataque, com a vantagem no placar a situação ficou ainda mais evidente. Com isso, a iniciativa foi toda do Cruzeiro. Abel colocou Ezequiel pela direita do ataque para desconcentrar as jogadas, que eram feitas todas pelo lado esquerdo com David.

A pressão cruzeirense aumentou, mas sem organização. Para piorar a situação, o capitão Henrique levou cartão amarelo, o terceiro, e está fora do jogo com o Inter. O Goiás mostrou boa marcação e tranquilidade para segurar a posse de bola e garantir mais uma vitória.

FICHA TÉCNICA:

GOIÁS 1 X 0 CRUZEIRO

GOIÁS - Tadeu; Yago Rocha, Fábio Sanches, Rafael Vaz e Alan Ruschel; Gilberto, Yago Felipe (Breno), Léo Sena e Leandro Barcia (Kaio); Michael e Rafael Moura (Papagaio). Técnico: Ney Franco.

CRUZEIRO - Fábio; Orejuela (Edilson), Dedé, Fabrício Bruno e Egídio; Henrique, Éderson (Ezequiel), Robinho (Marquinhos Gabriel) e Thiago Neves; David e Sassá. Técnico: Abel Braga.

GOL - Alan Ruschel, aos 16 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE).

CARTÕES AMARELOS - Henrique, David e Thiago Neves.

RENDA E PÚBLICO - não divulgados.

LOCAL - Serra Dourada, em Goiânia (GO).


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3

Goiás vence a 3ª seguida e afunda o Cruzeiro na degola na estreia de Abel

Publicidade

Terça, 1/10/2019 7:01.
Wilson Baldini Jr.

O Goiás conquistou a terceira vitória consecutiva ao derrotar o Cruzeiro, por 1 a 0, nesta segunda-feira à noite, no Serra Dourada. Assim, ampliou a sua boa fase, tanto que é o único time a somar nove pontos nas três primeiras rodadas do segundo turno do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o Goiás chegou aos 30 pontos, em 11º lugar. E agora enfrentará o Ceará, domingo, em Fortaleza, pela 23.ª rodada. O Cruzeiro, que teve a estreia do técnico Abel Braga, permanece em 17.º lugar, com 19 pontos. Nem se vencer o Internacional, sábado, no Mineirão, vai conseguir deixar a zona de rebaixamento.

Com destaque para David pela esquerda, o Cruzeiro começou melhor o primeiro tempo. O atacante foi o responsável por boas jogadas até os 16 minutos, que não foram bem concluídas por Thiago Neves, Sassá e Robinho.

Tímido nos contra-ataques, o Goiás teve o atacante Michel como principal jogador com ímpeto para incomodar o goleiro Fábio, em duas oportunidades. Rafael Moura tentou uma vez de cabeça. Com melhor toque de bola, o Cruzeiro ameaçou no fim dos primeiros 45 minutos mais duas vezes com Sassá, mas o atacante errou o alvo.

O segundo tempo começou da mesma forma que o primeiro. Pela esquerda e com David, o Cruzeiro atacou e Thiago Neves completou a jogada para as redes. Gol que o árbitro, com o auxílio do VAR, precisou de três minutos para anular, pois David estava impedido no início da jogada.

O gol anulado não diminuiu a vontade do Cruzeiro, que seguiu no ataque. Sassá desperdiçou mais uma boa chance, enquanto o Goiás foi perigoso nos contra-ataques. Aos 16, Michel, sempre muito rápido e habilidoso, pegou a bola na direita do ataque, foi para o meio e fez ótimo lançamento para Alan Ruschel. O lateral-esquerdo bateu de primeira e venceu Fábio para abrir o placar.

Se o Goiás tinha jogado o tempo todo no contra-ataque, com a vantagem no placar a situação ficou ainda mais evidente. Com isso, a iniciativa foi toda do Cruzeiro. Abel colocou Ezequiel pela direita do ataque para desconcentrar as jogadas, que eram feitas todas pelo lado esquerdo com David.

A pressão cruzeirense aumentou, mas sem organização. Para piorar a situação, o capitão Henrique levou cartão amarelo, o terceiro, e está fora do jogo com o Inter. O Goiás mostrou boa marcação e tranquilidade para segurar a posse de bola e garantir mais uma vitória.

FICHA TÉCNICA:

GOIÁS 1 X 0 CRUZEIRO

GOIÁS - Tadeu; Yago Rocha, Fábio Sanches, Rafael Vaz e Alan Ruschel; Gilberto, Yago Felipe (Breno), Léo Sena e Leandro Barcia (Kaio); Michael e Rafael Moura (Papagaio). Técnico: Ney Franco.

CRUZEIRO - Fábio; Orejuela (Edilson), Dedé, Fabrício Bruno e Egídio; Henrique, Éderson (Ezequiel), Robinho (Marquinhos Gabriel) e Thiago Neves; David e Sassá. Técnico: Abel Braga.

GOL - Alan Ruschel, aos 16 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE).

CARTÕES AMARELOS - Henrique, David e Thiago Neves.

RENDA E PÚBLICO - não divulgados.

LOCAL - Serra Dourada, em Goiânia (GO).


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade