Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Grêmio faz jogo irreconhecível e perde para o Libertad dentro da Arena

Quarta, 13/3/2019 5:15.

JEREMIAS WERNEK
SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Grêmio segue sem vencer na Libertadores 2019. Nesta terça (12), o time gaúcho fez uma partida irreconhecível e perdeu para o Libertad, do Paraguai, em plena Arena do Grêmio. A derrota por 1 a 0 na segunda rodada do grupo 8 veio acompanhada de um desempenho fraco no ataque e com defesa exposta desde os primeiros minutos.

Bareiro, nos acréscimos do primeiro tempo, fez o gol da partida. O Grêmio não teve nenhuma chance clara de gol, nem mesmo com Diego Tardelli na reta final do confronto.

Pior que o fim da invencibilidade no ano, após 10 partidas, é o cenário da tabela do grupo. Agora o Libertad tem seis pontos e o Grêmio soma apenas um. Na quarta-feira, a chave tem o segundo jogo da segunda rodada - entre Universidad Católica e Rosario Central.

O próximo jogo do Grêmio na Libertadores é contra a Universidad Católica, no Chile, em 4 de abril. Bem antes, no domingo, o time gremista entra em campo contra o Internacional. O Gre-Nal é válido pela 10ª rodada do Campeonato Gaúcho, na Arena.

QUEM FOI MAL: MAICON

Capitão e termômetro do Grêmio, o camisa 8 ficou sem espaço para criar. No primeiro tempo, acertou sem bola adversário e levou amarelo em lance onde tinha o domínio no meio-campo. Maicon acabou sendo o segundo jogador sacado na partida.

QUEM DECEPCIONOU: FELIPE VIZEU

Vilão contra o Rosario Central, por ter perdido gols incríveis, o centroavante novamente passou em branco. Felipe Vizeu foi sacado no intervalo e assistiu o restante da atuação atípica do banco.

SEM ACERTAR CHUTE A GOL

O Grêmio teve a bola, mas não conseguiu aplicar seu estilo de jogo contra o Libertad. A marcação cerrada do time paraguaio e a pressão forte na saída dos volantes deixou a equipe gremista amarrada. O ritmo lento foi quebrado raramente e graças e lampejos individuais, ora de Marinho e ora de Luan. Mas nada suficiente para levar real perigo ao gol de Martin Silva. Foram cinco conclusões até o intervalo e nenhum no gol.

LIBERTAD USA INVERSÕES LONGAS

O time visitante não ficou só atrás. Com inversões rápidas, o Libertad chegou ao gol do Grêmio desde o início da partida. Óscar Cardozo perdeu chance incrível dentro da área. O gol, nos acréscimos do primeiro tempo, nasceu às costas do lado direito.

RENATO SE IRRITA

A irritação de Renato com a atuação do time gerou um desabafo e a TV flagrou. As imagens do SporTV captaram o treinador prometendo fazer uma troca na equipe e o Twitter enlouqueceu com a leitura labial: "Eu vou trocar, f Eu vou trocar e f... Vários internautas reproduziram a bronca de Portaluppi. E a cena ocorreu antes do Libertad abrir o placar.
No intervalo, Renato foi o primeiro a passar visivelmente irritado com o time. No segundo tempo, o treinador deu novos esporros. Em um deles, Michel foi cobrado por não informar antes que estava sentindo dores. O volante foi atendido depois da terceira troca do time.

SUBSTITUIÇÕES CEDO E ABAFA

No intervalo, Renato tirou Felipe Vizeu e botou André. Aos 13 minutos do segundo tempo, Maicon deu lugar a Jean Pyerre e aos 23 foi a vez de Marinho (com dores na panturrilha) ser sacado para a entrada de Diego Tardelli. As trocas deixaram o meio-campo mais leve, o ataque com mais mobilidade.

VESTIÁRIO DO LIBERTAD TEM PIZZA PÓS-JOGO

Enquanto a bola ainda rolava no campo, o estafe do Libertad se agilizou para dar um jeito na inevitável fome do elenco. Seis pizzas foram pedidas para matar o apetite logo depois do apito final. Apesar da boquinha ainda no vestiário da Arena, o time paraguaio manteve jantar completo no hotel, em Porto Alegre.

GRÊMIO
Paulo Victor; Leonardo Gomes, Geromel, Kannemann e Cortez; Michel, Maicon (Jean Pyerre), Marinho (Diego Tardelli), Luan e Everton; Felipe Vizeu (André). Técnico: Renato Gaúcho

LIBERTAD
Martín Silva; Piris, Luis Cardozo, Paulo da Silva e Cougo; Aquino (Riveros), Mejía, Bareiro, Rivero (Benítez) e Óscar Cardozo; Martínez (Recalde) Técnico: José Chamot

Estádio: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Público: 32.988 pessoas (30.680 pagantes)
Renda: R$ 1.136.733
Árbitro: Diego Haro (PER)
Auxiliares: Victor Raez (PER) e Michel Orue (PER)
Cartões amarelos: Maicon e Marinho (GRE); Cougo, Cardozo e Martínez (LIB)
Gols: Bareiro, aos 48min do primeiro tempo (LIB) 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Grêmio faz jogo irreconhecível e perde para o Libertad dentro da Arena

Publicidade

Quarta, 13/3/2019 5:15.

JEREMIAS WERNEK
SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Grêmio segue sem vencer na Libertadores 2019. Nesta terça (12), o time gaúcho fez uma partida irreconhecível e perdeu para o Libertad, do Paraguai, em plena Arena do Grêmio. A derrota por 1 a 0 na segunda rodada do grupo 8 veio acompanhada de um desempenho fraco no ataque e com defesa exposta desde os primeiros minutos.

Bareiro, nos acréscimos do primeiro tempo, fez o gol da partida. O Grêmio não teve nenhuma chance clara de gol, nem mesmo com Diego Tardelli na reta final do confronto.

Pior que o fim da invencibilidade no ano, após 10 partidas, é o cenário da tabela do grupo. Agora o Libertad tem seis pontos e o Grêmio soma apenas um. Na quarta-feira, a chave tem o segundo jogo da segunda rodada - entre Universidad Católica e Rosario Central.

O próximo jogo do Grêmio na Libertadores é contra a Universidad Católica, no Chile, em 4 de abril. Bem antes, no domingo, o time gremista entra em campo contra o Internacional. O Gre-Nal é válido pela 10ª rodada do Campeonato Gaúcho, na Arena.

QUEM FOI MAL: MAICON

Capitão e termômetro do Grêmio, o camisa 8 ficou sem espaço para criar. No primeiro tempo, acertou sem bola adversário e levou amarelo em lance onde tinha o domínio no meio-campo. Maicon acabou sendo o segundo jogador sacado na partida.

QUEM DECEPCIONOU: FELIPE VIZEU

Vilão contra o Rosario Central, por ter perdido gols incríveis, o centroavante novamente passou em branco. Felipe Vizeu foi sacado no intervalo e assistiu o restante da atuação atípica do banco.

SEM ACERTAR CHUTE A GOL

O Grêmio teve a bola, mas não conseguiu aplicar seu estilo de jogo contra o Libertad. A marcação cerrada do time paraguaio e a pressão forte na saída dos volantes deixou a equipe gremista amarrada. O ritmo lento foi quebrado raramente e graças e lampejos individuais, ora de Marinho e ora de Luan. Mas nada suficiente para levar real perigo ao gol de Martin Silva. Foram cinco conclusões até o intervalo e nenhum no gol.

LIBERTAD USA INVERSÕES LONGAS

O time visitante não ficou só atrás. Com inversões rápidas, o Libertad chegou ao gol do Grêmio desde o início da partida. Óscar Cardozo perdeu chance incrível dentro da área. O gol, nos acréscimos do primeiro tempo, nasceu às costas do lado direito.

RENATO SE IRRITA

A irritação de Renato com a atuação do time gerou um desabafo e a TV flagrou. As imagens do SporTV captaram o treinador prometendo fazer uma troca na equipe e o Twitter enlouqueceu com a leitura labial: "Eu vou trocar, f Eu vou trocar e f... Vários internautas reproduziram a bronca de Portaluppi. E a cena ocorreu antes do Libertad abrir o placar.
No intervalo, Renato foi o primeiro a passar visivelmente irritado com o time. No segundo tempo, o treinador deu novos esporros. Em um deles, Michel foi cobrado por não informar antes que estava sentindo dores. O volante foi atendido depois da terceira troca do time.

SUBSTITUIÇÕES CEDO E ABAFA

No intervalo, Renato tirou Felipe Vizeu e botou André. Aos 13 minutos do segundo tempo, Maicon deu lugar a Jean Pyerre e aos 23 foi a vez de Marinho (com dores na panturrilha) ser sacado para a entrada de Diego Tardelli. As trocas deixaram o meio-campo mais leve, o ataque com mais mobilidade.

VESTIÁRIO DO LIBERTAD TEM PIZZA PÓS-JOGO

Enquanto a bola ainda rolava no campo, o estafe do Libertad se agilizou para dar um jeito na inevitável fome do elenco. Seis pizzas foram pedidas para matar o apetite logo depois do apito final. Apesar da boquinha ainda no vestiário da Arena, o time paraguaio manteve jantar completo no hotel, em Porto Alegre.

GRÊMIO
Paulo Victor; Leonardo Gomes, Geromel, Kannemann e Cortez; Michel, Maicon (Jean Pyerre), Marinho (Diego Tardelli), Luan e Everton; Felipe Vizeu (André). Técnico: Renato Gaúcho

LIBERTAD
Martín Silva; Piris, Luis Cardozo, Paulo da Silva e Cougo; Aquino (Riveros), Mejía, Bareiro, Rivero (Benítez) e Óscar Cardozo; Martínez (Recalde) Técnico: José Chamot

Estádio: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Público: 32.988 pessoas (30.680 pagantes)
Renda: R$ 1.136.733
Árbitro: Diego Haro (PER)
Auxiliares: Victor Raez (PER) e Michel Orue (PER)
Cartões amarelos: Maicon e Marinho (GRE); Cougo, Cardozo e Martínez (LIB)
Gols: Bareiro, aos 48min do primeiro tempo (LIB) 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade