Jornal Página 3
Esportes
Atlético-MG perde no Mineirão e está fora da Libertadores
Quarta, 24/4/2019 5:17.

Publicidade

O Atlético-MG deu adeus à Copa Libertadores nesta terça-feira (23), no Mineirão. Com a derrota por 1 a 0 para o Nacional-URU, a equipe alvinegra não tem mais chances de classificação ao mata-mata.

Os mineiros precisavam vencer os uruguaios e, na próxima rodada, a última da fase de grupos, conseguir nova vitória diante do Zamora (VEN), além de torcer para que o Cerro Porteño (PAR) batesse o Nacional. A vaga, então, seria decidida no saldo de gols. O plano, no entanto, foi frustrado precocemente.

O gol uruguaio em Belo Horizonte foi marcado já no fim da partida por Carballo, que recebeu lançamento longo, dominou no peito e encobriu o goleiro Victor.

Vice-campeão estadual e fora da Libertadores, o Atlético-MG agora foca suas atenções no Campeonato Brasileiro. Ainda sem técnico -foi comandado nesta terça pelo interino Rodrigo Santana-, o time estreia no Nacional no próximo sábado (27), em casa, diante do Avaí, às 19h.

ATLÉTICO-MG
Victor; Guga, Leonardo Silva, Iago Maidana e Fábio Santos; Adilson (David Terans), Elias e Luan; Yimmi Chará, Maicon Bolt (Vinicius) e Ricardo Oliveira (Alerrandro). T. (interino): Rodrigo Santana

NACIONAL-URU
Luis Mejía; Zunino, Corujo, Felipe Carvalho e Matías Viña; Rafael García (Mathias Cardacío), Gabriel Neves e Gustavo Lorenzetti; Santiago Rodríguez, Sebastián Fernández e Bergessio (Felipe Carballo). T.: Álvaro Gutiérrez.

Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte
Juiz: Fernando Rapallini (ARG)
Assistentes: Diego Bonfa (ARG) e Gabriel Chade (ARG)
Cartão amarelo: Victor, Leonardo Silva e Elias (CAM); Matías Zunino, Mathías Cardacio e Rivero (NAC)
Gol: Felipe Carballo (NAC), aos 41min do 2º tempo. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Destaques

O Tonino Lamborghini Residences Balneário Camboriú será desenvolvido pela Embraed Empreendimentos  


Sexto lugar no ranking das 50 cidades catarinenses que mais abriram empresas em 2019


 Uma restauração histórica de fotos aéreas para o primeiro plano diretor do município



 Em 12 meses foram registradas 2,4 infrações desse tipo por hora


 “Afastar a corrupção é o dever de todos”, disse o prefeito


Cidade

O Tonino Lamborghini Residences Balneário Camboriú será desenvolvido pela Embraed Empreendimentos  


Economia

Sexto lugar no ranking das 50 cidades catarinenses que mais abriram empresas em 2019


Variedades

 Uma restauração histórica de fotos aéreas para o primeiro plano diretor do município


Variedades


Policia

 Em 12 meses foram registradas 2,4 infrações desse tipo por hora


Política

 “Afastar a corrupção é o dever de todos”, disse o prefeito


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Atlético-MG perde no Mineirão e está fora da Libertadores

Publicidade

Quarta, 24/4/2019 5:17.

O Atlético-MG deu adeus à Copa Libertadores nesta terça-feira (23), no Mineirão. Com a derrota por 1 a 0 para o Nacional-URU, a equipe alvinegra não tem mais chances de classificação ao mata-mata.

Os mineiros precisavam vencer os uruguaios e, na próxima rodada, a última da fase de grupos, conseguir nova vitória diante do Zamora (VEN), além de torcer para que o Cerro Porteño (PAR) batesse o Nacional. A vaga, então, seria decidida no saldo de gols. O plano, no entanto, foi frustrado precocemente.

O gol uruguaio em Belo Horizonte foi marcado já no fim da partida por Carballo, que recebeu lançamento longo, dominou no peito e encobriu o goleiro Victor.

Vice-campeão estadual e fora da Libertadores, o Atlético-MG agora foca suas atenções no Campeonato Brasileiro. Ainda sem técnico -foi comandado nesta terça pelo interino Rodrigo Santana-, o time estreia no Nacional no próximo sábado (27), em casa, diante do Avaí, às 19h.

ATLÉTICO-MG
Victor; Guga, Leonardo Silva, Iago Maidana e Fábio Santos; Adilson (David Terans), Elias e Luan; Yimmi Chará, Maicon Bolt (Vinicius) e Ricardo Oliveira (Alerrandro). T. (interino): Rodrigo Santana

NACIONAL-URU
Luis Mejía; Zunino, Corujo, Felipe Carvalho e Matías Viña; Rafael García (Mathias Cardacío), Gabriel Neves e Gustavo Lorenzetti; Santiago Rodríguez, Sebastián Fernández e Bergessio (Felipe Carballo). T.: Álvaro Gutiérrez.

Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte
Juiz: Fernando Rapallini (ARG)
Assistentes: Diego Bonfa (ARG) e Gabriel Chade (ARG)
Cartão amarelo: Victor, Leonardo Silva e Elias (CAM); Matías Zunino, Mathías Cardacio e Rivero (NAC)
Gol: Felipe Carballo (NAC), aos 41min do 2º tempo. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Destaques

O Tonino Lamborghini Residences Balneário Camboriú será desenvolvido pela Embraed Empreendimentos  


Sexto lugar no ranking das 50 cidades catarinenses que mais abriram empresas em 2019


 Uma restauração histórica de fotos aéreas para o primeiro plano diretor do município



 Em 12 meses foram registradas 2,4 infrações desse tipo por hora


 “Afastar a corrupção é o dever de todos”, disse o prefeito