Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esporte
Douglas Mendes, de Balneário Camboriú, entre os 11 melhores do mundo nos 400m

Terça, 16/10/2018 11:52.
Wagner Carmo

Publicidade

O atleta Douglas Hernandes Mendes, 17, de Balneário Camboriú, retorna nesta sexta-feira (19) de Buenos Aires, onde disputou sua primeira competição internacional, os Jogos Olímpicos da Juventude, trazendo na bagagem a 11ª colocação na prova de 400 metros rasos Sub 18.

Com outros 50 competidores, Douglas correu duas vezes sua especialidade: no dia 11 fez o percurso em 50´39, ficando em terceiro lugar na sua bateria e no domingo (14), fez 48´65, chegando em segundo na bateria. A soma dos dois tempos foi 1h39´04, terminando na 11ª colocação no geral.

Douglas que começou a praticar atletismo há pouco mais de um ano, provou nesta competição que tem muito futuro na modalidade que escolheu. Treinado por Diogo Gamboa, técnico da rendimento da Fundação Municipal de Esportes (FMEBC), o atleta surpreendeu até seu treinador.

“Foi um resultado muito bom, estamos felizes com o desempenho e com esta experiência. Vimos que na segunda prova, domingo ele conseguiu correr bem melhor, porque baixou o nervosismo, a adrenalina de estar em tão pouco tempo ali entre os melhores do mundo”, avaliou Gamboa.

Ao Página3, Douglas falou sobre sua primeira experiência de viajar com a seleção brasileira e sobretudo sobre o aprendizado que esta experiência trouxe para sua carreira.

“Primeiramente quero agradecer a todos por torcer por mim e dizer que essa experiência foi ótima. Aprendi muitas coisas com a seleção, que vou botar em prática e pude ver tudo que acontece dentro do lado internacional. Tive esta grande oportunidade de mostrar meu valor para o atletismo. Além disso foi muito incrível porque conheci muitas pessoas, pude aprender com eles que têm mais tempo de seleção que eu e eles podiam me passar aquilo que aprenderam para mim fazer bonito. Para mim é uma satisfação estar na primeira seleção e já participar dos Jogos Olímpicos da Juventude, a principal, a maior competição da categoria. Foi demais de bom, carreguei uma enorme nação com orgulho no peito. É só alegria e sei que muitas oportunidades ainda virão”, declarou Douglas.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Wagner Carmo

Douglas Mendes, de Balneário Camboriú, entre os 11 melhores do mundo nos 400m

Publicidade

Terça, 16/10/2018 11:52.

O atleta Douglas Hernandes Mendes, 17, de Balneário Camboriú, retorna nesta sexta-feira (19) de Buenos Aires, onde disputou sua primeira competição internacional, os Jogos Olímpicos da Juventude, trazendo na bagagem a 11ª colocação na prova de 400 metros rasos Sub 18.

Com outros 50 competidores, Douglas correu duas vezes sua especialidade: no dia 11 fez o percurso em 50´39, ficando em terceiro lugar na sua bateria e no domingo (14), fez 48´65, chegando em segundo na bateria. A soma dos dois tempos foi 1h39´04, terminando na 11ª colocação no geral.

Douglas que começou a praticar atletismo há pouco mais de um ano, provou nesta competição que tem muito futuro na modalidade que escolheu. Treinado por Diogo Gamboa, técnico da rendimento da Fundação Municipal de Esportes (FMEBC), o atleta surpreendeu até seu treinador.

“Foi um resultado muito bom, estamos felizes com o desempenho e com esta experiência. Vimos que na segunda prova, domingo ele conseguiu correr bem melhor, porque baixou o nervosismo, a adrenalina de estar em tão pouco tempo ali entre os melhores do mundo”, avaliou Gamboa.

Ao Página3, Douglas falou sobre sua primeira experiência de viajar com a seleção brasileira e sobretudo sobre o aprendizado que esta experiência trouxe para sua carreira.

“Primeiramente quero agradecer a todos por torcer por mim e dizer que essa experiência foi ótima. Aprendi muitas coisas com a seleção, que vou botar em prática e pude ver tudo que acontece dentro do lado internacional. Tive esta grande oportunidade de mostrar meu valor para o atletismo. Além disso foi muito incrível porque conheci muitas pessoas, pude aprender com eles que têm mais tempo de seleção que eu e eles podiam me passar aquilo que aprenderam para mim fazer bonito. Para mim é uma satisfação estar na primeira seleção e já participar dos Jogos Olímpicos da Juventude, a principal, a maior competição da categoria. Foi demais de bom, carreguei uma enorme nação com orgulho no peito. É só alegria e sei que muitas oportunidades ainda virão”, declarou Douglas.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade