Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esporte
Anny de Balneário Camboriú ganha ouro no primeiro dia dos Jogos Abertos de Santa Catarina

Aos 21 anos ela é tri-campeã como mulher mais rápida de SC e nona no país

Sexta, 7/9/2018 17:16.
Divulgação FME.

Publicidade

A velocista Anny Caroline de Bassi, 21, de Balneário Camboriú venceu os 100 metros rasos, com o tempo de 11´86, na tarde desta sexta-feira (7), no primeiro dia de competições dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), em Caçador. Com a vitória Anny tornou-se tricampeã da prova.

“É muita emoção, foi muito bom, e aqui mesmo já vou anunciando que no ano que vem quero ganhar pela quarta vez consecutiva”, disse a velocista.

Antes de viajar Anny disse ao Página3 que estava bem confiante e bem preparada e que gostaria de melhorar ainda mais sua marca e quem sabe estabelecer um novo recorde.

Em agosto no Festival de Atletismo em Jaraguá do Sul, Anny venceu os 100m com 11´63, melhor tempo de sua carreira. Seria um novo recorde, mas não foi reconhecido porque o festival não é uma competição oficial.

Em 2015 quando venceu pela primeira vez os 100 metros, Anny tornou-se a primeira atleta com deficiência a vencer esta prova nos JASC.

Ela tem uma deficiência física de nascença, chamada Síndrome de Poland, que atrofiou o músculo peitoral e o braço direito, 8cm mais curto que o esquerdo. No entanto ela compete com atletas e não com paratletas.

Neste sábado, Anny volta às pistas na prova dos 200m rasos. É uma das favoritas.

Na próxima semana, ela disputa o Troféu Brasil de Atletismo, onde também quer melhorar sua posição.

“Estou com a nona melhor marca do país e pretendo ficar entre as oito melhores”, anunciou.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Divulgação FME.

Anny de Balneário Camboriú ganha ouro no primeiro dia dos Jogos Abertos de Santa Catarina

Aos 21 anos ela é tri-campeã como mulher mais rápida de SC e nona no país

Publicidade

Sexta, 7/9/2018 17:16.

A velocista Anny Caroline de Bassi, 21, de Balneário Camboriú venceu os 100 metros rasos, com o tempo de 11´86, na tarde desta sexta-feira (7), no primeiro dia de competições dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), em Caçador. Com a vitória Anny tornou-se tricampeã da prova.

“É muita emoção, foi muito bom, e aqui mesmo já vou anunciando que no ano que vem quero ganhar pela quarta vez consecutiva”, disse a velocista.

Antes de viajar Anny disse ao Página3 que estava bem confiante e bem preparada e que gostaria de melhorar ainda mais sua marca e quem sabe estabelecer um novo recorde.

Em agosto no Festival de Atletismo em Jaraguá do Sul, Anny venceu os 100m com 11´63, melhor tempo de sua carreira. Seria um novo recorde, mas não foi reconhecido porque o festival não é uma competição oficial.

Em 2015 quando venceu pela primeira vez os 100 metros, Anny tornou-se a primeira atleta com deficiência a vencer esta prova nos JASC.

Ela tem uma deficiência física de nascença, chamada Síndrome de Poland, que atrofiou o músculo peitoral e o braço direito, 8cm mais curto que o esquerdo. No entanto ela compete com atletas e não com paratletas.

Neste sábado, Anny volta às pistas na prova dos 200m rasos. É uma das favoritas.

Na próxima semana, ela disputa o Troféu Brasil de Atletismo, onde também quer melhorar sua posição.

“Estou com a nona melhor marca do país e pretendo ficar entre as oito melhores”, anunciou.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade