Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esporte
Barcos da Volvo se aproximam do Cabo Horn com Brunel liderando

Time que perdeu tripulante se dirige ao Chile, Cabo Horn deve ser ultrapassado amanhã.

Quarta, 28/3/2018 8:04.
Yann Riou/Volvo Ocean Race.

Publicidade

Seis dos sete veleiros que disputam a etapa da Nova Zelândia a Itajaí da Volvo Ocean Race estão há cerca de 500 milhas do Cabo Horn e deverão contorná-lo amanhã (29) para iniciar a subida do Atlântico em Itajaí.

O sétimo barco, o Sun Hung Kai/Scallywag, representante de Hong Kong, perdeu um tripulante ao mar e aparentemente se dirige ao Chile onde a equipe deverá tomar decisões sobre prosseguir ou não nas próximas quatro etapas após a de Itajaí.

Informes vindos dos veleiros falam em condições miseráveis: mar com água a quatro graus, temperatura ambiente de três graus, gelo, ventos de temporal e ondas altas.

Esse é o padrão do Cabo Horn, um marco na vida de todo velejador, por isso o primeiro veleiro da Volvo a contorná-lo receberá um ponto de bonificação.

O Brunel, penúltimo colocado antes dessa etapa que tem pontuação em dobro, lidera com quase 49 milhas à frente do segundo colocado, o Vestas, como pode ser visto nos quadros abaixo:

Abreviaturas
DTL- Distância do líder
TWS –Velocidade do vento
TWD –Direção do vento
TWA – Posição do barco em relação ao vento.

A pontuação geral da regata de volta ao mundo é a seguinte:



Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Yann Riou/Volvo Ocean Race.

Barcos da Volvo se aproximam do Cabo Horn com Brunel liderando

Time que perdeu tripulante se dirige ao Chile, Cabo Horn deve ser ultrapassado amanhã.

Quarta, 28/3/2018 8:04.

Seis dos sete veleiros que disputam a etapa da Nova Zelândia a Itajaí da Volvo Ocean Race estão há cerca de 500 milhas do Cabo Horn e deverão contorná-lo amanhã (29) para iniciar a subida do Atlântico em Itajaí.

O sétimo barco, o Sun Hung Kai/Scallywag, representante de Hong Kong, perdeu um tripulante ao mar e aparentemente se dirige ao Chile onde a equipe deverá tomar decisões sobre prosseguir ou não nas próximas quatro etapas após a de Itajaí.

Informes vindos dos veleiros falam em condições miseráveis: mar com água a quatro graus, temperatura ambiente de três graus, gelo, ventos de temporal e ondas altas.

Esse é o padrão do Cabo Horn, um marco na vida de todo velejador, por isso o primeiro veleiro da Volvo a contorná-lo receberá um ponto de bonificação.

O Brunel, penúltimo colocado antes dessa etapa que tem pontuação em dobro, lidera com quase 49 milhas à frente do segundo colocado, o Vestas, como pode ser visto nos quadros abaixo:

Abreviaturas
DTL- Distância do líder
TWS –Velocidade do vento
TWD –Direção do vento
TWA – Posição do barco em relação ao vento.

A pontuação geral da regata de volta ao mundo é a seguinte:



Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade