Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esporte
Veja o resultado de Balneário Camboriú nos Jogos Abertos

Segunda, 17/9/2018 16:22.
Divulgação
Da esquerda para direita: Everson da Costa, Ruan Francisco, André Ignácio, a treinadora artística Katy Liani, o professor Guilherme de Oliveira, Robson Amaral e Emerson da Costa.

Publicidade

Cinco medalhas de ouro, uma de prata, cinco de bronze, 13 troféus, 52 pontos, 19º lugar em medalhas, 10º em troféus e 9º em pontos. Este é o saldo que a delegação de Balneário Camboriú, formada por 212 atletas, 16 técnicos e 16 operacionais (244 pessoas) conquistou nos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), que terminaram domingo (16), em Caçador, após uma semana de disputas.

Blumenau foi o campeão da edição 2018, com 247 pontos, 40 a mais que Itajaí que tentava o tetracampeonato. Chapecó ficou em 3º lugar com 158 pontos; São José em quarto com 113, seguido de Florianópolis com 102 e Joinville com 92 pontos.

Destaques

*A velocista Anny Caroline de Bassi, tricampeã dos 100m rasos e bicampeã dos 200m rasos, dona de dois novos recordes (11´86 e 23´89), eleita como ‘destaque’ do atletismo.

*A dupla multicampeã do vôlei de praia, formada por Leize Bianchini e Josi Alves que nesta edição conquistou título histórico para Balneário Camboriú: octacampeão dos Jasc.

*A conquista do triathlon feminino, com Pâmella Oliveira levantando medalha de ouro.

*Everson da Costa, bicampeão na ginástica artística para Balneário Camboriú. Ganhou ouro no cavalo com alça, bronze no individual geral, o que rendeu o terceiro lugar por equipes na classificação geral.

*O vôlei masculino que pela primeira vez na história dos Jogos chegou ao pódio. Conquistou medalha de bronze e a maior parte do time é de infantos.

*O handebol feminino, quarto lugar, outra conquista inédita porque Balneário Camboriú nunca chegou entre os quatro melhores.

Safra boa

Segundo o superintendente da Fundação Municipal de Esportes (FMEBC), David La Barrica, os professores são competentes, a safra de atletas é muito boa, lembrando que vários estão sendo ‘lapidados’ e têm um futuro promissor. É o caso por exemplo do vôlei masculino e do handebol feminino, entre outros, campeões dos Joguinhos, portanto ainda estão uma categoria abaixo dos Jasc (adultos).

“Estamos cuidando da Fundação como uma empresa fazendo gestão e o esporte em Balneário Camboriú vive um momento muito positivo”, disse La Barrica.

O diretor técnico da Fundação, Toninho Camarão, que chefiou a delegação, definiu como ‘totalmente positivo’ o resultado em Caçador.

“Tivemos um recorde de atletas, é preciso destacar o empenho e a cumplicidade de todos eles, inclusive dos técnicos e do pessoal operacional, foi uma experiência ótima e chamou atenção o respeito que Balneário Camboriú tem conquistado nestes Jogos Abertos.

Nem tudo são flores

O bicampeão Everson e seu treinador - Foto: Divulgação

O técnico da ginástica artística Guilherme de Oliveira disse que o resultado foi bom, mas inferior ao da edição anterior, quando o principal atleta Éverson da Costa faturou nada menos do que seis medalhas e a equipe ficou vice-campeã, atrás apenas de Itajaí.

“Esse ano, Éverson ganhou ouro no cavalo, bronze no individual geral e ficamos em terceiro por equipes, porque estamos sem barra no ginásio, ela está prestes a estourar e argolas temos somente para escolinha. Isso prejudicou no rendimento. Por isso não conseguimos manter os treinos e a colocação do ano passado”, lamentou o treinador.

Medalhas de ouro

Atletismo: Anny Caroline de Basso - 100m e 200m rasos;

Triathlon: Pâmella Oliveira.

Vôlei de Praia: Leize Bianchini/Josi Alves

Ginástica Artística: Everson Costa - Cavalo com Alça

Medalha de prata

Atletismo: Alice Zucchi - salto com vara

Medalhas de bronze

Atletismo: João Paulo Alves - Salto com vara

Karatê: Igor Guimarães- Peso Livre

Vôlei de Praia masculino

Voleibol masculino

Ginástica Artística masculino

Jiu Jitsu

Balneário Camboriú também foi grande destaque na modalidade estreante destes Jogos Abertos: o jiu jitsu. Conquistou três medalhas de ouro, com Diogo do Nascimento, na categoria Pesado e Absoluto(2) e Nise Dalago, categoria Pesado e outras três de bronze, garantindo o terceiro lugar por equipes para Balneário Camboriú.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Divulgação
Da esquerda para direita: Everson da Costa, Ruan Francisco, André Ignácio, a treinadora artística Katy Liani, o professor Guilherme de Oliveira, Robson Amaral e Emerson da Costa.
Da esquerda para direita: Everson da Costa, Ruan Francisco, André Ignácio, a treinadora artística Katy Liani, o professor Guilherme de Oliveira, Robson Amaral e Emerson da Costa.

Veja o resultado de Balneário Camboriú nos Jogos Abertos

Publicidade

Segunda, 17/9/2018 16:22.

Cinco medalhas de ouro, uma de prata, cinco de bronze, 13 troféus, 52 pontos, 19º lugar em medalhas, 10º em troféus e 9º em pontos. Este é o saldo que a delegação de Balneário Camboriú, formada por 212 atletas, 16 técnicos e 16 operacionais (244 pessoas) conquistou nos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), que terminaram domingo (16), em Caçador, após uma semana de disputas.

Blumenau foi o campeão da edição 2018, com 247 pontos, 40 a mais que Itajaí que tentava o tetracampeonato. Chapecó ficou em 3º lugar com 158 pontos; São José em quarto com 113, seguido de Florianópolis com 102 e Joinville com 92 pontos.

Destaques

*A velocista Anny Caroline de Bassi, tricampeã dos 100m rasos e bicampeã dos 200m rasos, dona de dois novos recordes (11´86 e 23´89), eleita como ‘destaque’ do atletismo.

*A dupla multicampeã do vôlei de praia, formada por Leize Bianchini e Josi Alves que nesta edição conquistou título histórico para Balneário Camboriú: octacampeão dos Jasc.

*A conquista do triathlon feminino, com Pâmella Oliveira levantando medalha de ouro.

*Everson da Costa, bicampeão na ginástica artística para Balneário Camboriú. Ganhou ouro no cavalo com alça, bronze no individual geral, o que rendeu o terceiro lugar por equipes na classificação geral.

*O vôlei masculino que pela primeira vez na história dos Jogos chegou ao pódio. Conquistou medalha de bronze e a maior parte do time é de infantos.

*O handebol feminino, quarto lugar, outra conquista inédita porque Balneário Camboriú nunca chegou entre os quatro melhores.

Safra boa

Segundo o superintendente da Fundação Municipal de Esportes (FMEBC), David La Barrica, os professores são competentes, a safra de atletas é muito boa, lembrando que vários estão sendo ‘lapidados’ e têm um futuro promissor. É o caso por exemplo do vôlei masculino e do handebol feminino, entre outros, campeões dos Joguinhos, portanto ainda estão uma categoria abaixo dos Jasc (adultos).

“Estamos cuidando da Fundação como uma empresa fazendo gestão e o esporte em Balneário Camboriú vive um momento muito positivo”, disse La Barrica.

O diretor técnico da Fundação, Toninho Camarão, que chefiou a delegação, definiu como ‘totalmente positivo’ o resultado em Caçador.

“Tivemos um recorde de atletas, é preciso destacar o empenho e a cumplicidade de todos eles, inclusive dos técnicos e do pessoal operacional, foi uma experiência ótima e chamou atenção o respeito que Balneário Camboriú tem conquistado nestes Jogos Abertos.

Nem tudo são flores

O bicampeão Everson e seu treinador - Foto: Divulgação

O técnico da ginástica artística Guilherme de Oliveira disse que o resultado foi bom, mas inferior ao da edição anterior, quando o principal atleta Éverson da Costa faturou nada menos do que seis medalhas e a equipe ficou vice-campeã, atrás apenas de Itajaí.

“Esse ano, Éverson ganhou ouro no cavalo, bronze no individual geral e ficamos em terceiro por equipes, porque estamos sem barra no ginásio, ela está prestes a estourar e argolas temos somente para escolinha. Isso prejudicou no rendimento. Por isso não conseguimos manter os treinos e a colocação do ano passado”, lamentou o treinador.

Medalhas de ouro

Atletismo: Anny Caroline de Basso - 100m e 200m rasos;

Triathlon: Pâmella Oliveira.

Vôlei de Praia: Leize Bianchini/Josi Alves

Ginástica Artística: Everson Costa - Cavalo com Alça

Medalha de prata

Atletismo: Alice Zucchi - salto com vara

Medalhas de bronze

Atletismo: João Paulo Alves - Salto com vara

Karatê: Igor Guimarães- Peso Livre

Vôlei de Praia masculino

Voleibol masculino

Ginástica Artística masculino

Jiu Jitsu

Balneário Camboriú também foi grande destaque na modalidade estreante destes Jogos Abertos: o jiu jitsu. Conquistou três medalhas de ouro, com Diogo do Nascimento, na categoria Pesado e Absoluto(2) e Nise Dalago, categoria Pesado e outras três de bronze, garantindo o terceiro lugar por equipes para Balneário Camboriú.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade