Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Palmeiras supera pressão e encerra jejum com vitória na Libertadores

Quinta, 11/4/2019 8:04.

Depois do susto no ônibus do clube ter sido apedrejado e das vaias da torcida organizada Mancha Alviverde, o Palmeiras superou o nervosismo, conseguiu vencer o Junior Barranquila (COL) por 3 a 0 nesta quarta-feira (10) e encerrou a série de três partidas sem vitória.

Nessa sequência sem vencer, os palmeirenses também não haviam conseguido anotar nenhum gol. Foi assim nos dois empates com o São Paulo na semifinal do Campeonato Paulista e na derrota para o San Lorenzo (ARG), em Buenos Aires, pela terceira rodada do Grupo F da Libertadores.

Com o resultado, o Palmeiras alcançou a terceira vitória na chave e subiu para nove pontos. Os argentinos são líderes com dez pontos. O Melgar (PER) tem quatro. Eliminado da competição, o Junior Barranquila completou a quarta derrota consecutiva.

Coube ao atacante Deyverson encerrar o jejum de três partidas sem o Palmeiras anotar um gol. O centroavante abriu o placar na primeira etapa. No segundo tempo, um pouco mais solto, os palmeirenses ampliaram o placar com Dudu e Hyoran.

O Palmeiras voltará a campo somente no próximo dia 25. O adversário será o Melgar, em Arequipa, no Peru. Se empatar, o time alviverde conquistará a vaga antecipada às oitavas de final da Copa Libertadores.

Com receio de uma emboscada de torcedores, a diretoria palmeirense reforçou a segurança e nenhum jogador ou o técnico Luiz Felipe Scolari concederam entrevistas após a partida.

PALMEIRAS
Weverton; Mayke, Luan, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Bruno Henrique e Felipe Melo; Gustavo Scarpa (Hyoran), Zé Rafael (Felipe Pires) e Dudu; Deyverson (Ricardo Goulart). T.: Luiz Felipe Scolari

JUNIOR BARRANQUILLA
Sebastián Viera; Piedrahita, Rafael Pérez, Jefferson Gómez e Germán Gutiérrez; Cantillo, Narváez, Sebastián Hernández (Moreno) e Sambueza; Teo Gutiérrez e Luis Díaz (Fredy Hinestroza) (Rangel). T.: Luis Fernando Suárez

Estádio: Allianz Parque, em São Paulo
Público e renda: 28.791 presentes/ R$ 1.698.179,85
Juiz: Roberto Tobar (CHL)
Assistentes: Raúl Orellana e Edson Cisternas (CHL)
Cartões amarelos: Luan e Bruno Henrique (PAL); Rafael Pérez e Luis Díaz (JRB);
Gols: Deyverson (PAL), aos 19min do 1º tempo; Dudu (PAL), aos 10min, e Hyoran (PAL), aos 44min do 2º tempo. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Balada acabando? Festa boa? Vá de carona consciente, vá de Garupa!


Geral


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Palmeiras supera pressão e encerra jejum com vitória na Libertadores

Publicidade

Quinta, 11/4/2019 8:04.

Depois do susto no ônibus do clube ter sido apedrejado e das vaias da torcida organizada Mancha Alviverde, o Palmeiras superou o nervosismo, conseguiu vencer o Junior Barranquila (COL) por 3 a 0 nesta quarta-feira (10) e encerrou a série de três partidas sem vitória.

Nessa sequência sem vencer, os palmeirenses também não haviam conseguido anotar nenhum gol. Foi assim nos dois empates com o São Paulo na semifinal do Campeonato Paulista e na derrota para o San Lorenzo (ARG), em Buenos Aires, pela terceira rodada do Grupo F da Libertadores.

Com o resultado, o Palmeiras alcançou a terceira vitória na chave e subiu para nove pontos. Os argentinos são líderes com dez pontos. O Melgar (PER) tem quatro. Eliminado da competição, o Junior Barranquila completou a quarta derrota consecutiva.

Coube ao atacante Deyverson encerrar o jejum de três partidas sem o Palmeiras anotar um gol. O centroavante abriu o placar na primeira etapa. No segundo tempo, um pouco mais solto, os palmeirenses ampliaram o placar com Dudu e Hyoran.

O Palmeiras voltará a campo somente no próximo dia 25. O adversário será o Melgar, em Arequipa, no Peru. Se empatar, o time alviverde conquistará a vaga antecipada às oitavas de final da Copa Libertadores.

Com receio de uma emboscada de torcedores, a diretoria palmeirense reforçou a segurança e nenhum jogador ou o técnico Luiz Felipe Scolari concederam entrevistas após a partida.

PALMEIRAS
Weverton; Mayke, Luan, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Bruno Henrique e Felipe Melo; Gustavo Scarpa (Hyoran), Zé Rafael (Felipe Pires) e Dudu; Deyverson (Ricardo Goulart). T.: Luiz Felipe Scolari

JUNIOR BARRANQUILLA
Sebastián Viera; Piedrahita, Rafael Pérez, Jefferson Gómez e Germán Gutiérrez; Cantillo, Narváez, Sebastián Hernández (Moreno) e Sambueza; Teo Gutiérrez e Luis Díaz (Fredy Hinestroza) (Rangel). T.: Luis Fernando Suárez

Estádio: Allianz Parque, em São Paulo
Público e renda: 28.791 presentes/ R$ 1.698.179,85
Juiz: Roberto Tobar (CHL)
Assistentes: Raúl Orellana e Edson Cisternas (CHL)
Cartões amarelos: Luan e Bruno Henrique (PAL); Rafael Pérez e Luis Díaz (JRB);
Gols: Deyverson (PAL), aos 19min do 1º tempo; Dudu (PAL), aos 10min, e Hyoran (PAL), aos 44min do 2º tempo. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade