Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Fluminense marca nos acréscimos, elimina Flamengo e vai à final no Rio

Sexta, 15/2/2019 4:50.

(UOL/FOLHAPRESS) - O Fluminense venceu o Flamengo por 1 a 0, nesta quinta-feira (14), no Maracanã, e se classificou para a final da Taça Guanabara. Na decisão, a equipe tricolor vai enfrentar o Vasco, que já havia se garantido na decisão com o triunfo por 3 a 0 sobre o Resende.

O gol da vitória foi marcado apenas nos acréscimos do segundo tempo. Luciano garantiu o Fluminense na final, já que o empate dava a vaga aos rubro-negros. A vantagem da igualdade foi obtida porque o Flamengo teve campanha superior na primeira fase.

Fluminense e Vasco se enfrentam neste domingo (17), no Maracanã. Ao contrário do que ocorreu na semifinal, não há vantagem na final. Em caso de empate, a taça será definida nos pênaltis.

O Fluminense iniciou o duelo e logo conseguiu fica com a posse de bola, como é da característica de seu técnico Fernando Diniz. Porém, o Tricolor não conseguia furar a marcação do Flamengo. Com isso, o Tricolor ficou mais com a bola, mas não ofereceu perigo ao Rubro-negro, que tinha a vantagem do empate.

O Flamengo viveu exatamente o outro lado da moeda. Sem a bola, o time se posicionou para aproveitar os erros do Fluminense e contra-atacar. O Tricolor até conseguiu evitar alguns lances com uma forte marcação para recuperar a bola. Quando encaixava, no entanto, levava perigo. Foi assim com Gabigol aos 14min. Ele tocou para Bruno Henrique que foi travado pela defesa no último instante.

O único outro lance de ataque também foi do Flamengo. Em cobrança de escanteio, Everton Ribeiro cobrou com categoria na cabeça de Rodolfo. O zagueiro subiu alto e testou firma para grande defesa do goleiro do Fluminense, que tem o mesmo nome.

O primeiro bom lance do Fluminense ocorreu apenas aos 14min do segundo tempo. O Flamengo tentou jogada de ataque e perdeu a bola após passe errado de Renê. Everaldo recebeu no meio de campo e deu arrancada muito veloz até servir Yony González, que chutou firme para defesa de Diego Alves.

O Fluminense voltou muito melhor para o segundo tempo. Com o passar do tempo, o time começou a encaixar alguns passes e fez lembrar o time que empolgou a torcida no início do ano. Em uma jogada, Everaldo tocou para Yony, que deixou para Luciano finalizar na rede pelo lado de fora.

Nos acréscimos, veio o gol da classificação. Caio Henrique roubou bola de Arrascaeta, e Airton tocou para Yony González. O colombiano rolou para Luciano chutar de primeira e garantir o triunfo tricolor.

HOMENAGENS

Como era de se esperar, as referências à tragédia que vitimou 10 meninos do Ninho do Urubu deram o tom antes e durante o clássico. Em um camarote, Cauan Emanuel, um dos sobreviventes do incêndio, acompanhou a partida e chorou copiosamente junto a familiares. Na arquibancada, bandeiras com imagens dos jovens foram erguidas pela torcida e um vídeo com gols e jogadas dos jogadores foi mostrado no telão do Maracanã, que também exibiu os rostos de cada um.

O técnico da seleção brasileira esteve no Maracanã e acompanhou o jogo de perto. No intervalo, o treinador disse que foi observar nomes para a equipe nacional, mas falou que estava presente em nome da solidariedade.

O Fla-Flu marcado pelas homenagens às vítimas do Ninho do Urubu foi também o do recorde de público na atual edição do Campeonato carioca, já que 54.544 rubro-negros e tricolores fizeram a festa no Maracanã.

FLAMENGO
Diego Alves; Pará, Rhodolfo, Rodrigo Caio, Renê; Cuéllar, Willian Arão, Diego; Bruno Henrique (Uribe), Everton Ribeiro (Arrascaeta), Gabigol. T.: Abel Braga

FLUMINENSE
Rodolfo; Ezequiel (Calazans), Matheus Ferraz, Digão, Marlon (Caio Henrique); Airton, Bruno Silva, Daniel (Dodi); Luciano, Yony González, Everaldo. T.: Fernando Diniz

Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro
Juiz: Rodrigo Carvalhaes de Miranda
Cartões amarelo: Luciano, Everaldo, Digão, Airton (Fluminense); Cuellar, Gabigol, Everton Ribeiro, Bruno Henrique (Flamengo)
Gol: Luciano, aos 47min do segundo tempo 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Fluminense marca nos acréscimos, elimina Flamengo e vai à final no Rio

Publicidade

Sexta, 15/2/2019 4:50.

(UOL/FOLHAPRESS) - O Fluminense venceu o Flamengo por 1 a 0, nesta quinta-feira (14), no Maracanã, e se classificou para a final da Taça Guanabara. Na decisão, a equipe tricolor vai enfrentar o Vasco, que já havia se garantido na decisão com o triunfo por 3 a 0 sobre o Resende.

O gol da vitória foi marcado apenas nos acréscimos do segundo tempo. Luciano garantiu o Fluminense na final, já que o empate dava a vaga aos rubro-negros. A vantagem da igualdade foi obtida porque o Flamengo teve campanha superior na primeira fase.

Fluminense e Vasco se enfrentam neste domingo (17), no Maracanã. Ao contrário do que ocorreu na semifinal, não há vantagem na final. Em caso de empate, a taça será definida nos pênaltis.

O Fluminense iniciou o duelo e logo conseguiu fica com a posse de bola, como é da característica de seu técnico Fernando Diniz. Porém, o Tricolor não conseguia furar a marcação do Flamengo. Com isso, o Tricolor ficou mais com a bola, mas não ofereceu perigo ao Rubro-negro, que tinha a vantagem do empate.

O Flamengo viveu exatamente o outro lado da moeda. Sem a bola, o time se posicionou para aproveitar os erros do Fluminense e contra-atacar. O Tricolor até conseguiu evitar alguns lances com uma forte marcação para recuperar a bola. Quando encaixava, no entanto, levava perigo. Foi assim com Gabigol aos 14min. Ele tocou para Bruno Henrique que foi travado pela defesa no último instante.

O único outro lance de ataque também foi do Flamengo. Em cobrança de escanteio, Everton Ribeiro cobrou com categoria na cabeça de Rodolfo. O zagueiro subiu alto e testou firma para grande defesa do goleiro do Fluminense, que tem o mesmo nome.

O primeiro bom lance do Fluminense ocorreu apenas aos 14min do segundo tempo. O Flamengo tentou jogada de ataque e perdeu a bola após passe errado de Renê. Everaldo recebeu no meio de campo e deu arrancada muito veloz até servir Yony González, que chutou firme para defesa de Diego Alves.

O Fluminense voltou muito melhor para o segundo tempo. Com o passar do tempo, o time começou a encaixar alguns passes e fez lembrar o time que empolgou a torcida no início do ano. Em uma jogada, Everaldo tocou para Yony, que deixou para Luciano finalizar na rede pelo lado de fora.

Nos acréscimos, veio o gol da classificação. Caio Henrique roubou bola de Arrascaeta, e Airton tocou para Yony González. O colombiano rolou para Luciano chutar de primeira e garantir o triunfo tricolor.

HOMENAGENS

Como era de se esperar, as referências à tragédia que vitimou 10 meninos do Ninho do Urubu deram o tom antes e durante o clássico. Em um camarote, Cauan Emanuel, um dos sobreviventes do incêndio, acompanhou a partida e chorou copiosamente junto a familiares. Na arquibancada, bandeiras com imagens dos jovens foram erguidas pela torcida e um vídeo com gols e jogadas dos jogadores foi mostrado no telão do Maracanã, que também exibiu os rostos de cada um.

O técnico da seleção brasileira esteve no Maracanã e acompanhou o jogo de perto. No intervalo, o treinador disse que foi observar nomes para a equipe nacional, mas falou que estava presente em nome da solidariedade.

O Fla-Flu marcado pelas homenagens às vítimas do Ninho do Urubu foi também o do recorde de público na atual edição do Campeonato carioca, já que 54.544 rubro-negros e tricolores fizeram a festa no Maracanã.

FLAMENGO
Diego Alves; Pará, Rhodolfo, Rodrigo Caio, Renê; Cuéllar, Willian Arão, Diego; Bruno Henrique (Uribe), Everton Ribeiro (Arrascaeta), Gabigol. T.: Abel Braga

FLUMINENSE
Rodolfo; Ezequiel (Calazans), Matheus Ferraz, Digão, Marlon (Caio Henrique); Airton, Bruno Silva, Daniel (Dodi); Luciano, Yony González, Everaldo. T.: Fernando Diniz

Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro
Juiz: Rodrigo Carvalhaes de Miranda
Cartões amarelo: Luciano, Everaldo, Digão, Airton (Fluminense); Cuellar, Gabigol, Everton Ribeiro, Bruno Henrique (Flamengo)
Gol: Luciano, aos 47min do segundo tempo 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade