Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esporte
Atleta de Balneário nos Jogos Olímpicos da Juventude

Segunda, 1/10/2018 14:03.
Divulgação
Douglas em treinamento no Rio com instruções do seu técnico Gamboa

Publicidade

Douglas Hernandez Mendes, 17, de Balneário Camboriú, embarca nesta terça-feira (2) para Buenos Aires, para disputar os Jogos Olímpicos da Juventude, que iniciam sábado (6) e terminam no dia 18. Ele é um dos 79 integrantes da delegação brasileira e um dos 18 do atletismo. Douglas vai competir nos 400m rasos. Apesar de ser sua primeira competição internacional, leva na bagagem grande expectativa.

“Estou muito ansioso, vou dar o melhor de mim para trazer uma medalha para Balneário Camboriú e também tentar melhorar mais ainda minha marca”, disse o atleta ao Página3 antes de embarcar.

Seu técnico, Diogo Gamboa também está otimista, até porque Douglas registrou uma evolução meteórica desde que iniciou a prática na pista de atletismo do Bairro das Nações, há pouco mais de um ano.

Nesse curto período, ele tornou-se recordista estadual, campeão brasileiro com 47´28, marca que o colocou entre os 20 melhores da América do Sul na categoria Sub 18 e garantiu sua convocação para a Olimpíada da Juventude.

“Eu nunca esperava estar em uma olimpíada. A minha garra vem de um sonho que sempre tive desde criança que queria ser conhecido por todos”, revelou Douglas.

Diogo Gamboa, técnico da equipe de rendimento da Fundação Municipal de Esportes, disse que é tudo novo e uma felicidade imensa ver o avanço de um atleta.

“Estou acreditando que teremos notícias positivas. A briga não é imediatamente por uma medalha, porque ali estarão os melhores do mundo, mas ele vai chegar com grandes condições de fazer sua melhor marca”, disse Gamboa.

Olimpíada Geração Z

Mais de quatro mil atletas nascidos nos anos 2000, chamados Geração Z, "iGeneration", "centennials", que a partir de sábado também serão olímpicos. Eles têm de 15 a 18 anos, representam 205 países e disputarão 31 modalidades nesta terceira edição dos Jogos Olímpicos da Juventude, a primeira vez na América do Sul. A primeira em 2010 foi em Cingapura e em 2014 na China.

Em Cingapura, o Brasil buscou sete medalhas (duas de ouro); na China foram 15 medalhas (seis de ouro).


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Divulgação
Douglas em treinamento no Rio com instruções do seu técnico Gamboa
Douglas em treinamento no Rio com instruções do seu técnico Gamboa

Atleta de Balneário nos Jogos Olímpicos da Juventude

Publicidade

Segunda, 1/10/2018 14:03.

Douglas Hernandez Mendes, 17, de Balneário Camboriú, embarca nesta terça-feira (2) para Buenos Aires, para disputar os Jogos Olímpicos da Juventude, que iniciam sábado (6) e terminam no dia 18. Ele é um dos 79 integrantes da delegação brasileira e um dos 18 do atletismo. Douglas vai competir nos 400m rasos. Apesar de ser sua primeira competição internacional, leva na bagagem grande expectativa.

“Estou muito ansioso, vou dar o melhor de mim para trazer uma medalha para Balneário Camboriú e também tentar melhorar mais ainda minha marca”, disse o atleta ao Página3 antes de embarcar.

Seu técnico, Diogo Gamboa também está otimista, até porque Douglas registrou uma evolução meteórica desde que iniciou a prática na pista de atletismo do Bairro das Nações, há pouco mais de um ano.

Nesse curto período, ele tornou-se recordista estadual, campeão brasileiro com 47´28, marca que o colocou entre os 20 melhores da América do Sul na categoria Sub 18 e garantiu sua convocação para a Olimpíada da Juventude.

“Eu nunca esperava estar em uma olimpíada. A minha garra vem de um sonho que sempre tive desde criança que queria ser conhecido por todos”, revelou Douglas.

Diogo Gamboa, técnico da equipe de rendimento da Fundação Municipal de Esportes, disse que é tudo novo e uma felicidade imensa ver o avanço de um atleta.

“Estou acreditando que teremos notícias positivas. A briga não é imediatamente por uma medalha, porque ali estarão os melhores do mundo, mas ele vai chegar com grandes condições de fazer sua melhor marca”, disse Gamboa.

Olimpíada Geração Z

Mais de quatro mil atletas nascidos nos anos 2000, chamados Geração Z, "iGeneration", "centennials", que a partir de sábado também serão olímpicos. Eles têm de 15 a 18 anos, representam 205 países e disputarão 31 modalidades nesta terceira edição dos Jogos Olímpicos da Juventude, a primeira vez na América do Sul. A primeira em 2010 foi em Cingapura e em 2014 na China.

Em Cingapura, o Brasil buscou sete medalhas (duas de ouro); na China foram 15 medalhas (seis de ouro).


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade