Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Atleta de BC obtém na Espanha vaga para o Pan-Americano e o Mundial
Divulgação
Moacir competindo em Balneário.

Domingo, 9/6/2019 8:34.

Caio Bonfim, de Brasília. e Moacir Zimmermann, 36, de Balneário Camboriú, alcançaram índice para o Pan-Americano, em Lima, e para o Mundial de Doha, no 33o GP Cantones de La Coruña de Marcha Atlética, disputado na Espanha ontem (8).

Caio marchou os 20 quilômetros em 1:18:47, chegou em 7o lugar e quebrou o recorde brasileiro que já era seu.

Moacir foi o 34o com tempo de 1:22:21.

O índice para o Pan-Americano é 1:25:00 e para o Mundial 1:22:30.

Após a prova Moacir disse ao Página 3, por telefone, que o nível foi altíssimo e que houve um recorde de participantes: 142, mais do que o registrado em campeonatos mundiais.

“Treinei muito para isso e vou seguir o ritmo forte de treinos”, disse Moacir. Ele treina em Blumenau com o técnico Sérgio Galdino e desde o início do ano compete por Balneário Camboriú.

Moacir treina todos os dias, duas vezes por dia. Já representou o Brasil em várias ocasiões, as principais foram os Jogos Pan-Americanos (2011) cinco Copas do Mundo; Mundial Iniversitário de Belgrado e China e nos Jogos Olímpicos do Rio em 2016.
 

Moacir na Espanha.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Atleta de BC obtém na Espanha vaga para o Pan-Americano e o Mundial

Divulgação
Moacir competindo em Balneário.
Moacir competindo em Balneário.

Publicidade

Domingo, 9/6/2019 8:34.

Caio Bonfim, de Brasília. e Moacir Zimmermann, 36, de Balneário Camboriú, alcançaram índice para o Pan-Americano, em Lima, e para o Mundial de Doha, no 33o GP Cantones de La Coruña de Marcha Atlética, disputado na Espanha ontem (8).

Caio marchou os 20 quilômetros em 1:18:47, chegou em 7o lugar e quebrou o recorde brasileiro que já era seu.

Moacir foi o 34o com tempo de 1:22:21.

O índice para o Pan-Americano é 1:25:00 e para o Mundial 1:22:30.

Após a prova Moacir disse ao Página 3, por telefone, que o nível foi altíssimo e que houve um recorde de participantes: 142, mais do que o registrado em campeonatos mundiais.

“Treinei muito para isso e vou seguir o ritmo forte de treinos”, disse Moacir. Ele treina em Blumenau com o técnico Sérgio Galdino e desde o início do ano compete por Balneário Camboriú.

Moacir treina todos os dias, duas vezes por dia. Já representou o Brasil em várias ocasiões, as principais foram os Jogos Pan-Americanos (2011) cinco Copas do Mundo; Mundial Iniversitário de Belgrado e China e nos Jogos Olímpicos do Rio em 2016.
 

Moacir na Espanha.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade