Jornal Página 3
Esportes
Vasco busca empate no fim contra Juazeirense e avança na Copa do Brasil
Quinta, 7/2/2019 4:46.

Publicidade

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - O Vasco não teve vida fácil nesta quarta-feira (6) contra a Juazeirense na Copa do Brasil. Em um gramado ruim no estádio Adauto Moraes, em Juazeiro (BA), o time carioca penou e garantiu a classificação para a segunda fase da Copa do Brasil após um suado empate em 2 a 2.

O resultado foi obtido nos minutos finais através de um pênalti. Os gols foram marcados por Yan Sasse e Maxi Lopez, para os vascaínos, e por Gustavo Balotelli e Nino Guerreiro, para os baianos.

Na próxima etapa da competição, o Vasco aguarda o vencedor do duelo entre Remo e Serra (ES).

Antes do próximo jogo na Copa do Brasil, o Vasco volta a pensar na Copa do Braisl. No próximo domingo (10), às 17h, no Maracanã, o Cruzmaltino enfrenta o Resende pelas semifinais da Taça Guanabara. Quem passar encara o vitorioso do clássico entre Flamengo e Fluminense.

O Vasco já sofreu sufoco no começo da partida. Logo aos 4min do primeiro tempo, Hugo entrou sozinho após troca de passes e finalizou, mas o goleiro Fernando Miguel fez grande defesa e salvou o Vasco.

O Vasco respondeu à altura. Aos 12, Raúl Cáceres foi à linha de fundo e cruzou para trás. Marrony dominou, rolou para Maxi Lopez e o chute do argentino foi travado. A bola, porém, voltou para ele, que ajeitou para Yan Sasse, com categoria, abrir o placar para o Cruzmaltino.

Aos 39min, Bruno César rolou para Yan Sasse que, de canhota, experimentou da intermediária. A bola foi com veneno, mas o goleiro Douglas estava atento e fez boa defesa.

O empate da Juazeirense aconteceu aos 5min do segundo tempo em jogada individual de Gustavo Balotelli, que ganhou no corpo do lateral direito Raúl Cáceres, cortou para dentro e bateu no cantinho do goleiro Fernando Miguel.

A partida, então, precisou ser paralisada aos 16min por falta de luz no estádio. O jogo ficou suspenso por 26 minutos e, na volta, teve a virada dos donos da casa.

Aos 32min, Gustavo Balotelli foi lançado e teve sua camisa puxada pelo zagueiro Leandro Castan. O árbitro assinalou pênalti e, na cobrança, Nino Guerreiro bateu com categoria para virar para a Juazeirense.

O Vasco, contudo, buscou a igualdade no fim. Titular pela primeira vez na temporada, Maxi Lopez teve uma atuação discreta durante o jogo, mas teve o sangue frio para, aos 45min, cobrar o pênalti que garantiu o empate e a classificação do Vasco na Copa do Brasil.

JUAZEIRENSE
Douglas Pires; Everton, Emerson, Emílio, Wallace; Waguinho, Patrik, Rogerinho, Hugo Freitas; Gustavo Balotelli, Nino Guerreiro. T.: Aroldo Moreira

VASCO
Fernando Miguel; Cáceres, Werley, Leandro Castan, Danilo Barcelos; Andrey, Lucas Mineiro, Yan Sasse, Thiago Galhardo, Marrony; Maxi López. T.: Alberto Valentim

Estádio: Adauto Moraes, em Juazeiro (BA)
Juiz: Rafael Traci (PR)
Cartões amarelos: Emílio (Juazeiro); Bruno César (Vasco)
Gols: Yan Sasse, aos 12min do primeiro tempo, e Maxi Lopez, aos 45min do segundo tempo (Vasco); Gustavo Balotelli, aos 5min, e Nino Guerreiro, aos 32min do segundo tempo (Juazeirense). 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Destaques


Sexto lugar no ranking das 50 cidades catarinenses que mais abriram empresas em 2019


 Uma restauração histórica de fotos aéreas para o primeiro plano diretor do município



 Em 12 meses foram registradas 2,4 infrações desse tipo por hora


 “Afastar a corrupção é o dever de todos”, disse o prefeito


Geral


Economia

Sexto lugar no ranking das 50 cidades catarinenses que mais abriram empresas em 2019


Variedades

 Uma restauração histórica de fotos aéreas para o primeiro plano diretor do município


Variedades


Policia

 Em 12 meses foram registradas 2,4 infrações desse tipo por hora


Política

 “Afastar a corrupção é o dever de todos”, disse o prefeito


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Vasco busca empate no fim contra Juazeirense e avança na Copa do Brasil

Publicidade

Quinta, 7/2/2019 4:46.

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - O Vasco não teve vida fácil nesta quarta-feira (6) contra a Juazeirense na Copa do Brasil. Em um gramado ruim no estádio Adauto Moraes, em Juazeiro (BA), o time carioca penou e garantiu a classificação para a segunda fase da Copa do Brasil após um suado empate em 2 a 2.

O resultado foi obtido nos minutos finais através de um pênalti. Os gols foram marcados por Yan Sasse e Maxi Lopez, para os vascaínos, e por Gustavo Balotelli e Nino Guerreiro, para os baianos.

Na próxima etapa da competição, o Vasco aguarda o vencedor do duelo entre Remo e Serra (ES).

Antes do próximo jogo na Copa do Brasil, o Vasco volta a pensar na Copa do Braisl. No próximo domingo (10), às 17h, no Maracanã, o Cruzmaltino enfrenta o Resende pelas semifinais da Taça Guanabara. Quem passar encara o vitorioso do clássico entre Flamengo e Fluminense.

O Vasco já sofreu sufoco no começo da partida. Logo aos 4min do primeiro tempo, Hugo entrou sozinho após troca de passes e finalizou, mas o goleiro Fernando Miguel fez grande defesa e salvou o Vasco.

O Vasco respondeu à altura. Aos 12, Raúl Cáceres foi à linha de fundo e cruzou para trás. Marrony dominou, rolou para Maxi Lopez e o chute do argentino foi travado. A bola, porém, voltou para ele, que ajeitou para Yan Sasse, com categoria, abrir o placar para o Cruzmaltino.

Aos 39min, Bruno César rolou para Yan Sasse que, de canhota, experimentou da intermediária. A bola foi com veneno, mas o goleiro Douglas estava atento e fez boa defesa.

O empate da Juazeirense aconteceu aos 5min do segundo tempo em jogada individual de Gustavo Balotelli, que ganhou no corpo do lateral direito Raúl Cáceres, cortou para dentro e bateu no cantinho do goleiro Fernando Miguel.

A partida, então, precisou ser paralisada aos 16min por falta de luz no estádio. O jogo ficou suspenso por 26 minutos e, na volta, teve a virada dos donos da casa.

Aos 32min, Gustavo Balotelli foi lançado e teve sua camisa puxada pelo zagueiro Leandro Castan. O árbitro assinalou pênalti e, na cobrança, Nino Guerreiro bateu com categoria para virar para a Juazeirense.

O Vasco, contudo, buscou a igualdade no fim. Titular pela primeira vez na temporada, Maxi Lopez teve uma atuação discreta durante o jogo, mas teve o sangue frio para, aos 45min, cobrar o pênalti que garantiu o empate e a classificação do Vasco na Copa do Brasil.

JUAZEIRENSE
Douglas Pires; Everton, Emerson, Emílio, Wallace; Waguinho, Patrik, Rogerinho, Hugo Freitas; Gustavo Balotelli, Nino Guerreiro. T.: Aroldo Moreira

VASCO
Fernando Miguel; Cáceres, Werley, Leandro Castan, Danilo Barcelos; Andrey, Lucas Mineiro, Yan Sasse, Thiago Galhardo, Marrony; Maxi López. T.: Alberto Valentim

Estádio: Adauto Moraes, em Juazeiro (BA)
Juiz: Rafael Traci (PR)
Cartões amarelos: Emílio (Juazeiro); Bruno César (Vasco)
Gols: Yan Sasse, aos 12min do primeiro tempo, e Maxi Lopez, aos 45min do segundo tempo (Vasco); Gustavo Balotelli, aos 5min, e Nino Guerreiro, aos 32min do segundo tempo (Juazeirense). 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Destaques


Sexto lugar no ranking das 50 cidades catarinenses que mais abriram empresas em 2019


 Uma restauração histórica de fotos aéreas para o primeiro plano diretor do município



 Em 12 meses foram registradas 2,4 infrações desse tipo por hora


 “Afastar a corrupção é o dever de todos”, disse o prefeito