Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esportes
Com 4 gols sofridos em 13 min, Atlético-MG se complica na Libertadores

Quinta, 11/4/2019 8:12.

Publicidade

O Atlético-MG está praticamente eliminado da Copa Libertadores. Nesta quarta-feira (10), a equipe perdeu do Cerro Porteño, de virada, por 4 a 1, no Paraguai.

A equipe mineira chegou a abrir o placar com Ricardo Oliveira, mas sofreu quatro gols em 13 minutos ainda no primeiro tempo. Os tentos foram feitos por Acosta, Carrizo, Cáceres e Larrivey.

Com o resultado, o Atlético-MG permanece na terceira colocação do Grupo E, com três pontos -nove a menos do que o Cerro Porteño, que já está classificado.

A segunda vaga da chave deverá ficar com o Nacional-URU, que venceu o Zamora por 1 a 0 e soma agora nove pontos.

Assim, o Atlético-MG precisará vencer os seus dois próximos jogos e torcer contra o time uruguaio, que não pode mais pontuar, além de tirar uma diferença de seis gols de saldo (2 a -4).

CERRO PORTEÑO
Muñoz; Escobar, Marcos Cáceres, Amorebieta (Espinola) e Acosta (Juan Saiz); Aguilar, Víctor Cáceres, Villasanti e Fede Carrizo; Larrivey (Diego Churín) e Valdez. T.: Fernando Jubero.

ATLÉTICO-MG
Victor; Guga, Igor Rabello, Leonardo Silva, Adilson, Elias (Nathan), Luan (Yimmi Chará) e Juan Cazares (Vinícius); Maicon Bolt e Ricardo Oliveira. T.: Levir Culpi.

Estádio: Olla Azulgrana, em Assunção (PAR)
Juiz: Wilmar Roldan (COL)
Assistentes: Alexander Guzman e Dionisio Ruiz (COL)
Cartões amarelo: Espinola e Aguilar (CER); Maicon (CAM)
Gols: Ricardo Oliveira (CAM), aos 19min, Marcos Acosta (CER), aos 31min, Federico Carrizo (CER), aos 34min, Victor Cáceres (CER), aos 36min, e Larrivey (CER), aos 44min do 1º tempo. 


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Com 4 gols sofridos em 13 min, Atlético-MG se complica na Libertadores

Publicidade

Quinta, 11/4/2019 8:12.

O Atlético-MG está praticamente eliminado da Copa Libertadores. Nesta quarta-feira (10), a equipe perdeu do Cerro Porteño, de virada, por 4 a 1, no Paraguai.

A equipe mineira chegou a abrir o placar com Ricardo Oliveira, mas sofreu quatro gols em 13 minutos ainda no primeiro tempo. Os tentos foram feitos por Acosta, Carrizo, Cáceres e Larrivey.

Com o resultado, o Atlético-MG permanece na terceira colocação do Grupo E, com três pontos -nove a menos do que o Cerro Porteño, que já está classificado.

A segunda vaga da chave deverá ficar com o Nacional-URU, que venceu o Zamora por 1 a 0 e soma agora nove pontos.

Assim, o Atlético-MG precisará vencer os seus dois próximos jogos e torcer contra o time uruguaio, que não pode mais pontuar, além de tirar uma diferença de seis gols de saldo (2 a -4).

CERRO PORTEÑO
Muñoz; Escobar, Marcos Cáceres, Amorebieta (Espinola) e Acosta (Juan Saiz); Aguilar, Víctor Cáceres, Villasanti e Fede Carrizo; Larrivey (Diego Churín) e Valdez. T.: Fernando Jubero.

ATLÉTICO-MG
Victor; Guga, Igor Rabello, Leonardo Silva, Adilson, Elias (Nathan), Luan (Yimmi Chará) e Juan Cazares (Vinícius); Maicon Bolt e Ricardo Oliveira. T.: Levir Culpi.

Estádio: Olla Azulgrana, em Assunção (PAR)
Juiz: Wilmar Roldan (COL)
Assistentes: Alexander Guzman e Dionisio Ruiz (COL)
Cartões amarelo: Espinola e Aguilar (CER); Maicon (CAM)
Gols: Ricardo Oliveira (CAM), aos 19min, Marcos Acosta (CER), aos 31min, Federico Carrizo (CER), aos 34min, Victor Cáceres (CER), aos 36min, e Larrivey (CER), aos 44min do 1º tempo. 


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade