Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esporte
“Balneário Camboriú tem muito que se orgulhar da sua equipe de atletismo”

Quem diz é o presidente em exercício da CBAt que esteve na cidade sexta-feira

Segunda, 12/8/2019 17:23.
Divulgação/FMEBC
Da esquerda para direita: Diogo, Wlamir, Luciane Deboni, Eliane Santos, Deraldo Oppa, Daiana Gamboa, Joana Costa, que ministrou a Clínica em BC

Publicidade

Quem diz é o presidente em exercício da CBAt que esteve na cidade sexta-feira

Wlamir Motta Campos, completando 50 anos nesta terça-feira (13), vice-presidente da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), no exercício da presidência até amanhã (13), quando o presidente Warlindo Carneiro Filho retornará de Lima, esteve em Balneário Camboriú na sexta-feira (9).

Ele veio prestigiar a Clínica de Salto com Vara, realizada de 5 a 9 último, e participar do encerramento da mesma. A clínica foi ministrada pela atleta olímpica Joana Costa e organizada pela Associação Desportiva Atletismo Brasil (ADAB) com o apoio da Fundação Municipal de Esportes de Balneário Camboriú e da Federação Catarinense de Atletismo. Além de vice-presidente da Confederação Brasileira de Atletismo Wlamir também é diretor jurídico da ADAB.

Esta foi a primeira vez que um presidente da CBAt esteve na cidade para prestigiar um evento. Ele falou sobre o cenário do atletismo em Balneário Camboriú, elogiou o potencial humano, destacou o trabalho dos técnicos Daiana e Diogo Gamboa e pediu um olhar especial do poder público e da iniciativa privada. Acompanhe:

JP3 - Há quanto tempo no atletismo?

Wlamir - Comecei no atletismo em 1983, fui recordista sul-americano juvenil da prova do arremesso do peso e bicampeão sul-americano em 1987 e 1988.

JP3 - Nos últimos anos o atletismo de BC vem ganhando espaço no cenário nacional. Sabemos que isso se deve ao trabalho profissional aqui desenvolvido. Qual é a política que a CBAt tem para desenvolver o atletismo em municípios?

Wlamir - Os professores Diogo Gamboa e Daiana Gamboa vem desenvolvendo um trabalho muito consistente no atletismo de Balneário Camboriú. Os resultados estão aparecendo, não apenas nas competições estaduais como também nas nacionais e agora nas internacionais. Diogo e Daiana Gamboa buscam constantemente o aperfeiçoamento e a capacitação profissional, todo esse conhecimento é colocado em prática no treinamento dos seus atletas. Necessário registrar também o grande potencial dos atletas de Balneário Camboriú, talento esse que precisa ser lapidado, e isso só é possível através do trabalho de treinadores vocacionados, Diogo e Daiana Gamboa tem essa vocação.

JP3 - Qual é a política que a CBAt tem para desenvolver o atletismo em municípios?

Wlamir - O trabalho da CBAt é amplo e é realizado em parceira com as 27 federações estaduais. No caso de Balneário Camboriú o município faz parte do Sistema Nacional de Treinamentos da Confederação Brasileira de Atletismo. Ao integrar esse sistema, Balneário Camboriú recebeu um selo de participação e o reconhecimento por trabalhar na detecção de jovens atletas e na iniciação em atletismo, com isso os treinadores e atletas de BC têm prioridade para participar das clínicas e campings realizados pela Confederação Brasileira de Atletismo. A participação nesses camping's tem sido de grande importância para a capacitação dos treinadores e o treinamento de alto rendimento para os atletas do município, essa capacitação e treinamentos são realizados no Centro Nacional de Desenvolvimento do Atletismo na cidade de Bragança Paulista, no estado de São Paulo. Esses campings e treinamentos são totalmente gratuitos, incluindo alimentação e hospedagem, essa atividade é custeada pela CAIXA, patrocinadora oficial do atletismo através do Programa Caixa de Apoio ao Sistema Nacional de Treinamento. Além desses camping's e treinamentos BC também recebeu "kits" de materiais esportivos para treinamento.

JP3 - Qual sua opinião sobre o atletismo local que este ano levou atleta e treinador para o Pan?

Wlamir - Vejo que o atletismo de Balneário Camboriú caminha e cresce a passos largos, necessitando assim uma atenção especial. O ano está sendo muito especial, além da convocação do treinador Diogo Gamboa e do atleta Douglas Mendes para o Campeonato Pan-Americano Sub-20 tivemos ainda a convocação da atleta Anny Caroline de Bassi que sagrou-se campeã sul-americana adulta na prova dos 4x100 metros no 51º Campeonato Sul-Americano disputado em maio, na cidade de Lima no Peru. O atleta Douglas Mendes sagrou-se campeão pan-americano Sub-20 na prova do revezamento 4x400 metros. A convocação do treinador Diogo Gamboa se deu em virtude de todo esse trabalho de sucesso que vem sendo realizado em BC. É necessário destacar que não se trata de um trabalho pontual ou do grande talento isolado de um atleta; o trabalho vem surtindo resultado em vários grupos de provas, como marcha atlética, velocidade bem como salto com vara. Outro detalhe que chama atenção, é que apesar de todas as limitações estruturais estou certo que Balneário Camboriú tem o maior número de praticantes da prova do salto com vara nas categorias de base de todo o país. Certamente esse trabalho dará frutos.

JP3 - Avaliação sobre o atletismo nacional?

Wlamir - O atletismo nacional passa por uma grande fase tecnicamente falando, obtivemos 16 medalhas nos Jogos Pan-Americanos Lima 2019, foram seis medalhas de ouro, seis medalhas de prata e quatro medalhas de bronze. No atletismo ficamos em segundo lugar no geral, atrás apenas dos Estados Unidos, que conquistou sete medalhas de ouro, apenas uma a mais do que o Brasil. O trabalho de base também está dando resultado, fomos campeões sul-americanos Sub-20 com grande folga.

JP3 - Quem são hoje as estrelas do atletismo brasileiro?

Wlamir - O grande destaque do atletismo nacional é o atleta Darlan Romani, da prova do arremesso do peso. Darlan ocupa o segundo lugar no ranking mundial. Ele acaba de ganhar o ouro nos Jogos Pan-Americanos com direito a recorde Pan-Americano. No dia 31 de junho Darlan arremessou em 22.61 em Eugene, nos Estados Unidos. Com esse resultado Darlan Romani teria vencido todos os Campeonatos Mundiais e todas os Jogos Olímpicos disputados até hoje. Darlan é natural de Concórdia, tem 28 anos de idade e reside em Bragança Paulista. Temos ainda o velocista Paulo André Camilo, que aos 20 anos de idade tem a marca de 10s02 nos 100 metros rasos e deve ser o primeiro brasileiro a correr abaixo de 10 segundos. No feminino o destaque é a lançadora de disco Andressa Oliveira de Moraes, que ocupa o 5º lugar no ranking mundial. Merecem destaque ainda a velocista Vitória Rosa, os marchadores Caio Sena Bonfim e Erica Rocha de Sena, e o barreirista Alison Brendon dos Santos.

JP3 - Quais as principais competições do Brasil neste semestre?

Wlamir - A grande competição do calendário é o Troféu Brasil Caixa de Atletismo, que será realizado na cidade de Bragança Paulista de 29 de agosto a 1º de setembro, competição que contará com a participação de atletas de BC. De 20 a 22 de setembro teremos os Campeonatos Brasileiros Caixa de Atletismo Sub-16, que será disputado em Fortaleza, enquanto que nos dias 18 a 20 de outubro serão realizados em Porto Alegre os Campeonatos Brasileiros Caixa de Atletismo Sub-18. No cenário internacional a principal competição do ano serão os Campeonatos Mundiais de Atletismo, na cidade de Doha, no Qatar, essa competição será uma amostra do que podemos esperar nos Jogos Olímpicos de Tóquio no ano que vem.

JP3 - Gostaria de deixar alguma mensagem?

Wlamir - Eu torço pelo sucesso do atletismo de Balneário Camboriú, vejo um potencial humano incrível, é necessário que a modalidade receba a atenção que merece, tanto do poder público como da iniciativa privada; hoje o atletismo necessita de parcerias. Eu sou fã do trabalho realizado pelos professores Diogo e Daiana Gamboa, pois eles fazem muito com muito pouco, possuem uma incrível capacidade de improviso e de superação, porém necessitam de implementos, equipamentos e de uma estrutura mínima para que possam explorar todo o potencial e capacidade dos seus atletas. Balneário Camboriú tem muito que se orgulhar da sua equipe de atletismo, agradeço a você por abrir esse espaço possibilitando assim o conhecimento por parte da sociedade de Balneário Camboriú.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Divulgação/FMEBC
 Da esquerda para direita: Diogo, Wlamir, Luciane Deboni, Eliane Santos, Deraldo Oppa, Daiana Gamboa, Joana Costa, que ministrou a Clínica em BC
Da esquerda para direita: Diogo, Wlamir, Luciane Deboni, Eliane Santos, Deraldo Oppa, Daiana Gamboa, Joana Costa, que ministrou a Clínica em BC

“Balneário Camboriú tem muito que se orgulhar da sua equipe de atletismo”

Quem diz é o presidente em exercício da CBAt que esteve na cidade sexta-feira

Publicidade

Segunda, 12/8/2019 17:23.

Quem diz é o presidente em exercício da CBAt que esteve na cidade sexta-feira

Wlamir Motta Campos, completando 50 anos nesta terça-feira (13), vice-presidente da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), no exercício da presidência até amanhã (13), quando o presidente Warlindo Carneiro Filho retornará de Lima, esteve em Balneário Camboriú na sexta-feira (9).

Ele veio prestigiar a Clínica de Salto com Vara, realizada de 5 a 9 último, e participar do encerramento da mesma. A clínica foi ministrada pela atleta olímpica Joana Costa e organizada pela Associação Desportiva Atletismo Brasil (ADAB) com o apoio da Fundação Municipal de Esportes de Balneário Camboriú e da Federação Catarinense de Atletismo. Além de vice-presidente da Confederação Brasileira de Atletismo Wlamir também é diretor jurídico da ADAB.

Esta foi a primeira vez que um presidente da CBAt esteve na cidade para prestigiar um evento. Ele falou sobre o cenário do atletismo em Balneário Camboriú, elogiou o potencial humano, destacou o trabalho dos técnicos Daiana e Diogo Gamboa e pediu um olhar especial do poder público e da iniciativa privada. Acompanhe:

JP3 - Há quanto tempo no atletismo?

Wlamir - Comecei no atletismo em 1983, fui recordista sul-americano juvenil da prova do arremesso do peso e bicampeão sul-americano em 1987 e 1988.

JP3 - Nos últimos anos o atletismo de BC vem ganhando espaço no cenário nacional. Sabemos que isso se deve ao trabalho profissional aqui desenvolvido. Qual é a política que a CBAt tem para desenvolver o atletismo em municípios?

Wlamir - Os professores Diogo Gamboa e Daiana Gamboa vem desenvolvendo um trabalho muito consistente no atletismo de Balneário Camboriú. Os resultados estão aparecendo, não apenas nas competições estaduais como também nas nacionais e agora nas internacionais. Diogo e Daiana Gamboa buscam constantemente o aperfeiçoamento e a capacitação profissional, todo esse conhecimento é colocado em prática no treinamento dos seus atletas. Necessário registrar também o grande potencial dos atletas de Balneário Camboriú, talento esse que precisa ser lapidado, e isso só é possível através do trabalho de treinadores vocacionados, Diogo e Daiana Gamboa tem essa vocação.

JP3 - Qual é a política que a CBAt tem para desenvolver o atletismo em municípios?

Wlamir - O trabalho da CBAt é amplo e é realizado em parceira com as 27 federações estaduais. No caso de Balneário Camboriú o município faz parte do Sistema Nacional de Treinamentos da Confederação Brasileira de Atletismo. Ao integrar esse sistema, Balneário Camboriú recebeu um selo de participação e o reconhecimento por trabalhar na detecção de jovens atletas e na iniciação em atletismo, com isso os treinadores e atletas de BC têm prioridade para participar das clínicas e campings realizados pela Confederação Brasileira de Atletismo. A participação nesses camping's tem sido de grande importância para a capacitação dos treinadores e o treinamento de alto rendimento para os atletas do município, essa capacitação e treinamentos são realizados no Centro Nacional de Desenvolvimento do Atletismo na cidade de Bragança Paulista, no estado de São Paulo. Esses campings e treinamentos são totalmente gratuitos, incluindo alimentação e hospedagem, essa atividade é custeada pela CAIXA, patrocinadora oficial do atletismo através do Programa Caixa de Apoio ao Sistema Nacional de Treinamento. Além desses camping's e treinamentos BC também recebeu "kits" de materiais esportivos para treinamento.

JP3 - Qual sua opinião sobre o atletismo local que este ano levou atleta e treinador para o Pan?

Wlamir - Vejo que o atletismo de Balneário Camboriú caminha e cresce a passos largos, necessitando assim uma atenção especial. O ano está sendo muito especial, além da convocação do treinador Diogo Gamboa e do atleta Douglas Mendes para o Campeonato Pan-Americano Sub-20 tivemos ainda a convocação da atleta Anny Caroline de Bassi que sagrou-se campeã sul-americana adulta na prova dos 4x100 metros no 51º Campeonato Sul-Americano disputado em maio, na cidade de Lima no Peru. O atleta Douglas Mendes sagrou-se campeão pan-americano Sub-20 na prova do revezamento 4x400 metros. A convocação do treinador Diogo Gamboa se deu em virtude de todo esse trabalho de sucesso que vem sendo realizado em BC. É necessário destacar que não se trata de um trabalho pontual ou do grande talento isolado de um atleta; o trabalho vem surtindo resultado em vários grupos de provas, como marcha atlética, velocidade bem como salto com vara. Outro detalhe que chama atenção, é que apesar de todas as limitações estruturais estou certo que Balneário Camboriú tem o maior número de praticantes da prova do salto com vara nas categorias de base de todo o país. Certamente esse trabalho dará frutos.

JP3 - Avaliação sobre o atletismo nacional?

Wlamir - O atletismo nacional passa por uma grande fase tecnicamente falando, obtivemos 16 medalhas nos Jogos Pan-Americanos Lima 2019, foram seis medalhas de ouro, seis medalhas de prata e quatro medalhas de bronze. No atletismo ficamos em segundo lugar no geral, atrás apenas dos Estados Unidos, que conquistou sete medalhas de ouro, apenas uma a mais do que o Brasil. O trabalho de base também está dando resultado, fomos campeões sul-americanos Sub-20 com grande folga.

JP3 - Quem são hoje as estrelas do atletismo brasileiro?

Wlamir - O grande destaque do atletismo nacional é o atleta Darlan Romani, da prova do arremesso do peso. Darlan ocupa o segundo lugar no ranking mundial. Ele acaba de ganhar o ouro nos Jogos Pan-Americanos com direito a recorde Pan-Americano. No dia 31 de junho Darlan arremessou em 22.61 em Eugene, nos Estados Unidos. Com esse resultado Darlan Romani teria vencido todos os Campeonatos Mundiais e todas os Jogos Olímpicos disputados até hoje. Darlan é natural de Concórdia, tem 28 anos de idade e reside em Bragança Paulista. Temos ainda o velocista Paulo André Camilo, que aos 20 anos de idade tem a marca de 10s02 nos 100 metros rasos e deve ser o primeiro brasileiro a correr abaixo de 10 segundos. No feminino o destaque é a lançadora de disco Andressa Oliveira de Moraes, que ocupa o 5º lugar no ranking mundial. Merecem destaque ainda a velocista Vitória Rosa, os marchadores Caio Sena Bonfim e Erica Rocha de Sena, e o barreirista Alison Brendon dos Santos.

JP3 - Quais as principais competições do Brasil neste semestre?

Wlamir - A grande competição do calendário é o Troféu Brasil Caixa de Atletismo, que será realizado na cidade de Bragança Paulista de 29 de agosto a 1º de setembro, competição que contará com a participação de atletas de BC. De 20 a 22 de setembro teremos os Campeonatos Brasileiros Caixa de Atletismo Sub-16, que será disputado em Fortaleza, enquanto que nos dias 18 a 20 de outubro serão realizados em Porto Alegre os Campeonatos Brasileiros Caixa de Atletismo Sub-18. No cenário internacional a principal competição do ano serão os Campeonatos Mundiais de Atletismo, na cidade de Doha, no Qatar, essa competição será uma amostra do que podemos esperar nos Jogos Olímpicos de Tóquio no ano que vem.

JP3 - Gostaria de deixar alguma mensagem?

Wlamir - Eu torço pelo sucesso do atletismo de Balneário Camboriú, vejo um potencial humano incrível, é necessário que a modalidade receba a atenção que merece, tanto do poder público como da iniciativa privada; hoje o atletismo necessita de parcerias. Eu sou fã do trabalho realizado pelos professores Diogo e Daiana Gamboa, pois eles fazem muito com muito pouco, possuem uma incrível capacidade de improviso e de superação, porém necessitam de implementos, equipamentos e de uma estrutura mínima para que possam explorar todo o potencial e capacidade dos seus atletas. Balneário Camboriú tem muito que se orgulhar da sua equipe de atletismo, agradeço a você por abrir esse espaço possibilitando assim o conhecimento por parte da sociedade de Balneário Camboriú.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade