Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Saiba como Rodrigo Minotouro encontrou motivação para voltar a vencer no UFC
Divulgação

Quinta, 9/5/2019 10:57.

(UOL/FOLHAPRESS) - Rogério Minotouro vinha de duas derrotas por nocaute quando foi enfrentar Sam Alvey no UFC São Paulo, em setembro do ano passado. O desempenho do veterano lutador surpreendeu e ele reencontrou o caminho das vitórias junto com um prêmio de performance da noite.

 
Próximo da aposentadoria, Minotouro buscou maneiras de se manter motivado em um momento de poucas pretensões no MMA. E a resposta veio em um curso de coach ministrado por José André Neto, que viria ser o seu mentor intelectual para o duelo contra Alvey.
 
"O Rogério vinha de duas derrotas, mas é um ícone do esporte, alguém que as pessoas sempre pedem para tirar foto. E o que o motiva é voltar para a posição que ele sempre teve, o desejo de encerrar a carreira em alta. Se a gente consegue despertar na pessoa o motivo real que justifique todo o sacrifício de treinos e perda de peso, algo que seja importante para ele, fica fácil motivá-lo", explicou José André Neto.
 
A parceria que deu certo contra Sam Alvey se repetirá no Rio de Janeiro, quando o lutador de 42 anos enfrentará o norte-americano Ryan Spann, em 11 de maio. Na preparação, André Neto afirma que o objetivo é fazer com que Minotouro reedite as performances de seus momentos áureos, quando se destacou no extinto Pride e em algumas lutas do UFC.
 
"O meu trabalho é reeditar o ápice de performance dele. Eu crio antídotos para os pontos fortes do adversário. Crio bloqueios para que ele (Minotouro) não sinta o impacto de uma coisa que ele não esperava mentalmente. Como se eu blindasse para que aquilo não seja uma novidade para ele", descreveu o mentor intelectual.
 
Além de Minotouro, José André Neto faz trabalho semelhante com Warley Alves, que fará a segunda luta do UFC Rio contra Serginho Moraes. O combate de Minotouro contra Ryan Spann será a última do card preliminar do evento.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Saiba como Rodrigo Minotouro encontrou motivação para voltar a vencer no UFC

Divulgação

Publicidade

Quinta, 9/5/2019 10:57.

(UOL/FOLHAPRESS) - Rogério Minotouro vinha de duas derrotas por nocaute quando foi enfrentar Sam Alvey no UFC São Paulo, em setembro do ano passado. O desempenho do veterano lutador surpreendeu e ele reencontrou o caminho das vitórias junto com um prêmio de performance da noite.

 
Próximo da aposentadoria, Minotouro buscou maneiras de se manter motivado em um momento de poucas pretensões no MMA. E a resposta veio em um curso de coach ministrado por José André Neto, que viria ser o seu mentor intelectual para o duelo contra Alvey.
 
"O Rogério vinha de duas derrotas, mas é um ícone do esporte, alguém que as pessoas sempre pedem para tirar foto. E o que o motiva é voltar para a posição que ele sempre teve, o desejo de encerrar a carreira em alta. Se a gente consegue despertar na pessoa o motivo real que justifique todo o sacrifício de treinos e perda de peso, algo que seja importante para ele, fica fácil motivá-lo", explicou José André Neto.
 
A parceria que deu certo contra Sam Alvey se repetirá no Rio de Janeiro, quando o lutador de 42 anos enfrentará o norte-americano Ryan Spann, em 11 de maio. Na preparação, André Neto afirma que o objetivo é fazer com que Minotouro reedite as performances de seus momentos áureos, quando se destacou no extinto Pride e em algumas lutas do UFC.
 
"O meu trabalho é reeditar o ápice de performance dele. Eu crio antídotos para os pontos fortes do adversário. Crio bloqueios para que ele (Minotouro) não sinta o impacto de uma coisa que ele não esperava mentalmente. Como se eu blindasse para que aquilo não seja uma novidade para ele", descreveu o mentor intelectual.
 
Além de Minotouro, José André Neto faz trabalho semelhante com Warley Alves, que fará a segunda luta do UFC Rio contra Serginho Moraes. O combate de Minotouro contra Ryan Spann será a última do card preliminar do evento.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade