Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esporte
Chapecoense vence, afunda o Avaí na lanterna e respira na luta contra o descenso

Segunda, 19/8/2019 6:27.

Publicidade

A Chapecoense afundou o Avaí na lanterna do Campeonato Brasileiro na noite deste domingo ao derrotar o adversário pelo placar de 1 a 0, em partida realizada na Arena Condá, em Chapecó (SC), no encerramento da 15ª rodada. De quebra, o time da casa ganhou um novo fôlego na luta contra o rebaixamento.

A última vitória do Avaí havia sido sobre a própria Chapecoense, no Campeonato Catarinense, mas o time não conseguiu repetir o triunfo. O time visitante colecionou um novo tropeço no Brasileirão e segue se afundando na lanterna, com seis pontos, contra 14 do Cruzeiro, primeiro time fora da zona de descenso.

A Chapecoense, por outro lado, quebrou um longo jejum no Brasileirão. O time, comandado por Emerson Cris, vinha de oito jogos sem vitórias e enfim conseguiu dar a volta por cima. O triunfo o deixou na 17ª colocação, com 13 pontos, podendo deixar a área de risco da tabela de classificação na próxima rodada.

O JOGO - O clássico catarinense começou agitado. Em busca da primeira vitória na competição, o Avaí foi para cima e quase abriu o placar sem querer. Iury foi cruzar, mas a bola acabou ganhando efeito e por pouco não enganou Tiepo, que espalmou para escanteio. Na cobrança, João Paulo pegou a sobra e chutou em cima do gol.

A resposta da Chapecoense foi com Arthur Gomes. O atacante recebeu de Camilo e chutou de primeira. A defesa afastou. Mais tarde, foi a vez de Everaldo chegar com perigo. Ele aproveitou o cruzamento de Camilo e cabeceou rente à trave.

A Chapecoense foi crescendo na partida e jogou o Avaí para o campo da defesa. Gustavo Campanharo e Everaldo ameaçaram, mas a defesa adversária se segurou e anulou os principais pontos do time da casa.

O panorama do segundo tempo foi muito semelhante da primeira etapa. O Avaí voltou melhor e precisou de seis minutos para chegar com perigo. Richard Franco acionou Caio Paulista, que invadiu a área e chutou para fora. O mesmo atacante teve uma segunda oportunidade na sequência, mas o arremate acabou saindo mascado.

A Chapecoense logo equilibrou o jogo e começou a ter mais volume de jogo. Aos 27 minutos, Betão derrubou Everaldo dentro da área, e o árbitro marcou pênalti. O atacante foi para a cobrança e marcou seu oitavo gol no Brasileirão.

Após o gol, o Avaí caiu totalmente de produção e acabou virando presa fácil para o Avaí. Alberto Valentim tentou acordar o time colocando o veterano Douglas, mas a tentativa acabou não dando resultado esperado e a equipe visitante não conseguiu evitar a derrota para o rival.

Na próxima rodada, o Avaí enfrenta o Corinthians no domingo, às 19h, no estádio da Ressacada, em Florianópolis. No dia seguinte, às 20h, a Chapecoense visita o Botafogo, no Engenhão, no Rio.

FICHA TÉCNICA

CHAPECOENSE 1 X 0 AVAÍ

CHAPECOENSE - Tiepo; Eduardo, Gum, Maurício Ramos e Bruno Pacheco; Mário Araújo, Augusto (Renato Kayzer), Gustavo Campanharo (Amaral) e Camilo (Aylon); Arthur Gomes e Everaldo. Técnico: Emerson Cris (interino).

AVAÍ - Vladimir; Iury (Gegê), Betão, Marquinhos Silva e Igor Fernandes; Pedro Castro, Richard Franco (Douglas) e João Paulo (Bruno Sávio); Caio Paulista, Lourenço e Brenner. Técnico: Alberto Valentim.

GOLS - Everaldo, aos 27 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Luiz Flavio de Oliveira (SP).

CARTÕES AMARELOS - Aylon (Chapecoense).

RENDA - R$ 130.490,00.

PÚBLICO - 7.027 torcedores.

LOCAL - Arena Condá, em Chapecó (SC).


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3

Chapecoense vence, afunda o Avaí na lanterna e respira na luta contra o descenso

Publicidade

Segunda, 19/8/2019 6:27.

A Chapecoense afundou o Avaí na lanterna do Campeonato Brasileiro na noite deste domingo ao derrotar o adversário pelo placar de 1 a 0, em partida realizada na Arena Condá, em Chapecó (SC), no encerramento da 15ª rodada. De quebra, o time da casa ganhou um novo fôlego na luta contra o rebaixamento.

A última vitória do Avaí havia sido sobre a própria Chapecoense, no Campeonato Catarinense, mas o time não conseguiu repetir o triunfo. O time visitante colecionou um novo tropeço no Brasileirão e segue se afundando na lanterna, com seis pontos, contra 14 do Cruzeiro, primeiro time fora da zona de descenso.

A Chapecoense, por outro lado, quebrou um longo jejum no Brasileirão. O time, comandado por Emerson Cris, vinha de oito jogos sem vitórias e enfim conseguiu dar a volta por cima. O triunfo o deixou na 17ª colocação, com 13 pontos, podendo deixar a área de risco da tabela de classificação na próxima rodada.

O JOGO - O clássico catarinense começou agitado. Em busca da primeira vitória na competição, o Avaí foi para cima e quase abriu o placar sem querer. Iury foi cruzar, mas a bola acabou ganhando efeito e por pouco não enganou Tiepo, que espalmou para escanteio. Na cobrança, João Paulo pegou a sobra e chutou em cima do gol.

A resposta da Chapecoense foi com Arthur Gomes. O atacante recebeu de Camilo e chutou de primeira. A defesa afastou. Mais tarde, foi a vez de Everaldo chegar com perigo. Ele aproveitou o cruzamento de Camilo e cabeceou rente à trave.

A Chapecoense foi crescendo na partida e jogou o Avaí para o campo da defesa. Gustavo Campanharo e Everaldo ameaçaram, mas a defesa adversária se segurou e anulou os principais pontos do time da casa.

O panorama do segundo tempo foi muito semelhante da primeira etapa. O Avaí voltou melhor e precisou de seis minutos para chegar com perigo. Richard Franco acionou Caio Paulista, que invadiu a área e chutou para fora. O mesmo atacante teve uma segunda oportunidade na sequência, mas o arremate acabou saindo mascado.

A Chapecoense logo equilibrou o jogo e começou a ter mais volume de jogo. Aos 27 minutos, Betão derrubou Everaldo dentro da área, e o árbitro marcou pênalti. O atacante foi para a cobrança e marcou seu oitavo gol no Brasileirão.

Após o gol, o Avaí caiu totalmente de produção e acabou virando presa fácil para o Avaí. Alberto Valentim tentou acordar o time colocando o veterano Douglas, mas a tentativa acabou não dando resultado esperado e a equipe visitante não conseguiu evitar a derrota para o rival.

Na próxima rodada, o Avaí enfrenta o Corinthians no domingo, às 19h, no estádio da Ressacada, em Florianópolis. No dia seguinte, às 20h, a Chapecoense visita o Botafogo, no Engenhão, no Rio.

FICHA TÉCNICA

CHAPECOENSE 1 X 0 AVAÍ

CHAPECOENSE - Tiepo; Eduardo, Gum, Maurício Ramos e Bruno Pacheco; Mário Araújo, Augusto (Renato Kayzer), Gustavo Campanharo (Amaral) e Camilo (Aylon); Arthur Gomes e Everaldo. Técnico: Emerson Cris (interino).

AVAÍ - Vladimir; Iury (Gegê), Betão, Marquinhos Silva e Igor Fernandes; Pedro Castro, Richard Franco (Douglas) e João Paulo (Bruno Sávio); Caio Paulista, Lourenço e Brenner. Técnico: Alberto Valentim.

GOLS - Everaldo, aos 27 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Luiz Flavio de Oliveira (SP).

CARTÕES AMARELOS - Aylon (Chapecoense).

RENDA - R$ 130.490,00.

PÚBLICO - 7.027 torcedores.

LOCAL - Arena Condá, em Chapecó (SC).


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade