Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esporte
Decisão do Paranaense terá Atletiba pela terceira vez seguida

Quinta, 29/3/2018 15:10.

Publicidade

NAPOLEÃO DE ALMEIDA
CURITIBA, PR (UOL/FOLHARESS) - Atlético-PR e Coritiba começarão a decidir o Estadual a partir deste domingo (1º), às 16h, no estádio Couto Pereira, em uma final entre os clubes pela 18ª vez em 94 anos em que os clubes disputam o torneio, que está na 104ª edição. Será a terceira vez seguida apenas nessa década, sedimentando o domínio dos dois maiores campeões do Paraná.

Em finais, a vantagem está nas mãos do Coritiba, o atual campeão. O clube alviverde derrotou o rival rubro-negro nas edições de 1941, 1968, 1972, 1978, 2004, 2008, 2012, 2013 e 2017, totalizando nove conquistas. Já os atleticanos levaram a melhor nos anos de 1943, 1945, 1983, 1990, 1998, 2000, 2005 e 2016, com oito títulos sobre o adversário.

Além das decisões, os dois clubes estiveram nas duas primeiras posições em outras sete ocasiões, sem finais. O Coritiba foi campeão em 1927, 1973, 1974, 2010 e 2011 tendo o Atlético como vice, situação que se inverteu em 1936 e 1970.

A final deste ano inverte uma situação só vivida em 2012, desde a consolidação do sistema de rebaixamento no Brasileirão. Naquele ano, o Coritiba estava na Série A e o Atlético na B nacional. Após dois empates, o time alviverde levou a melhor nos pênaltis.

Em 2018, é o Coritiba quem disputará a B nacional, enquanto que o Atlético está na elite do país. O regulamento dá apenas a vantagem do mando de campo ao clube rubro-negro, de melhor campanha no geral. Em caso de dois empates, a decisão será novamente nos pênaltis.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3

Decisão do Paranaense terá Atletiba pela terceira vez seguida

Publicidade

Quinta, 29/3/2018 15:10.

NAPOLEÃO DE ALMEIDA
CURITIBA, PR (UOL/FOLHARESS) - Atlético-PR e Coritiba começarão a decidir o Estadual a partir deste domingo (1º), às 16h, no estádio Couto Pereira, em uma final entre os clubes pela 18ª vez em 94 anos em que os clubes disputam o torneio, que está na 104ª edição. Será a terceira vez seguida apenas nessa década, sedimentando o domínio dos dois maiores campeões do Paraná.

Em finais, a vantagem está nas mãos do Coritiba, o atual campeão. O clube alviverde derrotou o rival rubro-negro nas edições de 1941, 1968, 1972, 1978, 2004, 2008, 2012, 2013 e 2017, totalizando nove conquistas. Já os atleticanos levaram a melhor nos anos de 1943, 1945, 1983, 1990, 1998, 2000, 2005 e 2016, com oito títulos sobre o adversário.

Além das decisões, os dois clubes estiveram nas duas primeiras posições em outras sete ocasiões, sem finais. O Coritiba foi campeão em 1927, 1973, 1974, 2010 e 2011 tendo o Atlético como vice, situação que se inverteu em 1936 e 1970.

A final deste ano inverte uma situação só vivida em 2012, desde a consolidação do sistema de rebaixamento no Brasileirão. Naquele ano, o Coritiba estava na Série A e o Atlético na B nacional. Após dois empates, o time alviverde levou a melhor nos pênaltis.

Em 2018, é o Coritiba quem disputará a B nacional, enquanto que o Atlético está na elite do país. O regulamento dá apenas a vantagem do mando de campo ao clube rubro-negro, de melhor campanha no geral. Em caso de dois empates, a decisão será novamente nos pênaltis.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade