Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esportes
De volta, Scarpa marca, e Palmeiras vence em estreia na Libertadores

Quinta, 7/3/2019 5:10.
EBC.

Publicidade

(FOLHAPRESS) - O Palmeiras começou sua campanha na Copa Libertadores com o pé direito. Nesta quarta-feira (6), a equipe do técnico Luiz Felipe Scolari venceu o Junior Barranquilla, na Colômbia, por 2 a 0.

O primeiro gol palmeirense foi marcado pelo meia Gustavo Scarpa, de volta à equipe alviverde após três jogos de ausência em razão de uma lesão no tornozelo esquerdo.

Em busca de uma vaga no time titular, Scarpa ganha pontos com Felipão para substituir o lesionado Willian, importante na conquista do Campeonato Brasileiro em 2018.

Como o atacante só deve retornar ao time no segundo semestre -recupera-se de lesão no joelho direito-, o treinador tem tentado encontrar a melhor opção para a direita do ataque. Além de Scarpa, Carlos Eduardo e Felipe Pires brigam pelo posto.

No comando ofensivo, Felipão manteve a dupla Ricardo Goulart e Borja, decisivos para a vitória sobre o Ituano no último fim de semana.

O colombiano perdeu algumas oportunidades, mas foi importante no segundo gol, já nos acréscimos da etapa final, quando segurou a bola na frente após contra-ataque e serviu Marcos Rocha, que encobriu o goleiro para fechar o placar.

Para estrear com vitória na Libertadores, o Palmeiras teve pela frente exatamente o mesmo adversário de seu primeiro jogo na edição de 2018.

Em Barranquilla, ainda com Roger Machado no comando, venceu por 3 a 0 e iniciou a caminhada que parou apenas na semifinal para o Boca Juniors.

No Allianz Parque, em sua última partida na fase de grupos no ano passado, também bateu os colombianos (3 a 1).

Na próxima terça-feira (12), a equipe alviverde jogará pela Libertadores em casa, diante do Melgar, do Peru, teoricamente o adversário mais fácil do Grupo F -o outro é o San Lorenzo, que recebe em Buenos Aires o Junior Barranquilla.

JUNIOR BARRANQUILLA
Sebastián Viera; Marlon Piedrahita, Willer Ditta, Narváez e Gabriel Fuentes; Enrique Serje (Sebastián Hernández), Victor Cantillo, Martín Fernández e Fabián Sambueza (Hinestroza); Luís Díaz e Teo Gutiérrez. T.: Luis Fernando Suárez

PALMEIRAS
Weverton; Marcos Rocha, Antonio Carlos, Gustavo Gómez e Victor Luis; Felipe Melo, Bruno Henrique (Thiago Santos), Ricardo Goulart (Moisés), Gustavo Scarpa e Dudu (Hyoran); Borja. T.: Luiz Felipe Scolari

Estádio: Metropolitano, em Barranquilla (COL)
Juiz: Daniel Fedorczuk (URU)
Assistentes: Gabriel Popovits (URU) e Carlos Barreiro (URU)
Cartões amarelos: Téo Gutiérrez (JRB)
Cartão vermelho: Téo Gutiérrez (JRB)
Gols: Gustavo Scarpa (PAL), aos 11min do 1º tempo; e Marcos Rocha (PAL), aos 46min do 2º tempo. 


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

De volta, Scarpa marca, e Palmeiras vence em estreia na Libertadores

EBC.

Publicidade

Quinta, 7/3/2019 5:10.

(FOLHAPRESS) - O Palmeiras começou sua campanha na Copa Libertadores com o pé direito. Nesta quarta-feira (6), a equipe do técnico Luiz Felipe Scolari venceu o Junior Barranquilla, na Colômbia, por 2 a 0.

O primeiro gol palmeirense foi marcado pelo meia Gustavo Scarpa, de volta à equipe alviverde após três jogos de ausência em razão de uma lesão no tornozelo esquerdo.

Em busca de uma vaga no time titular, Scarpa ganha pontos com Felipão para substituir o lesionado Willian, importante na conquista do Campeonato Brasileiro em 2018.

Como o atacante só deve retornar ao time no segundo semestre -recupera-se de lesão no joelho direito-, o treinador tem tentado encontrar a melhor opção para a direita do ataque. Além de Scarpa, Carlos Eduardo e Felipe Pires brigam pelo posto.

No comando ofensivo, Felipão manteve a dupla Ricardo Goulart e Borja, decisivos para a vitória sobre o Ituano no último fim de semana.

O colombiano perdeu algumas oportunidades, mas foi importante no segundo gol, já nos acréscimos da etapa final, quando segurou a bola na frente após contra-ataque e serviu Marcos Rocha, que encobriu o goleiro para fechar o placar.

Para estrear com vitória na Libertadores, o Palmeiras teve pela frente exatamente o mesmo adversário de seu primeiro jogo na edição de 2018.

Em Barranquilla, ainda com Roger Machado no comando, venceu por 3 a 0 e iniciou a caminhada que parou apenas na semifinal para o Boca Juniors.

No Allianz Parque, em sua última partida na fase de grupos no ano passado, também bateu os colombianos (3 a 1).

Na próxima terça-feira (12), a equipe alviverde jogará pela Libertadores em casa, diante do Melgar, do Peru, teoricamente o adversário mais fácil do Grupo F -o outro é o San Lorenzo, que recebe em Buenos Aires o Junior Barranquilla.

JUNIOR BARRANQUILLA
Sebastián Viera; Marlon Piedrahita, Willer Ditta, Narváez e Gabriel Fuentes; Enrique Serje (Sebastián Hernández), Victor Cantillo, Martín Fernández e Fabián Sambueza (Hinestroza); Luís Díaz e Teo Gutiérrez. T.: Luis Fernando Suárez

PALMEIRAS
Weverton; Marcos Rocha, Antonio Carlos, Gustavo Gómez e Victor Luis; Felipe Melo, Bruno Henrique (Thiago Santos), Ricardo Goulart (Moisés), Gustavo Scarpa e Dudu (Hyoran); Borja. T.: Luiz Felipe Scolari

Estádio: Metropolitano, em Barranquilla (COL)
Juiz: Daniel Fedorczuk (URU)
Assistentes: Gabriel Popovits (URU) e Carlos Barreiro (URU)
Cartões amarelos: Téo Gutiérrez (JRB)
Cartão vermelho: Téo Gutiérrez (JRB)
Gols: Gustavo Scarpa (PAL), aos 11min do 1º tempo; e Marcos Rocha (PAL), aos 46min do 2º tempo. 


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade