Jornal Página 3
Esportes
Fluminense joga bem, goleia River-PI e avança na Copa do Brasil
Quarta, 6/2/2019 5:57.

Publicidade

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - O Fluminense goleou o River-PI por 5 a 0 nesta terça-feira (5), no estádio Albertão, em Teresina, e se classificou para a segunda fase da Copa do Brasil. O time do técnico Fernando Diniz teve excelente apresentação e encantou a torcida presente com futebol envolvente. Luciano (2), Everaldo, Bruno Silva e Marlon marcaram para o Tricolor.

Essa foi a terceira goleada aplicada pelo Fluminense em seis partidas na temporada 2019. Antes do placar desta terça, o time de Fernando Diniz já havia feito 4x0 no Americano e no Madureira.

Na próxima fase, o Fluminense encara o vencedor do duelo entre Votuporanguense-SP e Ypiranga-RS, que se enfrentam nesta quarta-feira, às 16h, no estádio Plínio Marin, em Votuporanga, no interior de São Paulo.

Enquanto a próxima fase não chega, o Fluminense volta a jogar pelo Campeonato Carioca. No próximo sábado (9), a equipe tricolor enfrenta o Flamengo pela semifinal da Taça Guanabara, precisando de um triunfo para se classificar.

O JOGO

O destaque do triunfo tricolor foi Luciano. Muitas vezes recuado, o atacante teve papel fundamental na armação das jogadas. Com passes precisos, serviu muito bem os companheiros e ainda marcou duas vezes.

Controlando as ações do jogo, o Fluminense não dava chance ao adversário, que precisava da vitória para conseguir a vaga. O que parecia tranquilo ficou ainda mais fácil aos 14min, quando Luciano fez grande jogada e deixou Everaldo em condições de marcar. Ele, no entanto, foi puxado e viu o companheiro de ataque converter com categoria: 1 a 0.

Os donos da casa sentiram a pressão do gol e se lançaram ao ataque. Com mais espaço, o Fluminense ampliou praticamente na primeira vez que chegou. Daniel roubou bola na intermediária e viu Everaldo receber na entrada da área dominar e chutar colocado no canto esquerdo: 2 a 0.

O Fluminense era muito superior ao River-PI. Abusando das triangulações o time se livrava fácil da marcação e chegava com facilidade ao gol adversário. Luciano estava em noite inspirada e fazia ótimo papel no meio de campo armando as jogadas. Quando não era ele, Daniel correspondia. Com Everaldo e Yony González sempre dando opção com muita velocidade.

Mesmo com o River pressionando a saída de bola, o Fluminense não abria mão de sua forma de jogar. Com Rodolfo fazendo a função de goleiro-linha, o Tricolor deu vários sustos na torcida. Por outro lado, quando tudo dava certo também encantava. Em alguns momentos, o adversário marcava com quatro atletas no campo de ataque. O Flu, então, fazia um passe mais longo e praticamente armava um contra-ataque.

No fim do primeiro tempo, Luciano novamente fez grande jogada ao dar belo passe para Yony González. O colombiano driblou o zagueiro, mas foi derrubado. Em novo pênalti, Luciano voltou a bater no mesmo canto e viu Mondragon defender. No rebote, Bruno Silva fuzilou as redes: 3 a 0.

A vitória virou goleada aos 10min do segundo tempo. Yoni González cruzou na medida para Everaldo, que arriscou um voleio. Na sobra, Luciano dominou e teve calma para chutar no ângulo e fazer seu segundo no jogo: 4 a 0.

Após fazer o quarto gol, o Fluminense mudou a forma de jogar. Sem a mesma intensidade, o Tricolor seguia com a bola no pé mas não mostrava o mesmo ímpeto para chegar ao gol adversário. O time queimou tempo até o apito final, mas ainda conseguiu uma brecha para o quinto gol. Em sobra de cobrança de escanteio, Marlon arriscou da intermediária e acertou no ângulo, fechando a goleada.

RIVER-PI
Mondragon; Carlos Henrique, Cris, Audálio, Vítor Hugo; Liniker, Gustavo Henrique, Bismark, Jonatas; Roney, Eduardo. T.: Oliveira Canindé

FLUMINENSE
Rodolfo; Ezequiel, Matheus Ferraz, Digão, Marlon; Airton, Bruno Silva, Daniel (Caio Henrique); Yony González, Luciano, Everaldo. T.: Fernando Diniz

Estádio: Albertão, em Teresina (PI)
Juiz: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Cartões amarelo: Carlos Henrique, Cris (River)
Gols: Luciano, aos 14min do primeiro tempo e aos 10min do segundo tempo, Everaldo, aos 18min do primeiro tempo, Bruno Silva, aos 44min do primeiro tempo, e Marlon, aos 45min do segundo tempo. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Destaques

O Tonino Lamborghini Residences Balneário Camboriú será desenvolvido pela Embraed Empreendimentos  


Sexto lugar no ranking das 50 cidades catarinenses que mais abriram empresas em 2019


 Uma restauração histórica de fotos aéreas para o primeiro plano diretor do município



 Em 12 meses foram registradas 2,4 infrações desse tipo por hora


 “Afastar a corrupção é o dever de todos”, disse o prefeito


Cidade

O Tonino Lamborghini Residences Balneário Camboriú será desenvolvido pela Embraed Empreendimentos  


Economia

Sexto lugar no ranking das 50 cidades catarinenses que mais abriram empresas em 2019


Variedades

 Uma restauração histórica de fotos aéreas para o primeiro plano diretor do município


Variedades


Policia

 Em 12 meses foram registradas 2,4 infrações desse tipo por hora


Política

 “Afastar a corrupção é o dever de todos”, disse o prefeito


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Fluminense joga bem, goleia River-PI e avança na Copa do Brasil

Publicidade

Quarta, 6/2/2019 5:57.

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - O Fluminense goleou o River-PI por 5 a 0 nesta terça-feira (5), no estádio Albertão, em Teresina, e se classificou para a segunda fase da Copa do Brasil. O time do técnico Fernando Diniz teve excelente apresentação e encantou a torcida presente com futebol envolvente. Luciano (2), Everaldo, Bruno Silva e Marlon marcaram para o Tricolor.

Essa foi a terceira goleada aplicada pelo Fluminense em seis partidas na temporada 2019. Antes do placar desta terça, o time de Fernando Diniz já havia feito 4x0 no Americano e no Madureira.

Na próxima fase, o Fluminense encara o vencedor do duelo entre Votuporanguense-SP e Ypiranga-RS, que se enfrentam nesta quarta-feira, às 16h, no estádio Plínio Marin, em Votuporanga, no interior de São Paulo.

Enquanto a próxima fase não chega, o Fluminense volta a jogar pelo Campeonato Carioca. No próximo sábado (9), a equipe tricolor enfrenta o Flamengo pela semifinal da Taça Guanabara, precisando de um triunfo para se classificar.

O JOGO

O destaque do triunfo tricolor foi Luciano. Muitas vezes recuado, o atacante teve papel fundamental na armação das jogadas. Com passes precisos, serviu muito bem os companheiros e ainda marcou duas vezes.

Controlando as ações do jogo, o Fluminense não dava chance ao adversário, que precisava da vitória para conseguir a vaga. O que parecia tranquilo ficou ainda mais fácil aos 14min, quando Luciano fez grande jogada e deixou Everaldo em condições de marcar. Ele, no entanto, foi puxado e viu o companheiro de ataque converter com categoria: 1 a 0.

Os donos da casa sentiram a pressão do gol e se lançaram ao ataque. Com mais espaço, o Fluminense ampliou praticamente na primeira vez que chegou. Daniel roubou bola na intermediária e viu Everaldo receber na entrada da área dominar e chutar colocado no canto esquerdo: 2 a 0.

O Fluminense era muito superior ao River-PI. Abusando das triangulações o time se livrava fácil da marcação e chegava com facilidade ao gol adversário. Luciano estava em noite inspirada e fazia ótimo papel no meio de campo armando as jogadas. Quando não era ele, Daniel correspondia. Com Everaldo e Yony González sempre dando opção com muita velocidade.

Mesmo com o River pressionando a saída de bola, o Fluminense não abria mão de sua forma de jogar. Com Rodolfo fazendo a função de goleiro-linha, o Tricolor deu vários sustos na torcida. Por outro lado, quando tudo dava certo também encantava. Em alguns momentos, o adversário marcava com quatro atletas no campo de ataque. O Flu, então, fazia um passe mais longo e praticamente armava um contra-ataque.

No fim do primeiro tempo, Luciano novamente fez grande jogada ao dar belo passe para Yony González. O colombiano driblou o zagueiro, mas foi derrubado. Em novo pênalti, Luciano voltou a bater no mesmo canto e viu Mondragon defender. No rebote, Bruno Silva fuzilou as redes: 3 a 0.

A vitória virou goleada aos 10min do segundo tempo. Yoni González cruzou na medida para Everaldo, que arriscou um voleio. Na sobra, Luciano dominou e teve calma para chutar no ângulo e fazer seu segundo no jogo: 4 a 0.

Após fazer o quarto gol, o Fluminense mudou a forma de jogar. Sem a mesma intensidade, o Tricolor seguia com a bola no pé mas não mostrava o mesmo ímpeto para chegar ao gol adversário. O time queimou tempo até o apito final, mas ainda conseguiu uma brecha para o quinto gol. Em sobra de cobrança de escanteio, Marlon arriscou da intermediária e acertou no ângulo, fechando a goleada.

RIVER-PI
Mondragon; Carlos Henrique, Cris, Audálio, Vítor Hugo; Liniker, Gustavo Henrique, Bismark, Jonatas; Roney, Eduardo. T.: Oliveira Canindé

FLUMINENSE
Rodolfo; Ezequiel, Matheus Ferraz, Digão, Marlon; Airton, Bruno Silva, Daniel (Caio Henrique); Yony González, Luciano, Everaldo. T.: Fernando Diniz

Estádio: Albertão, em Teresina (PI)
Juiz: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Cartões amarelo: Carlos Henrique, Cris (River)
Gols: Luciano, aos 14min do primeiro tempo e aos 10min do segundo tempo, Everaldo, aos 18min do primeiro tempo, Bruno Silva, aos 44min do primeiro tempo, e Marlon, aos 45min do segundo tempo. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Destaques

O Tonino Lamborghini Residences Balneário Camboriú será desenvolvido pela Embraed Empreendimentos  


Sexto lugar no ranking das 50 cidades catarinenses que mais abriram empresas em 2019


 Uma restauração histórica de fotos aéreas para o primeiro plano diretor do município



 Em 12 meses foram registradas 2,4 infrações desse tipo por hora


 “Afastar a corrupção é o dever de todos”, disse o prefeito